Buscas recentes
Limpar

Estamos empenhados em ajudá-lo a se sentir confiante em sair novamente. Descubra as nossas políticas de cancelamento e o que os nossos operadores estão fazendo para o manter protegido e procure atividades com fortes medidas de higiene e segurança. À medida que a conjuntura atual evolui, deve sempre verificar as regulamentações locais mais recentes sobre o seu destino.

Leia mais

Aquitaine Atrações

Categoria

Bordeaux Cathedral (Cathédrale St. André)
23 excursões e atividades

O prédio religioso mais notável em Bordeaux, de acordo com os moradores, é a Catedral Saint-André, famosa por possuir uma torre sineira separada e independente. A catedral foi construída no século XIII e é agora um Patrimônio Mundial da UNESCO, pois também desempenhou um papel importante no desenvolvimento religioso e cultural de Bordeaux. Também foi aqui que a próspera Eleanor de Aquitânia se casou com o futuro rei da França, Luís VII - e sua considerável riqueza beneficiou toda a cidade e até mesmo a própria catedral, que foi posteriormente ampliada e ricamente decorada.

Um de seus traços mais marcantes é, sem dúvida, o trabalho de ferro batido realizado pelo artesão local Blaise Charlut, localizado no meio do transepto. O tímpano do século XIV da catedral retrata o Último Julgamento da maneira mais dramática possível, uma cartacterística importante da arquitetura gótica.

Leia mais
La Cité du Vin
14 excursões e atividades
Apesar de somente ter aberto as suas portas em maio de 2016, o espetacular La Cité du Vin já está se tornando uma das principais atrações de Bordeaux. Tanto um marco arquitetônico quanto uma homenagem fascinante ao patrimônio vinícola da cidade, o prédio futurista paira sobre as margens do Garonne e oferece uma vista única de 360 graus a partir do seu mirante de 35 metros de altura.

Descrito por alguns como uma combinação de museu com parque temático, o La Cité du Vin leva os visitantes em uma visita auto-guiada, totalmente interativa, pela história do vinho e do património francês, com exposições multi-sensoriais e displays multimídia distribuídos por 10 andares. Os viajantes também têm a oportunidade de provar vinhos de todo o mundo (ou suco de uva para os visitantes mais jovens), além de uma variedade de restaurantes, bares e boutiques. Também há projetos de que ele receba exposições de arte temporárias.

Leia mais
Pont de Pierre
14 excursões e atividades
O que talvez seja uma das mais emblemáticas pontes em toda a França também é um marco imperdível para os visitantes de Bordeaux. Conectando a margem esquerda à direita da cidade desde 1819, e ordenada por Napoleão I durante o Primeiro Império Francês, a Pont de Pierre - ponte de pedra - foi a primeira a atravessar o poderoso rio Garonne. Na verdade, a sua construção foi um desafio, já que a corrente é extremamente forte nesta parte do rio; sendo necessários mais de 4 mil trabalhadores para construí-la, usando um sino de mergulho inglês para estabilizar os pilares. Consequentemente, a Pont de Pierre foi a única ponte a ligar essas duas margens por quase 150 anos!

A ponte de pedra vermelha é composta de dezessete arcadas - o número exato de letras no nome Napoléon Bonaparte - alinhada com elegantes postes de ferro. Cada um dos pilares da ponte é tampado por um medalhão que homenageia tanto o imperador quanto o brasão de armas de Bordeaux.

Leia mais
Place de la Bourse (Place Royale)
star-4
47
30 excursões e atividades

A Place de la Bourse (ou Place Royale) fica de frente para o Rio Garonne. Ela foi projetada em 1700 pelo arquiteto de Luís XV, Gabriel, para que atuasse como uma moldura dramática para uma estátua equestre do monarca.

A Place de la Bourse é cercada em um lado pela Bolsa de Valores (o “bourse” que dá nome à praça) e do outro lado, por um museu. O centro da praça é onde fica sua beleza e atração principal, a fonte das Três Graças, construída por Visconti em 1869. Quando ela está iluminada à noite, ela fica extremamente fotogênica.

