Buscas recentes
Limpar

Estamos empenhados em ajudá-lo a se sentir confiante em sair novamente. Descubra as nossas políticas de cancelamento e o que os nossos operadores estão fazendo para o manter protegido e procure atividades com fortes medidas de higiene e segurança. À medida que a conjuntura atual evolui, deve sempre verificar as regulamentações locais mais recentes sobre o seu destino.

Leia mais

Dublin Atrações

Categoria

Jameson Distillery Bow St.
star-4.5
237
17 excursões e atividades

The Old Jameson Distillery, escondida em um pitoresco beco de paralelepípedos que se abre para um pequeno pátio, conseguiu manter o charme do seu auge, no início de 1800. Embora a maior parte de suas operações já tenham se mudado para Cork, na Irlanda, a antiga destilaria é uma das principais atrações de Dublin, imperdível para os fãs de uísque, bem como aqueles curiosos sobre esta atração irlandesa. Tours acontecem diariamente e cobrem a história de John Jameson e a empresa familiar que ele criou, além do processo de fabricação do uísque. Depois de aprender sobre maltagem, moagem, trituração, fermentação, destilação e envelhecimento, os visitantes são convidados a participar da etapa final: degustação!

Para aqueles que ainda querem algo a mais, tem a opção de puxar um banco no Bar Jameson ou degustar a próxima rodada com uma refeição no restaurante The 3rd Still. Na saída, uma parada na loja de presentes é obrigatória para pegar garrafas, copos e outros produtos relacionados.

Leia mais
Guinness Storehouse
star-4.5
547
38 excursões e atividades

A principal atração da Irlanda é o Guinness Storehouse. Turistas de todos os cantos do mundo viajam para conhecer o berço da famosa bebida escura-espumante e provar uma amostra direto do barril.

Em novembro de 2000, o Guinness Storehouse foi aberto ao público oferecendo uma experiência multi-mídia. Milhares de pessoas entram todos os anos na torre em forma de pint para visitar os seus sete andares, repletos de exposições interativas, demonstrando o processo de fermentação, bem como a história por trás desta lendária bebida. Oferecendo um deleite para os 5 sentidos, os passeios auto-guiados permitem que os visitantes vejam anúncios antigos, toquem na cevada, sintam o cheiro do lúpulo, ouçam o som cascata e, finalmente, provem o produto acabado.No último andar, os visitantes fazem fila para reivindicar a pint de cortesia, oferecida no Gravity Bar. O andar completamente envidraçado proporciona uma vista de 360 ​​graus sobre a cervejaria e a cidade.
Leia mais
Molly Malone Statue
star-5
8
35 excursões e atividades

A estátua de bronze de Molly Malone homenageia o jovem destaque de uma balada local, 'Cockles and Mussels'. Como diz a canção, esta linda mulher exercia seu comércio como uma peixeira pelas ruas onde agora repousa a sua estátua, até que de repente ela morreu de uma febre. Em respeito à popular canção, uma estátua foi erguida na esquina das ruas Grafton e Suffolk, e revelada em 1988, nas celebrações do Milênio de Dublin.

Tal música tem sido adotada como um hino não oficial de Dublin, impulsionando esta heroína à fama eterna. Embora existam dúvidas sobre a real existência de Molly Malone, ela existe para os nativos de Dublin e é lembrada tanto na música, bem como em 13 de Junho, Dia Nacional de Molly Malone. A estátua também atua como um ponto de encontro popular para grupos, já que a bela e vistosa mulher com seu carrinho nunca passa desapercebida.

Leia mais
Kilmainham Gaol
star-4.5
9
15 excursões e atividades

Uma parte importante do estabelecimento da Irlanda como uma nação independente, o Kilmainham Gaol foi construído em 1787 e muitos proeminentes lutadores independentes irlandeses foram presos - e alguns executados - neste presídio durante os problemas políticos entre a Irlanda e o Reino Unido.

