Buscas recentes
Limpar

Estamos empenhados em ajudá-lo a se sentir confiante em sair novamente. Descubra as nossas políticas de cancelamento e o que os nossos operadores estão fazendo para o manter protegido e procure atividades com fortes medidas de higiene e segurança. À medida que a conjuntura atual evolui, deve sempre verificar as regulamentações locais mais recentes sobre o seu destino.

Leia mais

Cracóvia Atrações

Categoria

Krakow Old Town (Kraków Stare Miasto)
star-4
1
44 excursões e atividades
A praça central (Rynek Główny) toda em paralelepípedos da antiga Cracóvia é a maior da Europa Central e também tem sido o epicentro da vida social, religiosa e política da cidade desde a Idade Média. Hoje ainda é o coraçao moderno da cidade, repleta de arcadas Renascentistas esplêndidas da Sukiennce (galeria de roupas), a multi-facetada Basílica de Santa Maria e uma infinidade de cafés e bares.

Da praça, as vielas medievais se desdobram em todas as direções e atraem a atenção da maioria dos turistas. Nesse distrito se encontram igrejas barrocas e um conjunto de arquiteturas Gótica, Renascentista e Barroca, assim como 25 museus sobre vários temas desde o Manga Japonês a fotografia e vitrais. As coleções históricas podem ser visitadas em alguma das filiais do Museu Nacional e no Rynek Underground abaixo do Cloth Hall.

Leia mais
Oskar Schindler's Factory (Fabryka Schindlera)
star-4
19
67 excursões e atividades

Oscar Schindler era um nazista rico alemão que empregou centenas de judeus em sua fábrica na Cracóvia, e que, eventualmente, salvou muitas vidas. O papel de Schindler nesse incidente foi imortalizado no filme de Steven Spielberg, "A Lista de Schindler".

Desde junho de 2010, a antiga fábrica de Schindler tem abrigado uma exposição interativa permanente, visualmente deslumbrante e emocionante, sobre a ocupação nazista da Cracóvia. Os horrores do regime são mostrados, desde os primeiros dias de trégua entre poloneses e alemães até o genocídio em massa de judeus e poloneses, em campos de concentração como Auschwitz-Birkenau. As peças multimedia e dioramas em 3-D da exposição “Krakow Under Nazi Occupation 1939-1945” trazem à realidade as atrocidades, a liquidação de 3 mil judeus do gueto Podgorze em 1943 e os útimos dias da guerra.

Leia mais
Kazimierz (Krakow Jewish Quarter)
star-5
5
115 excursões e atividades
O Kazimierz - ou Bairro Judaico - foi, durante muito tempo, uma cidade independente com suas próprias leis. Sua história colorida foi determinada pela sua população mista judaica-polonesa, e embora a estrutura étnica seja totalmente diferente hoje em dia, a arquitetura oferece uma boa perspectiva do seu passado, com áreas claramente distintas do que eram bairros cristãos e judaicos. O subúrbio é o lar de muitos pontos turísticos importantes, incluindo igrejas, sinagogas e museus. A parte ocidental de Kazimierz era tradicionalmente católica, e embora muitos judeus tenham se instalado aqui desde o início do século XIX até a II Guerra Mundial - por exemplo, o principal hospital judaico ficava em ul Skawinska - o bairro preserva muito do seu caráter original, completo pelas suas igrejas.

Uma pequena área de cerca de 300m x 300m ao nordeste da Igreja Corpus Christi, a área judaica de Kazimierz tornou-se, com o passar dos anos, um centro de cultura judaica como nenhum outro no país.

Leia mais
Rynek Glowny (Main Market Square)
182 excursões e atividades

Medindo 200m x 200m, Rynek Główny da Cracóvia é a maior praça urbana medieval da Europa e um dos melhores projetos desse tipo. A sua disposição, baseada na de um castro (acampamento militar romano), foi elaborada em 1257 e é mantida até hoje, embora os prédios tenham mudado substancialmente ao longo dos séculos. A maioria deles agora parece neoclássico, mas não deixe que as fachadas o enganem - as estruturas básicas são muito mais antigas, como pode ser visto pelas suas portas, detalhes arquitetônicos e interiores.