Leia mais
Port of the Moon (Port de la Lune)
star-5
2
2 excursões e atividades

Bordeaux, no sudoeste da França, já foi uma vibrante cidade portuária. O porto em si era conhecido como o Porto da Lua, pois ficava em uma parte semi-circular do rio Garonne. Historicamente, a margem esquerda do porto tem sido o centro de comércio e cultura. Ao longo dos últimos 2 mil anos, o porto desempenhou um papel importante na construção da história da cidade e no seu lugar como uma cidade mundial do vinho.

Quando automóveis tornaram-se mais proeminentes, os prédios históricos nesta área começaram a degradar e escurecer. As estradas não eram feitas para carros, e os engarrafamentos congestionaram a área do porto. A importância do porto diminuiu, e ele acabou sendo transferido para os subúrbios do norte. Na década de 1990, foram feitos grandes esforços para limpar a área, incluindo nos prédios e na beira-mar, que está hoje alinhada com passarelas de pedestres, ciclovias, lojas e museus. Em 2007, o Porto da Lua foi listado como Patrimônio Mundial da UNESCO.

Leia mais
Quinconces Square (Place des Quinconces)
star-5
8
15 excursões e atividades

A Place des Quinconces (conhecida localmente como Esplanade des Quinconces) certamente impressiona com seu tamanho de 12 hectares, tornando-se uma das maiores praças da Europa. Ela fica impressionantemente situada nas margens do Rio Garona, constuída na forma de um semicírculo com árvores plantadas em padrões geométricos quincôncio (que rendeu o nome da Esplanade de Quinconces).

Estabelecida no início de 1800, a praça tem sido decorada com enormes estátuas públicas. Há colunas rostrais, estátuas de Montaigne e Montesquieu, e um imesno monumento em homenagem aos girondinos, que foram executados durante a Revolução. O monumento é uma profusão de cavalos e guerreiros de bronze, os quais teriam sido vendcidos pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial, resultando no derretimento do bronze - eles foram, porém, restaurados desde então.

Leia mais
Porte Cailhau
17 excursões e atividades
Este portão neogótico de 35 metros de altura foi construído em 1495 para comemorar a vitória do rei Carlos VIII em Fornovo, na Itália, durante a Guerra Italiana de 1494. Na época, ele era o principal ponto de entrada para Bordeaux a partir do porto. Ele fica de frente para a Place du Palais e apresenta várias esculturas e torres ornamentais, o que é muito típico da arquitetura durante o reinado de Carlos VIII. Na verdade, o monarca queria que este portão representasse o seu poder e riqueza. O portão, que já foi parte da muralha da cidade de Bordeaux, foi mais tarde utilizado como uma torre defensiva (a ponte levadiça, as aberturas e outras características estão lá para provar isso), e como uma balança e armazém de sal.

Hoje em dia, o local abriga uma informativa exposição dedicada às ferramentas e materiais utilizados na construção da torre, bem como no desenvolvimento urbano de Bordeaux. Há uma vista maravilhosa do centro da cidade velha, do rio Garonne e da Ponte Pont de Pierre lá do topo.

Leia mais
Basilica of St. Michael (Basilique St. Michel)
star-4.5
13
4 excursões e atividades

A Basílica Saint-Michael é uma joia gótica construída entre os séculos XIV e XVI. Seus encantos incluem um ratábulo representando o triunfo de Michael, seu padroeiro, sobre o dragão, assim como alguns vitrais incríveis (embora grande parte deles tenha sido destruída na Segunda Guerra Mundial). Ela é também uma parada no percurso de peregrinação de Santiago de Compostela.

Mas a própria igreja é ofuscada por sua autoportante torre sineira, a qual de alguma forma chama atenção com seus 114 metros de altura. De junho à setembro, é possível conhecer o lado de dentro da torre e subir até o topo, o que vale a pena pelas vistas sobre o rio.