O republicano irlandês Robert Emmet foi enforcado aqui em 1803, e o líder do Partido Parlamentar irlandês, Charles Stewart Parnell, foi preso em Kilmainham em 1881, antes de sua vida privada - escandalosa para os padrões da época - levarem à sua queda na vida pública. O então futuro primeiro-ministro irlandês, Eamon de Valera, também foi confinado na Kilmainham por sua participação no Levante da Páscoa de 1916, que fracassou na tentativa de estabelecer uma Irlanda independente, mas testemunhou o crescimento do apoio público ao grupo republicano radical Sinn Féin. Fundado em 1905, o partido ainda é ativo em ambas as partes da Irlanda; e hoje tem cinco deputados em Westminster.
Leia mais
Jeanie Johnston Tall Ship
star-5
4
14 excursões e atividades

Uma das atrações mais populares de Dublin, o Tall Ship Jeanie Johnston e Museu da Fome é dedicado à Grande Fome de 1845-1852, quando mais de 1 milhão de irlandeses fugiram da sua devastada pátria em busca de uma nova vida na América do Norte.

Jeanie Johnston foi um dos últimos barcos a transportar irlandeses para o outro lado do Atlântico. Apesar de tempestades e das más condições do barco, nenhum dos 2500 passageiros morreu a bordo em suas 16 viagens ao Novo Mundo, um período longo e raro de sorte creditado à compaixão de seu capitão e médico.

Em uma hora de visita guiada à réplica do navio, aprende-se sobre a catastrófica praga e como a Grande Fome afetou a Irlanda e além dela. Ao passar pelas cabines mal iluminadas, você se dá conta do quanto difícil a vida no navio deve ter sido, quando quatro adultos tinham que compartilhar um beliche em cerca de 0.5 metro quadrado. No convés inferior, veja de perto as figuras de cera em tamanho real feitas dos passageiros.

Leia mais
Dublin O’Connell Street
star-3.5
6
19 excursões e atividades

Qualquer visitante passeando a pé em Dublin eventualmente vai chegar a O'Connell Street. Esta movimentada rua é a principal de Dublin, e enquanto tem apenas cerca de 400 metros de comprimento, acredita-se ser a mais larga rua urbana encontrada em toda a Europa. O'Connell Street também é famosa por suas estátuas, onde mitos como James Joyce observam o movimento das multidões. É também o lar da escultura mais alta do mundo, e é o local do Monumento O'Connell, que ainda tem buracos de bala da Revolta de Páscoa, de 1916.

A Agência Geral dos Correios, envolvida na insurreição, também fica ao longo da rua, embora sejam os prédios e estátuas históricos, lojas, restaurantes e bares que atraiam a maioria dos visitantes a O'Connell Street hoje em dia. Depois de passear por ela - passando pelos músicos de rua e excentricidades da cidade - atravesse o rio Liffey na Ponte O'Connell e siga até o Trinity College.

Leia mais
Glasnevin Cemetery Museum
star-4
158
8 excursões e atividades

Repleto de cruzes celtas e uma gigantesca torre redonda, o Glasnevin Cemitério e Museu de Dublin foi fundado em 1832 como um lugar de descanso para as pessoas de todas as religiões, quando foi proibido o sepultamento dos católicos em cemitérios protestantes.

Mais de 1,5 milhões de pessoas foram enterradas aqui, incluindo Daniel O'Connell, o líder político que fundou o cemitério, e Michael Collins - um revolucionário irlandês que ainda recebe flores no seu túmulo quase 100 anos após a sua morte.

Junto ao National Botanic Gardens e carinhosamente conhecido como Croak Park pelos nativos, há tours regulares com duração de 90 minutos pelo cemitério, que é o lar de um museu premiado que apresenta uma visão sobre a história social e política da Irlanda através das pessoas que foram enterradas aqui. Explore a Milestone Gallery, uma linha do tempo digital interativa, que lista alguns dos moradores mais famosos do cemitério de Glasnevin.

Leia mais
GAA Museum
6 excursões e atividades

Os jogos gaélicos são parte integrante de cultura irlandesa, e no estádio Croke Park, em Dublin, uma visita ao popular Museu GAA vai levá-lo através da história dos jogos até os dias de hoje. O museu se concentra nos esportes mais populares da Associação Atlética Gaélica - hurling e futebol - e você também encontrará seções dedicadas a camogie (hurling feminino), handebol, e aos Jogos Tailteann, entre outros.

