Buscas recentes
Limpar

COVID-19: Verifique as restrições locais para turistas e saiba no que estamos trabalhando para ajudá-lo a manter-se seguro e os seus planos flexíveis. Saiba mais.

Leia mais

Moscovo Atrações

Categoria

Red Square (Krasnaya Ploshchad)
star-4.5
48
307 excursões e atividades
A Praça Vermelha é a praça central de Moscou, logo ao nordeste do famoso Kremlin. Ela, que já foi um espaço de mercado, ao longo dos anos também já testemunhou muitas cerimônias e proclamações públicas, coroações e, durante a era soviética, desfiles militares. Juntamente com o Kremlin, foi nomeada Patrimônio Mundial da UNESCO em 1990, um dos primeiros locais na União Soviética a receber tal designação. Hoje em dia, a Praça Vermelha também serve como um importante local de shows, com Paul McCartney, Red Hot Chili Peppers e Shakira entre as estrelas que se apresentaram aqui recentemente.

A entrada principal da Praça Vermelha é pelo Portão da Ressurreição, que foi reconstruído em 1995 para reproduzir o portão que foi originalmente concluído em 1680. No centro dessa entrada fica uma pequena capela com um ícone conhecido como Iverian Virgin. Não é raro ver as multidões se reunindo em torno da capela durante todo o dia.

Leia mais
Moscow Kremlin
star-3.5
15
235 excursões e atividades
Um dos pontos turísticos mais emblemáticos de toda a Rússia, o Kremlin de Moscou é uma fortaleza enorme assentada ao longo das margens do rio Moskva. Primeiro, sede do Grão-Duque Russo, em seguida, residência dos czares Romanov e depois casa para líderes soviéticos como Lênin e Stalin, o Kremlin hoje serve como residência oficial do presidente da Federação Russa. Apesar disso, grande parte do complexo está aberto ao público diariamente, incluindo a torre do sino, várias catedrais, o Palácio do Patriarca e o famoso arsenal.

Uma vez que o edifício mais alto na Rússia, o Ivan, o Grande Bell Tower, oferece vista excelente ao redor da cidade e da Catedral da Assunção, a Catedral de Arcanjo e a Catedral da Anunciação em torno da Praça da Catedral oferecem aos visitantes do Kremlin um vislumbre da vida religiosa russa. O arsenal, porém, é o que vai lhe tirar o fôlego, com a sua impressionante coleção de jóias, armaduras, armas e antigas relíquias russas.

Leia mais
Cathedral of Christ the Savior (Khram Khrista Spasitelya)
star-5
1
162 excursões e atividades
A Catedral de Cristo Salvador foi originalmente encomendada pelo czar Alexander I após a derrota de Napoleão na Rússia, mas sua construção não começou até 1839. Projetada por um arquiteto famoso de São Petersburgo, foi inspirada na Hagia Sophia em Istambul.

A catedral foi finalmente consagrada em 1883, mas não durou muito, apenas até os soviéticos a destruírem em 1931 para oferecer espaço para o que teria sido um grande palácio dos Sovietes. O palácio, no entanto, nunca foi construído e, em vez disso, uma piscina ocupou esse lugar por várias décadas. Em meados da década de 1990, o prefeito de Moscou se reuniu com a Igreja Ortodoxa Russa para reconstruir a catedral, o que começou a ser feito em 1994.

Com doações de mais de um milhão de residentes de Moscou, a nova igreja seguiu o projeto original, mas com melhorias modernas. Com 103 metros de altura, é a mais elevada igreja ortodoxa no mundo e pode acomodar cerca de 10 mil visitantes.

Leia mais
GUM Department Store
star-4.5
158
155 excursões e atividades
GUM é uma abreviação que significa "Loja de Departamentos Central Universal", do russo "Глáвный универсáльный магазѝн". É o nome de um centro comercial privado, localizado no centro de Moscou, em frente a Praça Vermelha. O prédio tem uma forma trapezoidal, com uma estrutura de aço e um telhado de vidro. Isso o tornou bastante original na época em que foi construído, na década de 1890.

