Buscas recentes
Limpar

Estamos empenhados em ajudá-lo a se sentir confiante em sair novamente. Descubra as nossas políticas de cancelamento e o que os nossos operadores estão fazendo para o manter protegido e procure atividades com fortes medidas de higiene e segurança. À medida que a conjuntura atual evolui, deve sempre verificar as regulamentações locais mais recentes sobre o seu destino.

Leia mais

Genebra Atrações

Categoria

St. Peter's Cathedral (Cathédrale St-Pierre)
star-4.5
12
19 excursões e atividades
Dos mosaicos romanos das fundações às colunas neoclássicas da sua fachada, a Catedral de São Pierre não é apenas o principal local de culto de Genebra, mas também uma fascinante viagem no tempo pelas diferentes influências que têm dominado a cidade ao longo dos séculos. Dependendo de como você se aproximar dela, você pode até pensar que a catedral seja, na verdade, um grupo de pequenos prédios amontoados, já que os sucessivos programas de construção - mais notavelmente os românicos e góticos - nunca eliminaram completamente os vestígios anteriores.

A Catedral de São Pierre está associada, entretanto, ao reformador protestante João Calvino que pregou aqui no século XVI; seu assento de madeira ainda está em exibição, parecendo pouco confortável. E se você estiver animado, ali perto fica a entrada para a torre norte da catedral, que vai recompensar a subida dos seus 157 degraus com uma das melhores vistas de Genebra.

Leia mais
Lake Geneva (Lac Léman)
star-4.5
13
35 excursões e atividades

O Lago de Genebra (Lac Léman para os nativos) é o maior volume de água da Suíça sem litoral, embora a maior parte da sua costa sul fique em território francês. O lago é cercado pelos Alpes e todos os lugares ao longo da costa oferecem paisagens de cair o queixo, bem como alguns dos imóveis mais cobiçados do mundo. Visitantes mais ativos podem nadar, mergulhar, remar e praticar windsurf nos meses mais quentes.

A extremidade ocidental do lago é dominada pela cidade de Genebra. Viajando para o leste, você entra no cantão de Vaud, cuja capital Lausanne é conhecida pelo seu Musée de l'Art Brut, uma coleção mundialmente famosa de arte marginal, bem como um museu celebrando os Jogos Olímpicos, cuja direção está situada aqui. Mais ao leste, você passa por Vevey, no coração da Riviera Suíça, antes de chegar a pitoresca Montreux, famosa pelo seu festival de jazz e pelo imponente Château de Chillon, um bastião medieval à direita na água.

Leia mais
Geneva Water Fountains (Jet d’Eau)
star-4
114
23 excursões e atividades
Se você já viu fotos panorâmicas de Genebra, provavelmente reparou no jato d'água gigante - o Jet d'Êau. Ele fica bem aonde o rio Rhône desemboca no Lago de Genebra. A fonte foi instalada no século XIX como uma singela válvula de segurança para uma instalação hidráulica e hoje em dia se transformou em um dos símbolos da cidade.

A cada segundo 590 litros de água são jorrados a uma velocidade superior a 200km/h, atingindo uma altura de até 140 metros. Nos meses mais quentes a fonte fica iluminada até as 23hs, lindo né?

Leia mais
Flower Clock (Horloge Fleurie)
star-4.5
2
19 excursões e atividades
O magistral casamento de floricultura e tecnologia, o Relógio de Flores de Genebra é o mais impressionante ponto turístico local: um relógio gigante ornamentado com mais de 6500 plantas e flores. Fica no pitoresco Jardim Inglês e o mecanismo icônico foi construído em 1955 para celebrar a fama internacional da cidade como grande produtora de relógios. Atualmente é um dos pontos turísticos mais fotografados.