Atraindo mais de um milhão de visitantes por ano, mostras e exibições audiovisuais oferecem a oportunidade de aprender sobre os jogos gaélicos: você verá uma vara Hurley que remonta aos tempos medievais, e vai aprender como são feitas também. Fatos curiosos são intercalados com os troféus e memorabilia - você sabia que teve um jogo no GAA que não pode ser terminado por causa da falta de uma bola de futebol sobrando? O piso superior o leva à popular zona de jogos interativos, onde você pode praticar suas habilidades em curling e futebol.

Leia mais
Dublin Grafton Street
19 excursões e atividades

A pedonal Grafton Street vai do extremo oeste do Trinity College até a entrada principal do St. Stephen's Green. Ligando diretamente estes famosos monumentos, Grafton Street é uma rua principal, mas também é um destino popular em si. Tanto moradores quanto visitantes de Dublin vêm a Grafton Street conferir as lojas e fazer um lanche em um dos restaurantes. No final da rua, em frente à entrada para o parque, fica também o St. Stephen's Green Shopping Centre, que amplia ainda mais a variedade de lojas da rua.

Aqueles que passeiam pela avenida também encontram entretenimento ao longo do caminho. Como grande parte da Grafton Street é fechada para carros, ela se torna um local privilegiado para artistas de rua se apresentarem.

Leia mais
Famine Memorial
4 excursões e atividades

Situado no Custom House Quay, nos Docklands de Dublin, o Memorial da Fome foi encomendado pela cidade de Dublin, em 1997, como uma forma de lembrar as vítimas da fome irlandesa de 1845 a 1849, quando mais de um milhão de homens, mulheres e crianças irlandesas morreram como resultado dos problemas exacerbados pela praga da batata.

As esculturas de bronze foram desenhadas pelo escultor Rowan Gillespie, de Dublin. Retratando um grupo de pessoas famintas tentando alcançar o porto de Dublin para uma chance de escapar para o Novo Mundo, uma visita a toda a Zona Portuária oferece uma reflexão e homenagem àqueles mortes há apenas 150 anos atrás. Um dos textos que acompanham o memorial lê "A procissão repleta da mais marcante e do mais melancólico interesse, trilhando o seu caminho doloroso e triste ao longo da linha do rio para onde a bela pilha de Custom House é distinguível ao longe..."

Leia mais

Dublin: outras atrações

Temple Bar

Temple Bar

star-4
70
53 excursões e atividades

O Temple Bar é conhecido como o bairro cultural de Dublin. Originalmente uma favela que era para ser transformada em um terminal de ônibus, tornou-se o lar de uma série de galerias de artistas e pequenos comércios que aproveitaram o baixo aluguel da década de 1980. Atualmente, o Irish Film Institute e o Temple Bar Music Centre estão entre as várias instituições culturais escondidas nas ruas estreitas de paralelepípedos do distrito.

Desde o sucesso do movimento para preservar Temple Bar, vários bares também adotaram o bairro. Embora durante o dia ele seja ideal para a família, o que acontece aqui depois que escurece não seria considerado "experiências culturalmente ricas" pela maioria. Com a movimentação noturna, Temple Bar é um local popular para tomar uma cerveja ou duas (ou três!) com os amigos, apreciar a música tradicional irlandesa e assistir as trapalhadas dos mais "alegres" à distância.

Saiba mais
Dublin Zoo

Zoológico de Dublin

star-5
5
10 excursões e atividades

Inaugurado em 1831, o Zoológico de Dublin é um dos mais antigos do mundo, e recebe mais de um milhão de visitantes todos os anos. Em uma visita ao parque de 25 hectares, você vai ver mais de 400 animais distribuídos em várias seções. Visite a Savana Africana para dar uma olhada nas girafas, rinocerontes e zebras. Confira a Floresta Tropical Gorila, e a manada de elefantes ao longo do Floresta Kaziranga Trail. Para ver tigres e macacos de Sumatra, confira as florestas asiáticas, e também fique esperto com os hipopótamos, orangotangos, chimpanzés e pandas vermelhos, répteis e aves tropicais. Uma instiuição de caridade, o Zoológico de Dublin também gerencia a EEP para o mico-leão-dourado e as cacatua-das-Molucas.

Com sede no Phoenix Park, o Zoológico de Dublin abriga duas lojas de presentes, um restaurante, cafés e quiosques. Em qualquer dia de visita ao zoológico, você também pode ver os animais serem alimentados pelos cuidadores.

