Buscas recentes
Limpar

Estamos empenhados em ajudá-lo a se sentir confiante em sair novamente. Descubra as nossas políticas de cancelamento e o que os nossos operadores estão fazendo para o manter protegido e procure atividades com fortes medidas de higiene e segurança. À medida que a conjuntura atual evolui, deve sempre verificar as regulamentações locais mais recentes sobre o seu destino.

Leia mais

Bruxelas Atrações

Categoria

Grand-Place (Grote Markt)
star-4
12
111 excursões e atividades

A praça mais pitoresca da Europa, a Grand-Place, é cercado por prédios barrocos e góticos e pela deslumbrante Câmara Municipal de Bruxelas. Seus imponentes edifícios, listados como Patrimônio Mundial da UNESCO, datam principalmente a partir do final do século XVII. O Grand Place também é conhecido em holandês como Grote Markt, já que foi o local do grande mercado central de Bruxelas.

A cada dois anos, em agosto, a praça recebe um enorme tapete de flores, quando um milhão de begônias são usadas ​​para criar desenhos impressionantes. Mas concertos e recitais de música são realizadas aqui durante o ano inteiro!

O tamanho e a beleza da praça surpreende a qualquer um que chega por uma de suas esquinas e a encontra inesperadamente à sua frente. Após o deslumbre inicial, aproveite a atmofesra agradável ao ar livre dos muitos cafés por ali para observar um pouco os belgas e o seu estilo de vida.

Leia mais
Atomium
star-3.5
28
59 excursões e atividades

Esta grande escultura prateada de aparência alienígena próxima de Bruparck foi criada em 1958, para a Expo 58, e representa uma molécula de ferro ampliada 165 bilhões de vezes. Uma rede de corredores que levam às nove esferas gigantes, ela era para ser demolida após a exposição, mas se revelou um sucesso tão grande com o Bruxellois que acabou se tornando um ícone nacional.

Alcançando 102 metros de altura, o Atomium foi submetido a uma necessária e rigorosa reforma no início de 2000; as esferas eram originalmente feitas de lâminas de alumínio, e estas foram substituídas por outras de aço inoxidável. Um elevador sobe pela coluna central para as cinco esferas que são abertas ao público; três oferecem um registro permanente da Expo 58 e duas hospedam exibições interativas temporárias de arte e ciência.

A esfera mais alta fica a 92 metros do solo e conta com um telhado de vidro, permitindo a vista de 360º sobre a Heysel Plain em direção a Bruxelas.

Leia mais
Mini-Europe
star-4.5
8
9 excursões e atividades

Se você tem poucos dias em Bruxelas, faça um tour rápido pelos principais pontos turísticos dos países da União Europeia - todos em miniatura, no Mini-Europa. Entre as 350 detalhadas maquetes aqui expostas, os destaques arquitetônicos incluem a Torre Eiffel, o Big Ben, os canais de Veneza e a Acrópole; todos cuidadosamente reproduzidos em escalas reduzidas de 1:25.

O parque oferece uma maneira divertida para as crianças aprenderem mais sobre os países da UE e momentos significativos da sua história. Exibições interativas destacam elementos dos prédios, os trens correm nos trilhos, sinos tocam e hinos nacionais ecoam. O Vesúvio entra em erupção, o Muro de Berlim cai e matadores lutam contra os touros nas praças espanholas.

Com a expansão da UE, novos modelos chegam ao Mini-Europe. As últimas adições, em 2013, foram a Igreja de São Marcos de Zagreb, Croácia, e um diorama comemorando a sucessão ao trono belga do rei Philippe.

Leia mais
Manneken Pis
star-4.5
660
72 excursões e atividades

O Manneken Pis, uma fonte de bronze, de autoria de Jerome Duquesnoy, data de 1619. Desde então, os moradores de Bruxelas têm adotado esta estátua - de um menino pequeno urinando em uma fonte - como um símbolo de sua irreverência.

Há muitas histórias por trás do Manneken Pis, com a maioria se referindo a um menino urinando em um incêndio / dispositivo explosivo e poupando a cidade da destruição pelos exércitos invasores, ou o filho perdido de um nobre que foi encontrado mais tarde urinando em uma fonte.