De 1890 a 1920, o GUM era conhecido como "Filas do Comércio de Cima" e servia como Lojas de Departamento estatais. Foi construído para substituir as filas de comércio anteriores, que foram destruídas durante um incêncio em Moscou em 1812. Mas o GUM nem sempre serviu como um destino de compras. Em 1928, Stalin o converteu em espaços de escritório, e ele só reabriu como uma loja de departamentos em 1953. Tornou-se então uma das únicas lojas na antiga União Soviética a não sofrer com a escassez de bens de consumo, muitas vezes resultando em longas filas de compradores aglomerados na Praça vermelha.

Leia mais
Bolshoi Theatre
star-4
74
113 excursões e atividades
Um dos teatros mais conhecidos do mundo, o Teatro Bolshoi, em Moscou, traça a sua história desde 1776. Foi quando a imperatriz Catarina, a Grande, concedeu ao Príncipe Pyotr Urusov o privilégio de manter peças de teatro de todos os tipos por um período de 10 anos. O atual edifício Bolshoi abriu no dia da coroação do czar Alexandre II, em 1856, e conta com um auditório de seis fileiras decorado em vermelho e dourado que pode acomodar até 2.300 pessoas.

O Bolshoi foi recentemente re-inaugurado em Outubro de 2011 depois de ser fechado por um projeto de renovação de seis anos. A reconstrução e remodelação do palco principal empregou mais de 3.000 especialistas no teatro a cada dia, bem como um adicional de 1.000 em oficinas de restauro do lado de fora do teatro. O projeto não só restaurou o seu aspecto histórico, dentro e fora, mas também restaurou sua acústica legendária, enquanto adicionou aparelhos e equipamentos de palco de última geração.

Leia mais
Moscow Metro (Moskovskiy Metropoliten)
star-5
17
130 excursões e atividades
Em Moscou, grandes avenidas e prédios enormes que parecem se estender por quilômetros são a norma, mas alguns dos locais mais impressionantes da cidade são realmente encontrados abaixo das ruas, no sistema de metrô que transporta milhões de habitantes a cada dia. O sistema de metrô de Moscou é um dos mais movimentados do mundo e, conta com 305km de comprimento, com 185 estações, também é um dos maiores. As estações não são apenas centros de trânsito - elas são um lugar de arte pública livre para exposições, e que conta a história da cidade em seu design e decoração. As estações foram ricamente concebidas na esperança de que sua beleza iria inspirar os trabalhadores a caminho de empregos tristes durante o regime soviético. Estas estações ornamentadas, eventualmente, tornaram-se conhecidas como 'os palácios do povo' por sua arquitetura extravagante. Mais tarde, novas estações foram projetadas de maneira pouco mais discreta, o seu aspecto refletindo tempos mais austeros na história.
Leia mais
Lenin's Mausoleum
102 excursões e atividades
O Mausoléu de Lenin é o local de descanso final de Vladimir Lenin, o antigo líder da União Soviética. O corpo embalsamado de Lenin está em exibição desde que ele faleceu em 1924 e seu túmulo já foi visto por milhões de pessoas.

Localizado perto da Praça Vermelha, no centro de Moscou, o túmulo é uma pequena estrutura de granito que apresenta elementos derivados de mausoléus antigos, como a Pirâmide no Egito e o túmulo de Ciro, o Grande no Irã. Embora seja um pouco mórbido, uma visita ao Mausoléu de Lenin é considerada indispensável para os visitantes de Moscou.

Leia mais
Alexander Garden (Alexandrovsky Sad)
78 excursões e atividades
Ao oeste do Kremlin, os Jardins de Alexandre foram apresentados entre 1819 e 1823, em um esforço do czar Alexandre I de reconstruir Moscou após o fim das guerras napoleônicas. Um dos primeiros parques públicos urbanos de Moscou, os jardins foram desenvolvidos no local do leito do rio Neglinnaya, que foi canalizado abaixo do solo.