Saiba mais
Dublin Phoenix Park

Phoenix Park

star-5
3
14 excursões e atividades

Abrangendo 709 hectares e ao norte do Rio Liffey, o Phoenix Park em Dublin é um dos maiores parques murados de cidade na Europa. Estabelecido como um parque de cervos reais para o Rei Charles II, em 1662, uma manada de cervos selvagens vive nas terras do parque desde então. Procure por eles na área de prado, conhecida como Fifteen Acres.

O Phoenix Park é cheio de vias arborizadas, bosques e espaços abertos pontilhados com flores silvestres. O Victorian People's Flower Gardens são uma visita popular, e ao lado de The Walled Garden e Ashtown Castle há um café que serve alimentos orgânicos frescos. Há também uma sala de chá vitoriana na Chesterfield Avenue do Phoenix Park. No verão, o parque recebe shows ao ar livre e o Phoenix Park Motor Races a cada agosto. Um local popular para um piquenique, o parque é o lar de um zoológico, com mais de um milhão de visitantes por ano, e há bicicletas disponíveis para alugar.

Saiba mais
Dublin Castle

Castelo de Dublin

star-4
5
60 excursões e atividades

O Castelo de Dublin já serviu a muitas funções desde que foi construído pelo Rei John da Inglaterra, em 1230. Naquela época, o castelo foi concebido para funcionar como um centro de defesa contra os invasores da época, os normandos, e servir como a sede do governo Inglês. Desde então, o Castelo de Dublin também já foi o local da Casa da Moeda Real, a sede da polícia e a residência de vários líderes britânicos.

Hoje em dia, os jardins do castelo são usados para alguns fins governamentais, mas são mais comumente utilizados apenas para fins cerimoniais, como a posse do Presidente da Irlanda, e para a realização de conferências, como as do Conselho Europeu. Quando tais eventos não estão ocorrendo, o Castelo de Dublin fica aberto ao público. Visitas guiadas levam os visitantes pelas diferentes áreas, compartilhando a história e a finalidade de cada construção.

Saiba mais
Trinity College Dublin

Trinity College

star-4
1
48 excursões e atividades

Bem localizado no coração de Dublin, o Trinity College se destaca como a joia da Irlanda. Considerado o melhor centro universitário do país e entre os melhores quarenta globalmente, o Trinity College tem uma reputação acadêmica estelar, além de ser um dos melhores pontos de referência de Dublin.

Fundada em 1592, a faculdade tem estado no local atual desde 1700 e exibe uma bela arquitetura georgiana desde essa época. O Campanile e o Examination Hall são muito fotografados, e a Old Library também é popular entre os visitantes, mas não é a fachada que os atrai até lá. Dentro da Old Library encontra-se o famoso Book of Kells, um texto sagrado antigo, que está em exibição em uma exposição especial.

O Trinity College está profundamente enraizado na sua história, mas muita coisa mudou desde que a instituição abriu as suas portas pela primeira vez, há mais de 400 anos atrás. Fundado pela rainha Elizabeth I da Inglaterra, o colégio era aberto apenas para protestantes.

Saiba mais
The Book of Kells

Livro de Kells

star-5
202
11 excursões e atividades

Conhecido como um dos tesouros nacionais da Irlanda, o Livro de Kells é um importante texto histórico e sagrado que data de cerca de 800 d.C., tornando-o um dos livros mais antigos do mundo. O livro recebeu seu nome da Abadia de Kells, que foi o seu lar original até que os constantes saqueamentos Vikings se tornaram uma grande ameaça a ele. Desde o século 15, ele tem ficado sob a custódia do Trinity College.

O Livro de Kells é um manuscrito iluminado criado por monges celtas e que descreve os quatro evangelhos do Novo Testamento, bem como outros textos. Escrito em latim, o livro foi traduzido e constatou-se que têm alguns erros. Contudo, esses erros são negligenciados pois o manuscrito foi criado mais para servir a um propósito decorativo e cerimonial do que a qualquer outra utilidade. Na verdade, são as ilustrações do Livro de Kells que o tornam tão notável.