Além de um monumento, o Relógio das Flores realmente funciona e é um dos maiores do mundo, com diâmetro de 5 metros e o ponteiros dos segundos medindo aproximadamente 2,5 metros. Os arranjos florais são impressionantes, compõem oito números e são replantado 4 vezes por ano. Os jardineiros fazem decorações cada vez mais elaboradas usando flores da estação.

Leia mais
Palais des Nations
star-2
1
16 excursões e atividades
O Palácio das Nações Unidas é uma estrutura monumental que faz justiça em ser considerada a casa europeia das Nações Unidas, a organização mais relevante fora de Nova York. O complexo de prédios neo-clássicos foi construído originalmente no início da década de 1930 como sede da Liga das Nações, antecessora à ONU. Atualmente sedia as maiores conferências globais e inúmeras outras reuniões menores em que diplomatas seguram as pontas para manter as relaçoes internacionais sob controle.

Os pontos altos da visita guiada são a gigante sala de reuniões, a Câmara Consular e uma exibição de presentes oficiais. Um filmezinho sobre o trabalho da ONU explica direiitinho como funcionam as coisas por lá. A entrada é gratuita para acesso do Parque Ariana. Aqui os Pavões ficam soltos pelos jardins, onde também se tem uma vista linda dos alpes.

Leia mais
International Red Cross and Red Crescent Museum
star-2
2
9 excursões e atividades
A Cruz Vermelha é uma das várias corporações associadas à Genebra. O museu exibe as atividades desde o século XIV, quando o empresário Henry Dunant vislumbrou a criação de um grupo internacional que pudesse prestar auxílio aos necessitados em tempos difíceis. A exibição mostra em ordem cronológica a ação humanitária realizada durante grandes catástrofes até os dias de hoje.

A Cruz vermelha representa uma bandeira de esperança em cenários de desastres naturais no mundo inteiro. A exibição conta tudo através de textos, vídeos, áudio, atividades interativas e também um arquivo com mais de 7 milhões de registros de prisioneiros de guerra, além da declaração dos ideais da Convenção de Genebra. O Museu Internacional da Cruz Vermelha (Vermelho Crescente para os muçulmanos) também são conhecidos como "Musée International de la Croix-Rouge" e da "Croissant-Rouge" e são considerados monumentos para a humanidade enfrentar o seu pior.

Leia mais
Brunswick Monument
9 excursões e atividades
O Monumento de Brunswick, em Genebra, é um mausoléu para Charles II, o duque de Brunswick. O Duque era um excêntrico linguista, músico e cavaleiro que veio para Genebra após ser expulso do seu ducado de Braunschweig, em 1830 e, logo depois, construindo uma fortuna em Paris. Ele deixou toda a sua fortuna para a cidade em troca de um monumento que fosse construído em sua honra. Nunca antes um mausoléu tinha sido construído em Genebra, e tal monumento acabou sendo objeto de grande debate.

O Duque faleceu em 1873 e o monumento foi finalmente construído em 1879. Criado como uma réplica dos Túmulos Scaliger, em Verona, ele foi projetado em estilo neo-gótico e fica de frente para o Lago Leman.

Leia mais
Tavel House (Maison Tavel)
star-4.5
10
4 excursões e atividades
O mais antigo exemplo de arquitetura doméstica em Genebra, a Maison Tavel traça as suas origens até o início do século 14, revelando a riqueza e o prestígio dos seus vários proprietários e da crescente importância da cidade. Quando você se aproxima, cabeças de pedra parecem vigiá-lo de cima e na torre do canto falta apenas Rapunzel para completar a impressão de conto de fadas.

Entrando nos distintivos muros de pedra escura você pode explorar a casa de inteira. A adega contém excelentes exemplos de escultura em madeira e ferro através dos séculos, enquanto o sótão possui uma maravilhosa maquete de Genebra, de meados do século 19, quando suas fortificações ainda estavam intactas. No caminho, você encontrará exposições de interiores domésticos, incluindo aposentos privados surpreendentemente claros e arejados, cozinhas totalmente equipadas e exibições de armaduras e moedas, destacando a importância das finanças para a cidade.