São três jardins separados, que se estendem ao longo de toda a parede ocidental do Kremlin, mas o jardim superior é o de maior interesse para os visitantes. Ele inclui o Túmulo do Soldado Desconhecido, que contém os restos mortais de um soldado morto na II Guerra Mundial. Uma falso gruta em ruínas foi construída sob o Arsenal Torre Oriente em 1841, e um grande obelisco de granito foi erguido em 1914 para comemorar o tricentenário da dinastia Romanov. Enquanto ele foi originalmente marcado com os nomes dos czares Romanov, os bolcheviques o reesculpiram com nomes de filósofos socialistas e comunistas, e líderes políticos.

Leia mais
Kremlin Armoury (Armoury Chamber)
star-4
1
52 excursões e atividades
Para um olhar mais atento na extravagância dos czares russos, faça uma visita ao Palácio do Arsenal do Kremlin. Situado num prédio de meados do século 19, no interior do Kremlin, a câmara do arsenal exibe uma grande variedade de itens do tesouro dos czares, incluindo a antiga insígnia do Estado, vestimenta cerimonial e a maior coleção de ouro e prata de artesãos russos.

Espalhado por nove salas em dois andares, o Arsenal é o lar de mais de 4000 itens de arte aplicada russa, de países europeus e orientais desde o século 4 até o início do século 20. Você vai encontrar ouro e prata russa em exposição, além de obras de mestres de Petersburgo e Moscou, e os famosos ovos Fabergé. Você verá armas cerimoniais orientais e europeias, armas artesanais da Pérsia e da Turquia, e armas russas que datam do século 12. As exposições também apresentam presentes de embaixadores da Alemanha, Inglaterra, Suécia, Polônia e França, incluindo uma coleção única de prata inglesa renascentisa e conjuntos de chá e de jantar franceses.

Leia mais
Novodevichy Convent (Novodevichiy Monastyr)
star-5
1
39 excursões e atividades
O Convento e Cemitério de Novodevichy compreende uma das mais belas atrações de Moscou. Também conhecido como o Convento de Nova Dama, o convento pode ser mais famoso como o lugar onde Pedro, o Grande aprisionou sua meia-irmã Sofia, após depô-la e assumir o cargo de czar da Rússia. Mais tarde, ele também confinou a sua primeira esposa no convento. Originalmente construído como uma fortaleza em 1524 para celebrar a conquista de Smolensk, o convento possui 12 torres de batalha. A maioria das estruturas atuais, no entanto, datam do final do século XVII, quando o convento foi substancialmente reconstruído.

A igreja maior e mais importante no convento é a de cinco cúpulas Catedral da Virgem de Smolensk. Foi terminada em 1525 e contém ícones impressionantes que datam dos séculos XVI e XVII. Quase tão impressionante quanto a Catedral é a Igreja da Assunção, toda em vermelho e branco, construída em 1680.

Leia mais

Moscovo: outras atrações

Kolomenskoye

Museu Arquitetônico e Histórico de Kolomenskoye

star-5
32
24 excursões e atividades
Kolomenskoye é uma antiga propriedade real localizada poucos quilômetros ao sudeste de Moscou. No topo de uma encosta acima do rio Moscou, a propriedade servia como residência de verão para os grão-duques de Moscou e czares russos. Na década de 1920, tornou-se o lar do primeiro museu ao ar livre de arquitetura de madeira na Rússia e hoje se estende por 364 hectares.

Um dos destaques da propriedade é a Igreja da Ascensão, construída em 1532 e considerada uma obra-prima tanto da arquitetura russa quanto mundial, construída em pedra branca com uma "tenda" octagonal e uma pequena cúpula no topo. Outro destaque é o Palácio reconstruído do czar Alexei Mikhailovich. Originalmente construído em meados do século XVII, o palácio de madeira consistia de 250 quartos e um complexo labirinto de corredores - todos construídos sem o uso de pregos, serras ou ganchos! A Imperatriz Catarina, a Grande demoliu o palácio em 1768, mas um modelo sobreviveu, formando a base para a reconstrução em escala original em 2010.

Saiba mais
Gorky Park (Park Gorkogo)

Parque Gorky

star-4.5
25
21 excursões e atividades
Nomeado segundo o autor russo Maxim Gorky, o Parque Gorky é o mais famoso de Moscou, cobrindo 121 hectares ao longo do rio Moskva, perto do centro da cidade. Inaugurado em 1928, foi o primeiro parque desse tipo na Rússia e serviu de modelo para outros parques em todo o país. Durante a era soviética, era um centro de atividades para os residentes de Moscou, com montanhas-russas, uma roda gigante e outras atrações de estilo ocidental, bem como mais jardins e bosques.