A venerada estátua tem mais de 800 figurinos e muitas vezes usa as cores nacionais de dignitários visitantes. Você poderá vê-la vestida com cores de futebol ou como um encanador, ou até mesmo Elvis. Seu traje é trocado aproximadamente 30 vezes por ano. Estas ocasiões são marcadas com bandas e uma inauguração da estátua recém arrumada. Em algumas ocasiões, o Manneken Pis produz cerveja para comemorar com o povo de Bruxelas.

Leia mais
Brussels City Museum (Musée de la Ville de Bruxelles)
4 excursões e atividades

Por trás da fachada de uma estrutura neogótica cinza escura fica uma coleção de artefatos que contam a história da cidade de Bruxelas. Este detalhado prédio é conhecido como a Maison du Roi ("Casa do Rei") e é um Patrimônio Mundial da UNESCO. A estrutura também é conhecida como Broodhuis (mercado de pão), em referência a sua atuação como tal no século 13.

Desde o início do seu desenvolvimento, passando pela era medieval até os dias atuais, aprenda sobre a história da cidade através de suas tapeçarias, pinturas, esculturas e fotografias. Retábulos, porcelanas e talheres completam a coleção de objetos históricos em exposição, que cobrem tanto o desenvolvimento urbano quanto a vida social, política e cultural da capital. Visualize o passado com modelos 3D da cidade em diferentes períodos de tempo. De particular interesse é a coleção de trajes da estátua de Manneken-Pis, um emblema de Bruxelas, com quase 800 trocas de roupa.

Leia mais
Brussels Royal Palace (Palais Royal de Bruxelles)
star-5
1
42 excursões e atividades

Apesar de a família real já não chamar o Palácio Real de casa, é onde o rei e a rainha ainda tem seus escritórios e o Rei exerce as suas funções como Chefe de Estado. O prédio também abriga Salas de Estado, onde as grandes recepções são realizadas e também servem como alojamentos para dignitários.

O palácio foi construído em 1775, no local do antigo Palácio Coudenberg, que foi construído nos séculos XI e XII, mas acabou sendo incendiado em 1731.

O Palácio fica no extremo sul do Parque de Bruxelas, e no extremo norte fica o Palácio da Nação, que abriga o Parlamento belga. Diz-se que juntos eles representam a monarquia constitucional da Bélgica.

Durante o verão, o Palácio é aberto ao público, quando suas fantásticas Salas de Estado, bem como o quarto Goya com suas tapeçarias, a imponente Sala do Trono e o bem- preservado Grande Quarto Brando, do século XVIII, ficam disponíveis para visitação.

Leia mais
Sablon District
star-5
2
21 excursões e atividades

O Sablon é um bairro em Bruxelas que já foi o lar da elite da cidade. No século 15, a Igreja de Nossa Senhora do Sablon foi reconstruída, e mais tarde se tornou o local de batismos reais. O bairro começou a se expandir durante este tempo, e mais nobres se mudaram para lá, logo se tornando a parte mais rica da cidade. No século 19, a área foi transformada quando a Rue de la Régence dividiu o Sablon em duas seções. No início do século 20, ele sofreu um declínio mas, nos últimos anos, readquiriu um certo status.

Hoje você pode passear pelas ruas de paralelepípedos do Sablon e absorver um pouco de história. Os amantes de antiguidades e arte podem apreciar as galerias durante a semana e encontrar tesouros em mercados de antiguidades nos fins de semana. O bairro também se tornou o lugar perfeito para comprar chocolates belgas de marcas como Godiva, Wittamer, Pierre Marcolini e muito mais.

Leia mais
Cinquantenaire Park (Parc du Cinquantenaire)
star-4
437
14 excursões e atividades

Um grande parque público, o Parque Cinquentenário (ou "Parc du Cinquantenaire", como é conhecido em francês) é dominado por prédios construídos para a Exposição Nacional de 1880, que também comemorou os 50 anos de independência da Bélgica. A peça central do parque é um arco triunfal concluído em 1905.

Ao norte do arco fica o Museu Militar Real e ao sul, o Museu Real de Arte e História (abrigando artefatos do mundo inteiro), e o AutoWorld, um museu de carros antigos com mais de 350 carros clássicos, uma das maiores coleções da Europa.