Aqui você vai encontrar o Cloth Hall (o mais antigo centro comercial do mundo, com 700 anos), a torre gótica da Prefeitura, do século 13, a magnífica Basílica da Virgem Maria gótica do século 14, e a pequena igreja de St Adalbert.

Leia mais
St. Mary's Basilica (Kościól Mariacki)
star-5
3
105 excursões e atividades
As majestosas torres multifacetadas da Basílica de Santa Maria dominam o canto nordeste da Praça Central de Cracóvia, a Rynek Glówny. A igreja está lá desde os tempos medievais, mas a construção atual feita em tijolos vermelhos e estilo gótico data de 1320. Foi erguida em substituição à igreja original, destruida pela invasão dos Mongóis no século XIII. A torre norte foi erguida com 80 metros de altura e inicialmente usada como torre de observação.

O seu interior é belissimamente decorado com um céu azul estrelado no teto, muitos ornamentos góticos e belos vitrais que permitem a entrada dos raios de sol. O altar talhado em madeira é uma obra à parte. Construido pelo artesão alemão Veil Stoss em 1489, levou 12 anos para ficar pronto. Ele possui 13 metros de comprimento e foi talhado com cerca de 200 imagens bíblicas. O altar está aberto para visitações diariamente a partir das 11h50 da manhã, recomendado para quem quer apreciar as belas imagens da vida da Virgem Maria.

Leia mais
Divine Mercy Sanctuary (Sanktuarium Bozego Milosierdzia)
star-5
3
26 excursões e atividades
O Santuário da Divina Misericórdia é uma igreja situada nos arredores da Cracóvia, na Polônia. A igreja foi consagrada em 1891 e dedicada a São José e originalmente construída como parte do convento das Irmãs de Nossa Senhora da Misericórdia.

A igreja abriga o túmulo de Santa Faustina, uma freira que teve uma visão de Jesus em 1931. Diz a lenda que quando ele apareceu para ela, a instruiu a encomendar uma imagem dele com as citações "Jesus, Eu confio em Ti". Esta imagem, pintada por Adolf Hyla, se espalhou em cópias e reproduções pelo mundo inteiro. Santa Faustina descansa em um caixão de mármore branco abaixo da imagem original de Jesus Misericordioso, juntamente com outras relíquias. É um lugar popular de peregrinação para os católicos de todo o país e até mesmo de outras partes do mundo. Anexada à igreja, uma torre oferece vistas espetaculares da cidade.

Leia mais
Cloth Hall (Sukiennice)
star-5
1
75 excursões e atividades
O prédio central da extravagante praça principal de Cracóvia (Rynek Główny), o Salão do Pano tem ocupado o mesmo local em várias formas por cerca de 800 anos, mas foi originalmente construído para abrigar os comerciantes têxteis locais. Desde seu humilde início como um pequeno mercado ao ar livre, o salão de estilo renascentista hoje mede 108 metros de comprimento e abriga o maior e melhor mercado de lembrancinhas de Cracóvia, com barracas no térreo vendendo ovos pintados, jóias de âmbar, fantoches de madeira e produtos orgânicos. O salão fica gloriosamente iluminado à noite.

No primeiro andar do Palácio do Pano encontra-se a encantadora Galeria de Arte Polonesa do Século XIX (Galeria Sztuki Polskiej XIX wieku w Sukiennicach). Recentemente renovada, ela reabriu em 2010, e suas obras são exibidas em elegantes salões renascentistas. Os destaques são as duas enormes obras satíricas do artista polaco nacionalista Jan Matejko.

Leia mais
Ghetto Heroes Square (Plac Bohaterów Getta)
star-4.5
64
41 excursões e atividades
Em março de 1941, milhares de judeus de Cracóvia foram deslocados à força e encarcerados no gueto Podgórze, ao sul de Kazimierz. Durante a Segunda Guerra Mundial, Plac Zgody, uma grande praça no coração do gueto, era o ponto de partida para os judeus que embarcavam nos trens para Paszów com destino a Auschwitz e outros campos de concentração. Desde então, foi renomeada Praça dos Heróis do Gueto em homenagem aos judeus deportados.

Hoje toda a praça serve como um memorial aos judeus de Cracóvia. Projetada pelos arquitetos locais Piotr Lewicki e Kazimierz Latak, o memorial dispõe de 70 cadeiras vazias distribuídas em um espaço aberto - um lembrete comovente do mobiliário, da bagagem e outros pertences pessoais que ficaram na praça após as deportações finais e o arrasamento do gueto em 1942 e 1943.