Saiba mais
St. Patrick's Cathedral

Catedral de São Patrício

star-4.5
965
37 excursões e atividades

A Catedral de São Patrício (St. Patrick's Cathedral), construída para homenagear o santo padroeiro da Irlanda, é uma atração imperdível em Dublin. Ela fica ao lado do poço que São Patrício usava para batizar convertidos. A igreja original foi erguida de madeira neste local no século 5, mas foi reconstruída no final do século 13 para refletir o seu status de catedral. Alguns reparos foram feitos em 1800, mas o estilo original foi preservado o suficiente para tornar incerto quanto da estrutura medieval permanece.

Marcos na história da catedral incluem o famoso autor Jonathan Swift servindo como Decano e a primeira performance do Messias de Handel por membros da escola de coral da catedral. O túmulo do ex-Decano e a composição original da música estão em exposição na catedral como evidência destes eventos. Além desses itens, a catedral é ocupada por fileiras de estátuas, belos vitrais e decorações elegantes para os visitantes maravilharem-se ao explorá-la.

Saiba mais
St. Stephen's Green

St Stephen's Green

star-3.5
30
27 excursões e atividades

Inaugurado em 1880 como um grande parque georgiano para o povo de Dublin, nos dias ensolarados de verão o St Stephen’s Green fica lotado de famílias e grupos de amigos que relaxam à beira do lago.

Uma caminhada ao redor do parque de quase 9 hectares é quase uma aula sobre as figuras mais célebres da história irlandesa. Apropriado para um parque que foi financiado pela fortuna da Guinness, a maior estátua de todas é a de Arthur Guinness. Procure pelo busto de James Joyce pelo palco, e, no canto nordeste do parque, veja o memorial de bronze de Edward Delaney, da Grande Fome de 1845-1850. Pela exposição central de flores, veja o banco do parque, onde uma modesta placa é dedicada às chamadas "mulheres caídas" de Dublin, que foram forçadas a trabalhar em lavandarias Magdalene da cidade.

Rodeado por elegantes edifícios georgianos, St Stephen’s Green nem sempre foi tão impressionante - ele sediou chicotadas públicas e enforcamentos até o século 18.

Saiba mais
River Liffey

Rio Liffey

star-4.5
9
16 excursões e atividades

Dividindo Dublin em norte e sul, o Rio Liffey é tema de histórias e canções populares, de James Joyce a Radiohead. Enraizado na identidade cultural de Dublin, podemos apenas dizer que algumas das histórias que cercam o Liffey são mais do que míticas: por isso, se qualquer nativo lhe disser que a Guinness tem um gosto tão especial porque a água vem do Liffey, você pode falar que a água da Guinness é, na verdade, canalizada a partir das montanhas de Wicklow.

Um local popular para um cruzeiro no rio ou canoagem, nos últimos anos, o Liffey teve seus bancos trabalhados para que você possa hoje passear pelas suas passarelas e visitar os parques que ficam ao longo de muitas partes dele. A maioria das atrações de Dublin fica perto do rio, e há uma abundância de pontes para ajudá-lo a atravessar de um lado ao outro, incluindo a famosa Ponte Ha'penny, construída em 1816, e a moderna Samuel Beckett, que tem a forma de uma harpa.

Saiba mais
National Museum of Ireland - Archaeology

Museu Nacional da Irlanda - Arqueologia e História

star-4
123
12 excursões e atividades

O Museu Nacional da Irlanda é dedicado a mostrar os itens de arte, cultura e história natural irlandesa. Dos três ramos em que as coleções são divididas, a seção de arqueologia, localizada na Kildare Street, detém a mais conhecida e mais impressionante de todas as exposições.

Sua coleção de carpintaria medieval é conhecida como um tesouro e é o lar da mais completa coleção do mundo de artefatos de metal celtas, que datam das Idades de Ferro e Bronze da Irlanda. Os destaques da coleção incluem Ardaugh Chalice, considerada a melhor peça de arte céltica encontrada, e a Tara Brooch, um trabalho detalhado de joia feito no século 8. Outros artefatos são agrupados em "hordas", das quais Mooghaun e Broighter são as mais notáveis. O museu também exibe uma extensa coleção de pré-históricos trabalhos em ouro, bem como artefatos que documentam a colonização da Irlanda a partir de 7000 a.C. até a 500 a.C.