Leia mais
Grand Theatre
23 excursões e atividades

O Grand Théâtre de Bordeaux foi construído no final de 1700, durante o reinado de Luís XVI pelo arquiteto Victor Louis. É uma das mais belas salas de concertos do século XVIII no mundo, com uma fachada adornada com 12 colunas de ordem coríntia, cada uma com uma estátua no topo. Nove das estátuas representam as musas da arte, e as outras três representam as deusas romanas Juno, Vênus e Minerva. No decorrer dos últimos anos, o teatro passou por restaurações para corrigir os danos nas lâmpadas de óleo e reavivar a decoração do século XVIII.

Em três ocasiões diferentes, o teatro foi a sede do parlamento francês, e isso fez de Bordeaux a capital da França em 1870, 1914 e 1941. Hoje, o Grand Théâtre é o lar da Orquestra Nacional de Bordeaux Aquitania, da Ópera de Ballet de Bordeaux e o Coral da Ópera Nacional de Bordeaux.

Leia mais
Girondins Monument (Monument aux Girondins)
8 excursões e atividades

Localizada no centro do Place des Quinconces em Bordeaux, esta coluna marcante foi erguida no final de 1800 para homenagear os girondinos, uma facção política republicana fervorosa consistindo de militares orginalmente da Assembleia Legislativa da França, e um dos primeiros grupos a condenar abertamente o reinado do Rei Luís XVI e da monarquia em geral. A sua execução em massa em 1793, causada por sua resistência contra o crescente momento da revolução, é considerada o início do Reino do Terror.

Com 54 metros de altura, o Monument aux Girondins tem vista para uma das praças mais movimentadas da cidade e é adornado com uma estátua de bronze representando a Nossa Senhora da Liberdade, quebrando seus grilhões e derramando graça sobre Bordeaux com a suas mãos vitoriosas. Na base da coluna fica uma fonte colossal e duas bacias, com dramáticas esculturas de bronze de cavalos de carga, cada um representando um aspecto diferente da sociedade francesa moderna.

Leia mais

Aquitaine: outras atrações

Bordeaux Hôtel de Ville (Palais Rohan)

Hôtel de Ville

Também conhecido como Palácio Rohan, a Prefeitura de Bordeaux foi construída em 1771 em elegante estilo neoclássico Louis XIV. Foi onde o célebre pintor Eugène Delacroix descobriu sua vocação na década de 1780, fascinado pelo afresco em estilo Pompei trompe l'oeil da sala de jantar. O que era simplesmente uma residência arquiepiscopal na época passou mais tarde a ser usado como um tribunal revolucionário sob o Reino do Terror, na década de 1790, antes de acolher Napoleão I, em 1808, e assim tornar-se uma residência imperial.

Não foi até 1836 que Palais Rohan tornou-se oficialmente a prefeitura. Hoje, o prédio é cercado por belos jardins ingleses e abriga o Museu de Belas Artes, uma das maiores galerias de arte na França fora de Paris. Ela é especializada em pinturas francesas e holandesas (incluindo Renoir, Picasso e Delacroix), alguns dos quais foram felizmente recuperados depois de terem sido saqueados durante a Revolução Francesa.

Saiba mais
Saint-Emilion

Saint-Emilion

star-4.5
648
22 excursões e atividades
Uma das principais regiões de vinhos tintos, localizada à 35 km do nordeste de Bordeaux, a cidade recebeu o nome de um monge viajante, Émilion, cujos seguidores começaram a produzir vinho comercial aqui no século VIII. Os Romanos plantaram vinhas neste local no século II, e as principais variedades de uvas atualmente são Merlot e Cabernet Franc, com uma pitada de Cabernet Sauvignon. Os vinhos finos da região são feitos leais às tradições no Chateau Haut-Sarpe (Grand Cru Classe), Chateau Figeac e Chateau Beau Séjour Becot, apenas para citar algumas.
Saiba mais
Port of Bordeaux

Porto de Bordeaux

star-5
4
25 excursões e atividades

O nome Bordeaux é mais comumente usado pela maioria para falar de vinho francês, mas a cidade de Bordeaux tem mais a oferecer além das suas famosas vinhas. Ela é considerada Patrimônio Mundial da UNESCO, conhecida como Porto da Lua, repleta de impressionante arquitetura histórica, praticamente inalterada durante mais de dois séculos.