Se você está procurando um belo lugar para relaxar, o Parque Cinquentenário é especialmente agradável no verão, quando fica cheio de moradores aproveitando ao máximo os raios do sol. Também no verão, a área em torno do arco é transformada em um cinema drive-in. Há entradas com desconto para pessoas dirigindo carros antigos e um gramado reservado para as pessoas de bicicleta ou a pé.

Leia mais
St. Michael and St. Gudula Cathedral
star-3.5
2
25 excursões e atividades

Foram necessários 300 anos para concluir a Catedral de São Miguel e Santa Gudula, e sua arquitetura abrange os estilos românico, gótico e renascentista. Os vitrais renascentistas são surpreendentes e enchem a catedral de luz. No interior, a capela não é excessivamente decorada após os saques feitos por vários exércitos invasores.

A catedral fica no topo das ruínas de uma capela românica do século 11, cujos vestígios podem ser vistos na cripta. São Miguel e Santa Gudula são santos padroeiros de Bruxelas. Todos os casamentos reais acontecem aqui e muitos concertos também são realizadas no local durante todo o ano. Aos domingos, um concerto é realizado sobre o carrilhão de 49 sinos.

Há também uma família de falcões peregrinos que vive na torre norte da catedral. Em frente à Catedral de São Miguel e Santa Gudula há um ponto de observação e, nas tardes de domingo, especialistas em aves ficam à disposição para responder a perguntas.

Leia mais
European Parliament
star-4
6
19 excursões e atividades

Bruxelas é o centro administrativo da União Europeia e os prédios Espace Léopold são onde o parlamento se reúne durante todo o ano para debater e discutir o futuro da Europa. O principal prédio do complexo do Parlamento Europeu é o edifício Paul-Henri Spaak, uma estrutura de vidro impressionante, com um teto arqueado distintivo, apelidado de "Caprice des Dieux" (capricho dos deuses) em referência a um queijo francês de semelhante forma.

O hemiciclo do Parlamento é o lugar onde ocorrem os debates, ele acomoda os 736 membros do Parlamento, vários tradutores e uma galeria para o público em geral. A forma semicircular é projetada para promover um consenso entre os partidos políticos.

Há uma série de interessantes obras de arte em exposição pública, incluindo a escultura Europa de Maio Claerhout, que se tornou uma das favoritas entre os turistas.

Leia mais

Bruxelas: outras atrações

Palace of Justice (Palais de Justice)

Palácio de Justiça

star-4
344
19 excursões e atividades

Acredita-se que o Palácio de Justiça tenha sido o maior prédio construído no século XIX, cobrindo 24.000m² e dominando a área de Sablon. Ele foi construído em uma área conhecida como Gallows Hill, com vista para as partes da cidade dominadas pela classe trabalhadora. Cerca de 3.000 casas foram demolidas para abrir caminho para o prédio - que é maior do que a Basílica de São Pedro, em Roma -, o que causou irritação nos moradores e tornoiu a palavra “arquiteto” um termo pejorativo.

O estilo do imponente prédio cinzento é descrito como assírio-babilônico. Ele é dominado por colunas e uma grande e brilhante cúpula dourada. Os tribunais foram encomendados por Leopoldo II e projetados por Joseph Poelaert, e acabou custando 45 milhões de francos belgas para ser concluído.

Saiba mais
Royal Galleries of Saint Hubert (Les Galeries St-Hubert)

Galerias Reais (Les Galeries St-Hubert)

star-3
1
17 excursões e atividades

As Galerias Reais são uma série de lojas e restaurantes cobertos por painéis de vidro em Bruxelas. Elas foram projetadas pelo arquiteto Jean-Pierre Cluysenaar em 1847 e são muitas vezes referidas como o guarda-chuva de Bruxelas.

As galerias são divididas em três seções distintas: a Galerie de la Reine, a Galerie du Roi e os Galerie des Princes. O telhado de vidro ajuda a proteger os visitantes de chuva ou frio. No passado, os visitantes tinham que pagar 25 centavos às quintas-feiras e domingos, e 10 centavos em outros dias, apenas para ter acesso a elas. É claro que hoje em dia a visita é gratuita, e mais de 6 milhões de pessoas a frequentam por ano.

As galerias têm algo para todos. Há boutiques que vendem as últimas tendências, bem como roupas mais clássicas. Lojas de acessórios vendem luvas, chapéus, guarda-chuvas e muito mais. Várias lojas de joias estão localizados aqui, juntamente com livrarias, lojas de chocolate e outras especialidades.