Leia mais
Old Synagogue (Stara Synagoga)
25 excursões e atividades
Construída durante o século XV, e combinando estilos arquitetônicos alemães e góticos boêmios, a Antiga Sinagoga (Stara Synagoga) é a mais antiga sinagoga de toda a Polônia. A estrutura foi reconstruída em 1570 pelo arquiteto italiano Mateo Gucci, que acrescentou uma estética renascentista, e foi posteriormente renovada várias vezes ao longo do início do século XX. Durante a Segunda Guerra Mundial, os alemães assumiram o prédio e ele foi usado como um armazém, quando os móveis e o teto foram destruídos.

Hoje em dia, a sinagoga reconstruída abriga um museu de história e cultura judaica. A sua coleção inclui itens cerimoniais judaicos, cortinas Ark, adornos de Torá, roupas e peças de artesanato, bem como uma exposição permanente sobre a família e a vida privada.

Leia mais
Planty Park
25 excursões e atividades

Ao redor da Cidade Velha em Cracóvia, o Parque Planty se estende por cerca de 4 km e abrange mais de 21 hectares. Ele foi criado no início do século XIX para tomar o lugar dos muros da Cidade Velha, após eles terem sido destruídos. O parque faz parte de uma rede de jardins projetados em estilos diferentes, ligados por passarelas e gramados, e cobertos por uma variedade de fontes e esculturas.

Andar pelo Parque Planty é como caminhar através da história de Cracóvia. Você irá passar por um pequeno segmento do antigo muro, assim como pelo portão Florianska Gate, de estilo gótico do século XIII, e pelo Barbakan, um forte defensivo datado de 1499. Outros marcos notáveis incluem um mosteiro carmelito que já foi usado como uma prisão austríaca, o palácio do bispo do século XVII - de onde o Papa João Paulo II uma vez ascenou da janela para os residentes de Cracóvia -, e a Igreja Mãe de Deus, construída em 1635.

Leia mais

Cracóvia: outras atrações

Wawel Cathedral (Katedra Wawelska)

Catedral de Wawel

star-4.5
4
65 excursões e atividades
A Catedral de Wawel - ou Katedra Wawelska - presenciou a maioria das coroações, funerais e sepultamentos de monarcas e ditadores da Polônia ao longo dos séculos, e ao passear em torno dos grandiosos monumentos funerários e sarcófagos reais é como fazer uma viagem pela história polonesa. A catedral é tanto uma extraordinária realização artística quanto um santuário espiritual da Polônia. A construção que você vê hoje é a terceira igreja neste local, consagrada em 1364. A catedral original foi fundada em algum momento após a virada do primeiro milênio, pelo rei Bolesław Chrobry, e substituída por uma construção românica maior em torno de 1140. Quando incendiada em 1305, somente a Cripta de São Leonardo resistiu.

A atual Catedral de Wawel é basicamente uma estrutura gótica, mas capelas em diferentes estilos foram construídas em torno dela mais tarde. Antes de entrar, observe a porta de ferro maciço e, pendurados em uma corrente à esquerda, enormes ossos de animais pré-históricos.

Saiba mais
Chopin Concert Hall (Chopin Gallery)

Palácio de Bonerowski

2 excursões e atividades
O Palácio de Bonerowski é um hotel de luxo no coração da Cidade Velha de Cracóvia. Datado do século XIII, ele foi significativamente renovado no século XIX, quando todo o prédio foi erguido em três andares e uma nova escadaria foi adicionada.

Um Patrimônio Mundial da UNESCO, o prédio tem muitas características notáveis, incluindo um lustre de 21 metros de comprimento no lobby (o maior da Europa), um pilar gótico no primeiro andar e uma policromia do século XVII no segundo andar. Foi inaugurado como um hotel em 2007 e considerado o melhor hotel de luxo na Polônia. O palácio está perfeitamente localizado para explorar a Cracóvia, já que fica a uma curta distância de uma série de atrações importantes, incluindo o Museu Czartoryski, o prédio Collegium Maius da Universidade Jagiellion, a Igreja Dominicana, a Igreja Franciscana e a fortaleza Barbakan.