Existem mais de 350 construções e monumentos listados como históricos na cidade e nas últimas décadas um grande projeto foi realizado para limpar as fachadas e implementar o serviço de bonde sem fios, para não estragar a paisagem da cidade.

Recebendo os navios que chegam ao porto, existe um trecho de 1 km de encantadores palácios históricos que se alinha no cais construído nos séculos XVII e XVIII. Mesmo naquela época, Bordeaux fazia questão de causar uma boa primeira impressão em seus visitantes, e continua a fazê-lo hoje.

Saiba mais
Médoc

Medoc

star-4.5
43
7 excursões e atividades

Seja onde você for em Bordeaux, os excepcionais vinhos são a atração principal, e uma das áreas mais famosas é a região norte do Medoc. Renomada por seus vinhos tintos finos e lar de algumas das mais prestigiadas vinícolas da França, a região abrange áreas de cultivo como Pauillac, Margaux, St Julien e St Estephe.

Os vinhos daqui são tipicamente produzidos com as uvas Cabernet Sauvignon e, por ser uma uva melhor envelhecida, os aclamados vinhos vintage da área podem chegar a preços inacreditavelmente altos.

Os visitantes do Bordeaux podem explorar as vinhas de Medoc em uma viagem de um dia, mas é recomendável contatar as vinícolas com antecedência se você não reservou nenhuma excursão, pois a maioria delas não são abertas ao público.

Saiba mais
Pyla Dune (Dune du Pilat)

Duna de Pyla

star-4.5
13
16 excursões e atividades

A Duna de Pyla é a duna de areia mais alta na Europa. Situada entre o Oceano Atlântico, a Baía de Arcachon e a bela floresta Landes, ela está 110 metros acima do nível do mar, tendo mais de 2,7 km de comprimento e 500 metros de largura. Com mais de 1 milhão de visitantes todos os anos, a Duna de Pyla é conhecida como uma das atrações mais populares na região.

Com um cenário único de cair o queixo, não é de se surpeender que a duna seja tão popular, especialmente entre aqueles que participam de atividades recreativas como parapente e esportes radicais de vento. Há também várias atividades gratuitas no local, incluindo o passeio de descoberta do pôr do sol nos meses de verão.

Os visitantes que preferem diversões em subidas devem optar pela vigorosa escadaria de 160 degraus, a qual fica à disposição entre abril e novembro, enquanto aqueles que precisam de um bom treino devem definitavemente tentar chegar ao topo marchando diretamente através da areia.

Saiba mais
Château Margaux

Château Margaux

star-5
61
13 excursões e atividades
Encontrado nas planícies arenosas da região de Médoc, no sudoeste da França, o Château Margaux é hoje conhecido por produzir alguns dos melhores - e mais caros - vinhos Premier Grand Cru Classé de Bordeaux no mundo. Incomum para Bordeaux, a propriedade de Margaux produz brancos, bem como tintos ricos e com notas de especiarias, de renome mundial, e vende cerca de 30 mil caixas por ano. Todos os vinhos Margaux são produzidos organicamente e a idade média das vinhas é de 36 anos, com uma mistura de Cabernet Sauvignon, Merlot, Sauvignon Blanc, Petit Verdot e Cabernet Franc.

Embora os vinhos tenham sido produzidos na propriedade desde os anos 1580, a propriedade foi confiscada de seus proprietários aristocráticos na Revolução Francesa, de 1789 a 1799, e seus bons tempos só voltaram com o Marquês de la Colonilla, em 1810. Ele construiu a elegante mansão palaciana, um projeto de Louis Combes, que ainda se encontra no coração da propriedade.

Saiba mais
Place de la Comédie

Place de la Comédie

8 excursões e atividades

O ponto de convergência de muitas das ruas principais da cidade, a pedonal Place de la Comédie é uma parada inevitável em qualquer itinerário por Bordeaux. Esta praça animada e elegante remonta ao tempo galo-romano, quando ela ainda era o lar do agitado fórum de Burdigala. Os visitantes poderiam até pensar que tivessem momentaneamente viajado de volta no tempo, graças à excepcional arquitetura do Grand Théâtre. Projetada em estilo neo-clássico, possui um pórtico de 12-colunas coríntias coberto por estátuas que representam nove musas e três deusas. No entanto, não foi até o século 18 que a Place de la Comédie ganhou o seu prestígio.