Saiba mais
Grand Sablon Square (Place du Grand Sablon)

Place du Grand Sablon

star-5
2
8 excursões e atividades

Sablon é uma pequena e interessante área e um dos bairros mais charmosos de Bruxelas; é um intrincado labirinto de ruas de paralelepípedos ao redor de duas praças aconchegantes, e já foi o lar dos aristocratas de Bruxelas. Toda a área é repleta de elegantes restaurantes, galerias e cafés; os terraços de barras do adorável Place du Grand Sablon, em particular, apresentam o local perfeito para desfrutar uma cerveja belga depois de um dia de passeios turísticos.

Esta praça de arcadas é uma das mais exclusivas de Bruxelas e está alinhada com casarões do séculos 15 e 16, hoje ocupados por lojas de antiguidades, delicatessens orgânicas e restaurantes caros. É difícil imaginar que um mercado semanal de cavalos já tenha sido realizado na Place du Grand Sablon, e que atualmente seja mais conhecida pela feira de livros e antiguidades realizada aos finais de semana, sob alegre toldos listrados em vermelho e verde.

Saiba mais
Royal Museums of Fine Arts of Belgium

Museu Real de Belas Artes

star-4
369
5 excursões e atividades

Bruxelas tem vários museus de primeira classe e o Museu Real de Belas Artes é o principal deles. As quatro galerias principais são adjacentes umas às outras no Royale; compreendendo Musée Old Masters, Musée Modern e o Musée Fin-de-Siècle, ligados ao subterrâneo Musée Magritte.

As renovadas e espaçosas galerias mostram a arte belga dos primitivos flamengos do século 14 até o surrealismo do século 20. Grandes mestres incluem Hans Memling, Hieronymus Bosch, Pieter Brueghel the Elder, e Lucas Cranach. Ao lado, as galerias de arte moderna estão sendo reorganizadas, por isso uma pequena parte das maravilhosas coleções - como Van Gogh ou Delvaux - são apresentadas rotativamente. O Musée Magritte, inaugurado em 2009, detém a maior coleção do mundo com mais de 200 obras do mestre surrealista belga René Magritte, incluindo o seu seminal O Domínio da Luz, bem como esculturas, desenhos, fotos e partituras musicais.

Saiba mais
Museums of the Far East

Pavilhão Chinês e Torre Japonesa

star-3
2
4 excursões e atividades

O Rei Leopoldo II queria estruturas famosas de todo o mundo representadas em sua propriedade real em Laeken, e o arquiteto Alexandre Marcel incluiu no projeto estas duas torres que representam o Japão e a China. Conta-se que o Rei Leopoldo foi inspirado por sua visita à Exposição de 1900 em Paris. As torres foram concluídas em 1904, construídas inteiramente de madeira, e ligadas por túnel. A madeira foi finalizada por especialistas de Xangai e Yokohama, e as artes e artefatos chineses e japoneses que datam do século 17 encontram-se em exposição.

A área em torno de ambas as estruturas é rodeada por um exuberante jardim, excelente para piqueniques. Os estilos culturais distintos, tanto do pavilhão chinês e quanto da pagoda japonesa se destacam do resto da arquitetura da cidade. Erguendo-se às alturas em vermelho e com pavilhões de madeira adjacentes, as torres são peças únicas de Bruxelas que não podem deixar de ser vistas.

Saiba mais
Magritte Museum (Musée Magritte)

Museu Magritte (Musée Magritte)

star-4.5
3
3 excursões e atividades

O surrealista mais amado da Bélgica, René Magritte, tem agora um museu de 2.400 metros quadrados dedicado à suas obras, o Museu Magritte. Magritte foi um membro fundador do grupo de surrealistas belgas em 1926. Seus trabalhos complexos de alguma forma foram destinados a agitar o mundo intelectual.

O museu foi inaugurado em 2009 e abriga mais de 250 obras de arte e peças de arquivo. Seu tema principal de chapéus-coco, pássaros e o torso feminino aparecem em muitas de suas obras favoritas, como Sky Bird e Empire of Light.