Saiba mais
Great Barbican

Barbican

star-5
17
47 excursões e atividades
Em 1499, a Cracóvia era uma cidade rica sob constante ameaça de ataque, especialmente pelos violentos otomanos. Então, eles construíram uma fortaleza. O Barbican é tanto o principal ponto de entrada para a cidade quanto uma enorme estrutura de defesa marcada por sete torres. Hoje em dia, mais parece um portão de conto de fadas para a cidade, mas naquela época ou era um alívio enorme alcançá-lo são e salvo, ou um sinal do fracasso do plano de ataque à cidade.

O verdadeiro acesso para a cidade era o portão de St Florian, conectado ao Barbican por uma passagem coberta. Mas o Barbican e a série de fossos e muralhas que o isolam, abraçando a cidade, foram o primeiro local de entrada para a Cracóvia durante a Idade Média. Atualmente, você ainda entra na Cidade Velha através do impressionante Barbican.

Saiba mais
Podgórze

Podgorze

14 excursões e atividades
Podgorze é um distrito de Cracóvia, na margem sul do rio Vístula e na base da colina Lasota. Antigamente ele era uma cidade separada, mas em 1915, quando o Império Austro-Húngaro estava começando a entrar em colapso, a cidade foi incorporada a Cracóvia. O bairro foi o lar de uma grande população judaica, e milhares de seus moradores foram enviados para campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial. Diversos sinais do passado do bairro ainda podem ser encontrados por aqui. Um memorial significativo é o Plac Bohaterow Getta (Praça dos Heróis do Gueto), um monumento com grandes cadeiras de metal, que homenageia os heróis do gueto e as vítimas do Holocausto. É aqui que muitos esperavam para embarcar nos trens que os levavam aos campos de concentração de Auschwitz e Birkenau.

Existem vários outros memoriais, incluindo a Farmácia sob a Águia e o Memorial Acampamento Plaszow. A fábrica de Schindler, que hoje em dia é um museu, também fica aqui neste distrito. Esta é a fábrica em que a história do filme A Lista de Schindler é baseada.

Saiba mais
Eagle Pharmacy (Apteka pod Orlem)

Museu Pharmacy Under the Eagle

19 excursões e atividades
A farmácia de Tadeusz Pankiewicz, no coração de Podgórze, operou bem até 1941, quando os nazistas fecharam a área ao redor e criaram um gueto para a comunidade judaica. E embora tenha-se oferecido que Pankiewicz mudasse para o outro lado da cidade na época, ele optou por ficar ali, onde podia fornecer medicamentos e produtos farmacêuticos que não só eram utilizados para a cura, mas também para ajudá-los a enganar a Gestapo. Muitos moradores usavam tinturas de cabelo para disfarçar sua identidade, por exemplo, ou até mesmo tranquilizantes para acalmar as crianças durante os ataques. A farmácia em si foi muitas vezes usada como um abrigo para judeus que escapavam da deportação para os campos.

A farmácia é atualmente parte do Museu Histórico da Cracóvia e foi restaurada à sua aparência nos tempos de guerra. Exposições multimídia e vários artefatos, bem como inúmeros depoimentos de sobreviventes do Holocausto e poloneses, informam os visitantes sobre a realidade da vida no gueto.

Saiba mais
National Museum

Museu Nacional

5 excursões e atividades
Maior museu de toda Cracóvia, o Museu Nacional, na verdade, é a filial regional (e mais importante) do Museu Nacional da Polônia. São mais de 21 departamentos somente na Cracóvia, constituídos de 12 oficinas de conservação, 2 bibliotecas e 11 galerias, cada um dividido pelo período artístico, com um total de mais de 780 mil obras de arte.

O museu surgiu depois que Henryk Siemiradzki, um dos pintores mais famosos da Polônia, ofereceu uma de suas obras à cidade de Cracóvia; logo depois, centenas de outros artistas e colecionadores começaram a fazer o mesmo - obrigando a cidade a aprovar uma moção especial para abrigar esta inestimável coleção. Com a criação do museu, o governo polonês queria promover as conquistas da comunidade artística da Cracóvia e as artes plásticas em geral para o povo da Polônia, e, finalmente, para os visitantes do mundo inteiro.