O arquiteto Victor Louis - que também concebeu o Palais Royal e Théâtre Français - queria que Bordeaux tivesse um templo das artes que refletisse a grandiosidade recém-descoberta da cidade.

Saiba mais
Rue Sainte-Catherine

Rue Sainte-Catherine

2 excursões e atividades

A principal rua de compras de Bordeaux se estende por 1,2 km através do centro da cidade e é uma das mais longas ruas comerciais para pedestres na Europa, perdendo apenas para Strøget em Copenhague e ul. Knyaz Alexander I, em Plovdiv, segunda maior cidade da Bulgária. Ela termina na Place de la Comédie ao norte, que abriga o Grande Teatro Neoclássico da cidade, e na Place de la Victorie ao sul, dominada por um obelisco de mármore rosa e um arco triunfal do século XVIII que marca a posição dos portões originais da cidade.

Estreita e alinhada com majestosas casas de quatro andares, a Rue Sainte-Catherine é uma meca para marcas internacionais de renome e de porte médio como Zara, H&M e a marca checa de calçados Bata. Há uma loja da Apple e uma vasta filial da FNAC para DVDs, celulares e brinquedos para crianças, mas a maior atração ao longo da rua são as glamurosas Galleries Lafayette de Paris, que vendem de tudo, desde modelitos sofisticados até azeites gourmet.

Saiba mais
Pomerol

Pomerol

star-5
16
2 excursões e atividades

Pomerol é uma região pequena orientada para o vinho, localizada cerca de 45 minutos ao leste de Bordeaux. Mas seu tamanho relativamente modesto de 809 hectares, definitivamente não é um obstáculo para qualidade; de fato, Pomerol tornou-se uma das mais respeitadas da região Appellations d'Origine Contrôlée (AOC) durante a segunda metade do século XX, apesar de ser levemente diferente dos estritamente categorizados vinhos de luxo de Bordeaux.

Com uma produção anual de cerca de 3 mil garrafas por adega, os vinhos Poremol encontram prestígio em raridade. A maioria deles são produzidos em pequenas fazendas e insistem em manter sua alta qualidade e baixo volume em tipos de vinhos, uma característica que é, sem dúvida, refletida em preços mais altos. Com a maioria dos vinhos em Pomerol sendo do tipo Merlot, a região é, portanto, um destino brilhante para os amantes de vinho com um orçamento maior, pois Merlot é um dos vinhos tintos mais palatáveis presentes na França.

Saiba mais
Graves Wine Region

Graves

star-4.5
3
4 excursões e atividades

Muitas vezes considerado o berço do vinho de Bordeaux (com alguns vinhedos de mais de 2 mil anos de idade), Graves é também a maior região vinícola da França, com 120 mil hectares de vinhedos, para ser mais exato. Um destino incrível para os amantes de vinho!

Não é de se surpreender que uma das coisas mais populares para se fazer em Graves é a rota dos vinhos. Visitantes de todo o mundo se reunem nesta área para provar novos vinhos, descobrir o estimado Grands Crus e conversar sobre tudo que diz respeito ao vinho com apaixonados e vibrantes produtores. A rota do vinho não é apenas uma excelente oportunidade para aprender mais sobre vinificação, mas também para obter uma melhor compreensão da tremenda quantidade de trabalho e experiência necessária para produzir uma boa safra e, claro, visitar fazendas francesas de luxo. Algumas das vinícolas mais populares são as prestigiadas Château Suduiraut, Château Carbonnieux e Château Smith Haut Lafitte.