Uma tarde no museu já te dará uma ideia interessante sobre a cidade de Bruxelas das décadas de 1920 a 1960, bem como dos movimentos culturais que a moldaram. Acredita-se que as pinturas de Magritte tenha influenciado artistas “pop”, incluindo Andy Warhol e Jasper Johns.

Saiba mais
Autoworld

Autoworld

3 excursões e atividades

Autoworld é o lar de mais de 250 veículos incríveis de várias origens, e aborda a história do automóvel demonstrando a evolução e desenvolvimento de carros ao longo de mais de um século. As exibições incluem automóveis que são, basicamente, carruagens puxadas por cavalos na época em que os cavalos foram substituídos por volantes e motores. Há carros esportivos exclusivos da década de 1960 e um Bugatti de 1928. O museu tem até motocicletas e exposições sobre o desenvolvimento da garagem. Uma sala separada abriga carruagens, incluindo uma usada no casamento de Napoleão III, em 1853.

Os carros em exposição são todos de origem europeia ou norte-americana. Eles estão dispostos em ordem cronológica para que os visitantes possam explorar a partir das origens do automóvel e através dos diferentes desenvolvimentos ao longo da história. Há também uma linha de tempo evolutiva dos carros desde o final dos anos 1800 até 2000, incluindo uma área em branco para futuro.

Saiba mais
Horta Museum

Museu Horta

star-2
1
4 excursões e atividades

O Museu Horta, em Bruxelas, já foi a casa do arquiteto Victor Horta. Horta é considerado o pai do estilo de arquitetura Art Nouveau, e sua casa é um exemplo fantástico deste modelo. Ele construiu a casa para uso próprio e lá viveu de 1901 a 1919. Os projetos de interiores são originais, incluindo os mosaicos, vitrais, móveis e pinturas de murais. O museu também tem uma coleção de mobiliário desenhado por Victor Horta, bem como fotografias antigas, maquetes de alguns de seus outros prédios e planos explicando seu trabalho.

O museu é composto por dois prédios, a casa de Horta e o seu estúdio. Ele favoreceu madeiras quentes e ferro forjado, e um passeio através de sua casa vai revelar muitas características interessantes. Observe as formas inspiradas na natureza e na arte das culturas celtas e asiáticas. Preste atenção nas cadeiras, mesas, candeeiros, maçanetas, corrimões e candelabros.

Saiba mais
Avenue Louise

Avenue Louise

Uma excursão ou atividade

Andar pela arborizada Avenue Louise é a melhor maneira de conhecer o melhor do luxo e da moda da cidade. Grifes belgas e internacionais alinham a rua elegante, que corre paralela a Boulevard de Waterloo. Aqui você vai encontrar lojas de roupas de luxo para homens e mulheres, com algumas boutiques menores e mais acessíveis intercaladas.

A avenida foi encomendada pelo Rei Leopoldo II, em 1847, para fornecer um acesso mais direto à área Bois de la Cambre. Batizada em homenagem à sua filha, a princesa Louise, ela hoje serve como uma rua principal no coração de Bruxelas. Observe as casas arte deco, os hotéis extravagantes e os pequenos e bem cuidados parques e jardins. A avenida também é lar de alguns dos prédios de escritórios mais altos da cidade.

Para uma imersão maior, faça como um local: caminhe ao longo da avenida de 2,7 km contemplando as vitrines das lojas e o movimento cotidiano do local.

Saiba mais
Belgian Comic Strip Center

Centro de Histórias em Quadrinho Belga

9 excursões e atividades

Esta exploração de histórias em quadrinhos como arte está devidamente instalada em um prédio Art Nouveau desenhado pelo arquiteto mais famoso de Bruxelas, Victor Horta. Ele traça a história dos primeiros quadrinhos desenhados através da evolução europeia e até os dias de hoje. O museu celebra ambos heróis e criadores de muitas histórias em quadrinhos populares. Muitos reconhecem os Smurfs ou o famoso personagem Tintin das "Aventuras de Tintin", e a exposição do centro traça a história dos quadrinhos no desenvolvimento de Tintin na Bélgica, em 1929, até 1960. As histórias em quadrinhos francesas, holandesas e Inglesas, bem como de gêneros que vão da política à ficção científica e infantis, estão todos representados.

Além das coleções permanentes, os visitantes têm a opção de mergulhar em animação, uma sala de leitura, uma biblioteca de pesquisa, e uma área de conservação.