Leia mais
Geneva Old Town (Vieille Ville)
star-4
11
4 excursões e atividades
A parte histórica da cidade de Genebra (Vielle Ville) é uma das principais atrações, incluindo o Museu Barbier-Mueller, a Catedral de São Pedro e o Maison Tavel. Lá também se encontra o Museu Nacional da Reforma que remarca a importância religiosa da cidade durante o Protestantismo no século XVI e principalmente o trabalho do teólogo francês John Calvin que ali viveu e pregou.

Mas a importância histórica dessa área da cidade vai muito além de visitas a lugares fechados. Recomendamos explorar a região pé, se perder em meio às vielas estreitas, ruas fechadas para os carros e dar umas paradinhas em um dos inúmeros cafés pelo caminho. A Praça Bourg-de-Four é o centro tradicional da "cidade histórica" e é perfeito para um drink no final do dia.

Leia mais
English Garden (Jardin Anglais)
4 excursões e atividades
Pelo menos 20 por cento da área de Genebra é composta por parques, e o mais popular deles é o Jardim Inglês, localizado na mais exuberante área da cidade: o lago de Genebra. Desde 1854, ele tem sido ponto de encontro dos moradores e também dos turistas. Suas árvores e imponente chafariz remetem à elegancia de uma época sem grande correria. E é lá também que acontecem shows nas épocas mais quentes do ano.

Outro destaque  é o monumento nacional comemorativo a união de Genebra à Confederação Suíça em 1814. Contudo, nos últimos 50 anos, a grande estrela tem sido o relógio de flores, um dos símbolos da cidade. Um tanto quanto excêntrico, os números ficam na parte de fora do "relógio". Aqui o tempo não é marcado somente pelos ponteiros do relógio, mas também pelas flores da estação. O curioso é que o ponteiro dos segundos mede 2,28 metros ganhando o título de o mais longo do mundo.

Leia mais

Genebra: outras atrações

Patek Philippe Museum

Museu Patek Philippe (Musee Patek Philippe)

star-4.5
10
Uma excursão ou atividade
Patek Philippe é um dos nomes mais prestigiados na medição do tempo, seus relógios tendo repousado em muitos pulsos de membros da realeza desde o início da empresa em 1839. Seu museu, apropriadamente, dedica muito da sua atenção aos produtos da própria marca, de peças de extrema precisão dos dias atuais até os detalhados relógios de bolso do início do século 19. Os primeiros exemplos eram frequentemente jóias, esmaltados e estampados com os brasões do proprietário.

A coleção antiga vai ainda mais longe, traçando o desenvolvimento de dispositivos de cronometragem até cerca de 1500. O museu também abriga um significativo arquivo e biblioteca dedicada à relojoaria e mecanismos relacionados, e todo o complexo está situado em um belo prédio do início do século 20, com enormes janelas se destacando à distância.

Saiba mais
Barbier-Mueller Museum (Musée Barbier-Mueller)

Museu Barbier-Mueller

Uma das principais atrações da Cidade Velha de Genebra, o Museu Barbier-Mueller detém a maior coleção do mundo de arte e artefatos não ocidentais. O núcleo da coleção permanente inclui obras da Oceania, África e artesanato indígena das Américas, complementadas por uma importante coleção de antiguidades da Grécia, Itália e outros centros do mundo antigo.

Esqueça o que você sabe sobre as empoeiradas exposições etnológicas dos museus de história natural: aqui a excelente qualidade das exposições é combinada à apresentação inteligente, com exposições regulares destacando vários aspectos da coleção. Da cerâmica Mali a joias de jade pré-colombianas, da estatuária romana às máscaras da Papuásia, o Museu Barbier-Mueller é o resultado de um trabalho minucioso de coleta e pesquisa por quase um século.