Saiba mais
Château Mouton Rothschild

Château Mouton Rothschild

Uma excursão ou atividade
Frequentemente considerado um dos melhores e mais caros vinhos de Bordeaux do mundo, o Château Mouton Rothschild requer poucas apresentações. A família Rothschild era famosa em toda a Europa pelas suas operações financeiras e interesse em filantropia e vinhos. A propriedade foi adquirida no início de 1800 e logo começou a produzir vinho, mas manteve-se em grande parte subestimada, já que Bordeaux não era considerada uma região vinícola na época. Não foi até 1920 que o Château Mouton Rothschild ganhou notoriedade, graças ao trabalho comprometido e implacável do Barão Philippe de Rothschild, cujas decisões não só mudariam para sempre a propriedade Rothschild, mas também a própria indústria do vinho.

A propriedade Rothschild compreende muitas atrações, incluindo os vinhedos, o Grande Salão de Barris - de 100 metros de comprimento -, o clássico Château, uma adega subterrânea para 120 mil garrafas e um Museu do Vinho em Arte (com uma coleção exclusiva de parafernália de vinho e obras de arte que datam do século XVII|).

Saiba mais
Château Plaisance

Vinícola Château Plaisance

Embora o Château Plaisance agora venda mais de 150 mil garrafas ao redor do mundo, ele começou como uma pequena produção familiar na década de 1870. Louis Penavayre, no entanto, elevou o empreendimento dos seus ancestrais a um novo patamar, em 1971, ampliando a área e tornando-se um embaixador das vinhas endêmicas Negretteno no processo. Estas vinhas saborosas, que foram crescendo em Fronton por bem mais de 2 mil anos, são caracterizadas por seus baixos níveis de acidez e uvas escuras que oferecem um gosto forte mas, ainda assim, suave ao vinho. Em 1991, a terra foi ampliada para 16 hectares, antes de finalmente chegar a 30 hectares em 2010.

O Château Plaisance passou recentemente por grandes transformações e agora é uma produção totalmente orgânica, o que reflete o desejo de deixar que os ricos sabores das uvas sejam o centro das atenções.

Saiba mais
Citadel of Blaye (Citadelle de Blaye)

Cidadela de Blaye

A Cidadela de Blaye é um forte do século XVII na cidade de Blaye ao norte de Bordeaux, na França. Devido à localização estratégica de Blaye no estuário de Gironde, o Rei Luís XIV ordenou que o Marquês de Vauban construísse uma fortaleza para proteger Bordeaux dos ataques. A cidadela é um local murado que abrange uma área de cerca de 94 hectares, sendo construída em torno de um espaço público cerimonial, um mosteiro dedicado à ordem Minims, e vários quartéis do exército. As ruínas de muitos prédios se encontram no interior da fortaleza, incluindo o Castelo Rudel e o Portão Liverneuf do século XII, assim como a Torre Éguillette do século XV.

Quando a Cidadela de Blaye foi construída, a linha de canhões não era suficiente nem para atingir de um lado para o outro do rio. Vauban então coinstruiu mais dois fortes, o Forte Paté e o Forte Médoc, assim os três juntos poderiam atirar fogos cruzados para evitar que inimigos alcançassem Bordeaux.
Saiba mais
Arcachon Bay (Bassin d'Arcachon)

Baía de Arcachon

star-4.5
21
2 excursões e atividades

Planejando uma viagem de degustação de vinhos em Bordeaux? Soa divertido! Mas, depois de, digamos, um fim de semana inteiro visitando vinhedos e bebendo vinhos, talvez você comece a ficar entediado. Ah, o típico probleminha de quem viaja pela França.

Felizmente, este delicioso problema tem uma solução igualmente deliciosa – vá para a Baía de Arcachon, a apenas uma hora de distância de Bordeaux, é o tipo de lugar que nunca viu antes. Mesmo que esta visita possa ser feita em um dia de viagem, melhor ainda se você gastar pelo menos alguns dias por lá pois há uma variedade surpreendente de coisas para ver e fazer na Baía de Arcachon. Tem a Grande Duna de Pyla, por exemplo. Sim, a maior duna de areia na Europa, a nível desértico em termos de tamanho e altura, fica na costa atlântica da França! Você pode caminhar através dela, alugar um buggy e partir para um passeio prazeroso, ou simplesmente usá-la por um dia na praia como uma bela paisagem.

Saiba mais

icon_solid_phone
Reserve online ou por telefone
+55 (21) 3956-1660
+55 (21) 3956-1660