Saiba mais
Brussels Town Hall (Hotel de Ville)

Prefeitura de Bruxelas (Hotel de Ville)

8 excursões e atividades

Dominando as mansões góticas e barrocas de Bruxelas do glorioso Grand-Place de pedras no lado sul, a espetacular prefeitura tem uma fachada gótica extravagante e adições clássicas mais contidas em torno de um pátio atrás dela.

Iniciado em 1402, este amado marco local foi em grande parte projetado pelo arquiteto flamengo Jacob van Thienen, mas o seu distintivo campanário rendilhado central é o trabalho de seu compatriota Jan van Ruysbroeck, e dobra a altura da fachada, atingindo 97 metros. Ele é adornado com uma estátua de cobre de St Michael - o santo padroeiro de Bruxelas - matando um dragão. O campanário pode ser bastante útil para você se situar enquanto estiver explorando a cidade e, ocasionalmente, se perder no emaranhado de ruas da cidade velha de Bruxelas, especialmente quando fica iluminado à noite. Todo o prédio é incrustado com 294 esculturas de santos e figuras públicas, que foram adicionados por 91 artistas diferentes durante o final do século 19.

Saiba mais
Musical Instruments Museum

Museu de Instrumentos Musicais

star-4
1
5 excursões e atividades

O Museu de Instrumentos Musicais (MIM) em Bruxelas comemora a criação da música com milhares de instrumentos de todo o mundo. Em uma das seções, visitantes podem explorar diferentes instrumentos ao longo da história, desde a antiguidade até os dias atuais, enquanto uma outra seção exibe instrumentos populares da Bélgica, outras partes da Europa e de outros continentes.

Uma outra parte do museu é focada em instrumentos de cordas e teclados. Aqui os visitantes podem aprender sobre pianos, harpas, violinos e muito mais! Há também uma seção de instrumentos mecânicos, elétricos, eletrônicos, além de relógios e sinos. A estrela desta seção é o componium, que é uma orchestrion do século XIX, uma máquina que compõe automaticamente uma infinita variedade de músicas.

Saiba mais
Coudenberg (Former Palace of Brussels)

Coudenberg (Antigo Palácio de Bruxelas)

4 excursões e atividades

Encontrado no extremo sul do Parc de Bruxelles, Coudenberg marca o local do palácio original da família real belga, que foi destruído para dar lugar ao presente Palais Royal. No século 12, um pequeno castelo fortificado ficava na Colina Coudenberg, e foi gradualmente estendido e modificado por sucessivos monarcas até que supostamente se tornou um dos mais belos palácios da Europa, e a principal residência do rei Carlos V.

Em 1731, este imponente palácio foi destruído por um incêndio, mas não foi até 40 anos depois que suas ruínas foram totalmente eliminadas e o terreno preparado para a construção do hoje imponente Palais Royal. As adegas e a capela do palácio original podem ser atualmente vistas no subsolo, já que estão muito abaixo do nível da Rue Royale. Antigamente aberta, a esquecida Rue Isabelle, de calçadas medievais, encontra-se agora abaixo da Place Royale.

Saiba mais
MOOF Museum

Museu MOOF

2 excursões e atividades

O MOOF Museum, ou Museu de Figurinhas Originais, é um museu em Bruxelas dedicado aos quadrinhos. O museu apresenta tiras cômicas, itens de coleção e desenhos em quadrinhos originais. Mais de 650 estatuetas e objetos originais estão em exibição, mas a coleção completa do museu é composta por cerca de 3.500 peças, tornando-se uma das melhores coleções de memorabilia de quadrinhos do mundo. O museu possui itens de quadrinhos belgas, como o famoso Tintin e os Smurfs, assim como coleções americanas, mangá e muito mais. Os quadrinhos são exibidos próximos das placas de quadrinhos originais dos quais eles foram originados.

O Museu MOOF tem algo para todos, seja você um estusiasta por história em quadrinhos ou apenas curioso sobre esta forma de arte. No museu, você pode reviver sua infância, aprender sobre os quadrinhos que talvez você não esteja familiarizado, e desfrutar de diferentes obras de várias partes do mundo.

Saiba mais

icon_solid_phone
Reserve online ou por telefone
+55 (21) 3956-1660
+55 (21) 3956-1660