Saiba mais
Maison Cailler

La Maion Cailler Chocolaterie

star-4.5
43
7 excursões e atividades
Você já assistiu ao filme "Charlie e a fantástica fábrica de chocolate" na infância e desejou que pudesse visitar um lugar tão mágico quanto? O seu sonho pode virar realidade! Não tem lugar mais apropriado pra mergulhar no mundo do chocolate como a tradicional fábrica La Maion Cailler Chocolaterie.

A exibição mostra aos visitantes a origem do chocolate desde os Astecas, no México, que bebiam chocolate antes das batalhas. Fala também sobre o navio que trouxe as primeiras sementes de cacau para a Europa sob o comando do Imperador Carlos V. Ele foi um dos primeiros europeus que tiveram o prazer de provar essa delícia marrom. Por fim, o chocolate chegou na Suíça e hoje em dia é um dos produtos de exportação de maior sucesso. E também é lá na Suíça que existe o maior consumo per capita de chocolate no mundo.

Saiba mais
Penthes Estate (Le Domaine du Château de Penthes)

Castelo de Penthes (Château de Penthes)

3 excursões e atividades
Localizado no município de Pregny-Chambesy, perto de Genebra, o Castelo Penthes é um castelo luxuoso que abriga dois museus: o Museu dos Suíços no Exterior e o Museu Militar de Genebra. O castelo fica no meio do montanhoso Empress Park (batizado em homenagem a Josephine de Beauharnais, esposa de Napoleão I) e oferece excelentes vistas para o Lago Genebra e os Alpes suíços.

O Museu dos Suíços no Exterior é dedicado a mostrar a história dos cidadãos suíços que tiveram algum impacto na história de outros países, incluindo artistas, exploradores, banqueiros, inventores e muitos outros. A coleção inclui documentos, tais como patentes militares e cartas de demissão, revistas, jornais, fotografias e selos, bem como livros, fotos, esculturas, uniformes, bandeiras, medalhas e outros pertences pessoais. O Museu Militar de Genebra apresenta armas, uniformes e outros documetos do exército suíço.

Saiba mais
Carouge

Carouge

star-4
123
3 excursões e atividades
Carouge é aonde Genebra relaxa. E sempre foi assim: o que hoje é um subúrbio começou a sua vida fora das muralhas da cidade na metade do século XVIII. Era uma porção de terra que pertencia ao reino de Sardenha e quem imaginaria que serviria de refúgio para católicos e outras minorias do protestantismo de Genebra. A região ainda exibe hoje o cunho arquitetônico italiano.

O charmoso distrito se transformou no decorrer dos anos em um centro boêmio, com fabricação de cerveja artesanal e uma vasta seleção de bares para se visitar a noite. O "Place du Marché" é o coração do distrito com a peculiar igreja em estilo arquitetônico Italianate em uma ponta e uma tradicional feira que opera a mais de 300 anos no local.

Saiba mais
Rousseau Island (Ile Rousseau)

Ilha Rousseau (Ile Rousseau)

star-4
5
Uma excursão ou atividade
No local em que o rio Ródane encontra o Lago Genebra, onde as margens norte e sul da cidade ficam de frente uma para a outra, você encontrará Ile Rousseau, o coração verde e sereno de Genebra. Quatro séculos atrás, esta era uma posição altamente estratégica, e a ilha deve a sua forma incomum de "seta" à sua função original como uma fortaleza.

Tudo está muito mais calmo hoje em dia por aqui; com álamos italianos, salgueiros e vistas deslumbrantes da cidade, este é um lugar para descanso e contemplação, e um restaurante oferece refeições aos visitantes. É natural, então, que a ilha seja nomeada segundo o nativo Jean-Jacques Rousseau, o grande filósofo do século 18 cuja estátua encontra-se aqui em vigia desde 1835.

Saiba mais

icon_solid_phone
Reserve online ou por telefone
+55 (21) 3956-1660
+55 (21) 3956-1660