Saiba mais
Archaeological Museum of Krakow (Muzeum Archeologiczne w Krakowie)

Museu de Arqueologia da Cracóvia

5 excursões e atividades
Embora não seja tão grande quanto outros museus de arqueologia do mundo, o da Cracóvia tem a particularidade de ser o lar do único deus eslavo do mundo a ser descoberto em todos os tempos - uma peça feita de pedra com quatros faces e 2,4 metros de altura. Existem centenas de outros artefatos dentro do museu, e ele oferece informações fascinantes sobre os povos antigos que já comandaram a Europa Oriental.

A coleção permanente consiste de duas exposições: uma cobrindo a Pré-História e a Idade Média, que incide sobre a evolução dos homens das cavernas até os primeiros medievais poloneses; e outra chamada 'Deuses do Antigo Egito', exibindo uma coleção incrível de antiguidades egípcias. Há também um espaço reservado para coleções temporárias, que ganharam uma boa reputação ao longo dos anos por serem particularmente interessantes.

Saiba mais
St. Adalbert Church (Kościól Św. Wojciecha)

Igreja de Santo Adalberto

18 excursões e atividades
Esta igreja é uma das mais antigas construções religiosas em pedra da Polônia, com algumas das suas relíquias mais antigas datando do século 10. Ela existe há tanto tempo que o seu piso é, na verdade, situado a cerca de dois metros abaixo do nível atual da praça, tendo sido coberto com diferentes camadas de pavimento ao longo dos séculos. A igreja passou por várias reformas de acordo com o estilo que estava em alta de uma época para a outra, mas tem-se mantido relativamente intocado desde que foi remodelada em estilo barroco em meados de 1610. Ao contrário da grandiosa Basílica de Santa Maria, na outra extremidade da praça, a Igreja de Santo Adalberto é bem pequena e limitada.

Segundo a lenda, a igreja teria sido erguida no local onde Santo Adalberto pregou um sermão famoso antes de sair em uma missão para trazer o cristianismo para a Prússia, o que levaria à sua morte prematura como mártir.

Saiba mais
Krakow Ethnographic Museum (Muzeum Etnograficzne w Krakowie)

Museu Etnográfico

7 excursões e atividades
Encontrado na antiga prefeitura de Kazimierz - uma obra-prima renascentista por si só - o excelente Museu Etnográfico (Muzeum Etnograficzne) deveria estar em qualquer roteiro turístico. O museu abrange a história e a cultura da Polônia através dos tempos, com reconstruções detalhadas de quartos, salas de aula e cozinhas rurais dos camponeses do século XIX.

O museu também tem uma bela coleção de instrumentos musicais tradicionais, coloridos trajes típicos e utensílios do cotidiano utilizados no manuseio do couro, esculturas em madeira e agricultura. Mas o destaque de uma visita continua sendo a exposição de presépios de Natal ricamente decorados chamados de szopki, que são tradicionalmente pintados de vermelho, verde e dourado e se assemelham a igrejas ortodoxas.

Saiba mais
Hipolit House (Kamienica Hipolitów)

Casa Hipolitów

6 excursões e atividades
A Casa Hipolitów é uma filial do Museu Histórico da Cidade de Cracóvia, contendo recriações dos interiores de moradias do século 17 ao início do século 19. A casa representa uma típica moradia de Cracóvia desta época. O exterior do prédio tem uma grande fachada com um hall de entrada central. Uma escada estreita leva os visitantes aos andares superiores da casa de três pisos. Os visitantes podem ainda ver, no primeiro andar, a decoração de estuque por Baldassare Fontana, cuidadosamente preservada desde o final do século 17.

A exposição permanente, Bourgeois House, mostra como os interiores das casas mudaram ao longo dos séculos. Os visitantes podem ver nesta exposição como os antigos cidadãos ricos de Cracóvia viviam. Móveis, pinturas, tecidos, enfeites, relógios antigos e uma variedade de outros objetos mostram como os moradores organizavam as suas casas. Através desses detalhes, os visitantes podem obter um vislumbre de como era a vida para a classes mais abonadas da época.

Saiba mais
Jan Matejko House (Dom Jana Matejki)

Casa de Jan Matejko

6 excursões e atividades
Bem-vindo ao universo de Jan Matejko! O famoso artista, considerado um dos mais famosos pintores polacos, é celebrado pelas suas vívidas descrições de eventos políticos e militares inspirados na história polonesa. Alguns de seus trabalhos de maior destaque incluem a Batalha de Grunwald, a União de Lublin, Rejtan, bem como diversos retratos de reis poloneses que estão expostos em vários museus nacionais na Polônia.