Saiba mais
National Gallery of Ireland

Galeria Nacional da Irlanda

star-4.5
2
10 excursões e atividades

Dublin é conhecida por seu clima impiedoso, e se uma garoa começa a cair do céu notoriamente cinza da cidade, um dos melhores lugares para escapar dela é a Galeria Nacional da Irlanda. Esta galeria de arte de renome começou em 1864, com apenas 112 peças, e tem crescido em seus mais de 150 anos para apresentar mais de 15 mil diferentes peças de arte irlandesa e europeia. Todos os tipos de arte estão em exposição pública permanente, e peças dos séculos 13 a 20 estão primorosamente representadas.

Além da coleção mais abrangente do mundo de arte original irlandesa, peças de destaque incluem obras de Caravaggio, Monet, Rembrandt e Van Gogh. Há um calendário rotativo de vários passeios através de diferentes seções do museu, com um dos mais populares sendo o que apresenta o trabalho de William Turner - o pintor romântico de paisagens - cujas 31 aquarelas são exibidas somente em janeiro, quando a luz do museu atinge o seu menor nível.

Saiba mais
Irish Whiskey Museum

Museu do Uísque Irlandês

star-5
13
9 excursões e atividades

Do outro lado da entrada principal do Trinity College, em Dublin, o Museu do Uísque Irlandês oferece passeios totalmente guiados onde você vai aprender a história da bebida, desde o seu início como um antídoto para os males de uma nação pobre e conturbada, até o atual renascimento em uísques artesanais. E depois da experiência completa e interativa através do museu, inaugurado em 2014, chegou a hora da degustação.

Com um especialista para orientá-lo através das diferenças de sabores dos uísques, você vai aprender a apreciar os sutis nuances da bebida. Você tem três degustações de uísque com uma entrada regular ou, se você fizer o upgrade para a admissão VIP, terá uma degustação adicional - de um uísque envelhecido -, bem como uma lembrança para levar para casa com você. Se uísque não é bem o que você gosta de tomar, o Museu do Uísque Irlandês também tem um café bar.

Saiba mais
Little Museum of Dublin

Little Museum de Dublin

star-3.5
4
8 excursões e atividades

Situado numa moradia georgiana em St. Stephen's Green, o peculiar Little Museum de Dublin conta a história da cidade de 1900 a 2000. Aberto em 2011, o museu existe através das doações de milhares de artefatos (5 mil dos quais você pode ver na vasta coleção de exibição) para esta organização sem fins lucrativos, feitas pelos habitantes da cidade.

Há três andares do museu para explorar, com exposições abrangendo tudo, desde o Levante de Páscoa de 1916 até a visita de JFK à cidade. Tem até uma exposição dedicada exclusivamente ao sucesso da banda irlandesa U2.

Nomeado para o Prêmio de Museu Europeu do Ano de 2012, uma visita ao Little Museum de Dublin oferece uma ideia de como seria viver em St. Stephen's Green há um século atrás, e o museu também abriga o aclamado cafe Hatch & Sons Irish Kitchen.

Saiba mais
Dublin General Post Office (GPO)

Agência Geral dos Correios (GPO)

10 excursões e atividades

O nome pode não ser inspirador, mas um vislumbre da imponente fachada da Agência Geral dos Correios (General Post Office - GPO) com certeza vai capturar sua atenção com seu ornamentado pórtico esculpido em pedra e estátuas icônicas marcando a linha do horizonte.

O belo prédio foi construído na O'Connell Street, entre 1815 e 1818, como a sede do serviço postal irlandês. Desenhado por Francis Johnston, a proeza arquitetônica apresenta um tema grego, com colunas greco-romanas de 17 metros de altura e uma série de colunas jônicas ladeando a entrada. Estátuas de Hibernia (deusa da Irlanda), Fidelity e Mercúrio (mensageiro dos deuses) erguem-se orgulhosas no telhado - obra do escultor John Smyth. Mas o GPO não é simplesmente um marco; suas paredes escondem uma história ilustre. O edifício foi utilizado como o principal reduto de irlandeses voluntários durante o Levante da Páscoa em 1916 e os degraus da frente foram onde Patrick Pearse fez o seu famoso discurso antes do cerco.

Saiba mais

icon_solid_phone
Reserve online ou por telefone
+55 (21) 3956-1660
+55 (21) 3956-1660