A casa de três andares é o local onde o pintor costumava trabalhar e viver, e foi transformada em um museu biográfico no final de 1800, logo após sua morte. A casa ainda é decorada com obras de arte encomendadas pelo próprio Matejko, que agora são particularmente valiosas, já que ele era um colecionador influente. Centenas de objetos e quinquilharias que pertenciam a Matejko e foram coletadas ao longo dos anos compõem a relativamente pequena, mas altamente significativa, coleção.

Saiba mais
Józef Mehoffer House (Dom Józefa Mehoffera)

Casa de Józef Mehoffer

5 excursões e atividades
Muitas vezes considerado um dos melhores artistas da Polônia, Jozef Mehoffer (que também vem a ser um dos alunos de Jan Matejko) foi um artesão de vitrais muito talentoso, cujas obras podem ser admiradas em várias igrejas, tanto na Cracóvia quanto em toda a Galícia. Esta é a casa onde ele costumava viver e trabalhar até sua morte, em 1946, juntamente com outros artistas do movimento jovem da Polônia, na virada do século 20.

A casa ainda é decorada com mobiliário Art Deco de bom gosto, tesouros japoneses, bugigangas iconográficas e obras de arte impressionistas; assim, oferece uma perspectiva autêntica de como era a vida em uma casa burguesa na época, em uma espécie de viagem no tempo. A própria casa está em condição notável e apresenta centenas de roseiras: a Casa de Jozef Mehoffer inclusive é conhecida por seu belo café no jardim, o Meho Café, um dos segredos mais bem guardados da Cracóvia.

Saiba mais
Archdiocesan Museum (Muzeum Archidiecezjalne w Krakowie)

Museu da Aquidiocese

5 excursões e atividades
O Museu da Aquidiocese do cardeal Karol Wojtyla foi originalmente fundado em 1905, embora não tenha sido aberto ao público até 1994. Ele foi criado para comemorar e instruir o público sobre o legado artístico do bispado da Cracóvia. Os prédios de número 19 e 21 da rua Kanonicza, que abrigam o museu, datam do final do século XIV e hoje contam com mais de 600 obras de arte exibidas em 16 salas. O falecido Papa João Paulo II, anteriormente conhecido como Karol Wojtyla, já residiu ali quando era um jovem sacerdote e novamente quando era o arcebispo de Cracóvia. O museu foi batizado em sua homenagem em 2005 e os visitantes podem ver o quarto onde ele viveu de 1958 a 1967, assim como muitos dos seus pertences, incluindo seus esquis.

O museu exibe uma variedade de arte sacra dos séculos XIII a XVIII, incluindo artefatos religiosos, esculturas e pinturas. Há também um tesouro de presentes oferecidos ao Arcebispo por chefes de estado estrangeiros e um conjunto de móveis desde 1905.

Saiba mais
Cricoteka (Centre for the Documentation of the Art of Tadeusz Kantor)

Museu Tadeusz Kantor (CRICOTEKA)

5 excursões e atividades
O Museu CRICOTEKA é um teatro, espaço para exposições e livraria dedicado a uma marca de teatro experimental e ao residente local que o criou em 1955: o controverso dramaturgo, desenhista, diretor e artista Tadeusz Kantor. Os visitantes do museu irão percorrer os sets teatrais bizarros com assustadores manequins, marionetes e fantasias em exposição. Também tem uma galeria apresentando o trabalho de Kantor em Ulica Sienna, que abrigava a sua companhia de teatro Cricot 2, bem como frequentes exposições temporárias de arte inspiradas nas suas ideias.

Uma visita ao museu oferece uma mudança de ares dos monumentos e prédios históricos da Cracóvia, apresentando um lado mais contemporâneo da cidade. Os visitantes poderão apreciar a arquitetura moderna do museu - uma antiga central elétrica transformada em espaço de exposição de frente para o rio com um exterior de metal oxidado e vidro preto - e belíssimas vistas da cidade e do rio Vístula.

Saiba mais

icon_solid_phone
Reserve online ou por telefone
+55 (21) 3956-1660
+55 (21) 3956-1660