Após o colapso da União Soviética, o parque caiu em desuso, mas foi completamente reconstruído recentemente. Os antigos parques de diversões foram removidos para dar lugar a uma área de lazer mais verde. Hoje em dia, o parque apresenta exposições de arte contemporânea, novos cafés e um cinema ao ar livre. Cadeiras e sacos em forma de travesseiro recebem aqueles que procuram um pouco de relaxamento, e acesso wi-fi está disponível em toda a parte.

Saiba mais
Cathedral of the Archangel (Arkhangelsky Sobor)

Catedral do Arcanjo (Arkhangelsky Sobor)

star-3
4
23 excursões e atividades
Uma das várias igrejas que ficam na Praça da Catedral dentro do Kremlin de Moscou, a Catedral do Arcanjo foi o principal local de sepultamento dos czares russos durante séculos, até que a capital fosse temporariamente transferida para São Petersburgo. Construída no início do século XVI, ela representou o culminar de um projeto arquitetônico grandioso iniciado por Ivan, o Grande. Construída em um estilo diferente das outras catedrais do Kremlin, a Catedral do Arcanjo apresenta elementos do renascentismo italiano no seu design, bem como cinco cúpulas representando Jesus e os quatro evangelistas.

Embora muitos dos tesouros da catedral atualmente sejam exibidos no Museu das Armas do Kremlin, o iconostasis do século XVII permanece, assim como muitos afrescos de parede do século XVI e XVII, pintados por mais de 100 artistas diferentes. O ícone mais antigo da catedral, que retrata o Arcanjo Miguel com uma armadura completa, remonta ao século XIV.

Saiba mais
Kazan Cathedral (Kazansky Kafedralny Sobor)

Catedral de Nossa Senhora de Cazã

20 excursões e atividades
A Catedral de Nossa Senhora de Cazã de Moscou foi construída entre 1633 e 1636 para comemorar a libertação da Rússia dos invasores poloneses em 1612, o fim dos Tempos Turbulentos. O Príncipe Dmitry Pozharsky frequentemente rezava para um ícone da santa de Nossa Senhora de Cazã, a quem ele atribuía o seu sucesso na remoção dos ocupantes polacos. A catedral abrigou o ícone durante dois séculos.

Em 1936, a igreja foi intencionalmente demolida como parte de um plano maior para remodelar a Praça Vermelha para receber paradas militares para a União Soviética. Usando as medidas e fotografias da igreja original, a Sociedade Todos os Russos pela Preservação Histórica e Cultural construiu uma réplica da catedral em 1993. Os cultos são realizados no interior da catedral duas vezes a cada domingo, bem como na segunda-feira à noite.

Saiba mais
Pushkin Museum (Pushkin State Museum of Fine Arts)

Museu de Belas Artes de Pushkin

star-4
23
12 excursões e atividades
O Museu de Belas Artes de Pushkin é o maior museu de arte europeia em Moscou, com mais de 560 mil obras de arte. Inaugurado em 1912, ele na verdade não tem nenhuma conexão com Alexander Pushkin, o famoso poeta russo - tendo sido simplesmente renomeado em sua honra em 1937 para marcar o centenário da sua morte.

O museu inclui uma impressionante coleção de obras-primas holandesas e flamengas do século 17, incluindo várias obras de Rembrandt, bem como obras impressionistas e pós-impressionistas de pintores como Van Gogh, Matisse, Gauguin e Picasso. Estes últimos agora são encontrados em uma nova Galeria de Arte Europeia & Americana do séculos 19 e 20, ao lado do prédio principal do museu. Muitas das pinturas do museu foram obtidas nos anos 1920 e 1930, quando propriedades privadas foram nacionalizadas; outras obras foram retiradas do Museu Histórico, do Museu Kremlin, do Hermitage e outros museus de São Petersburgo.

Saiba mais
Assumption Cathedral (Dormition Cathedral)

Catedral da Assunção (Uspensky Sobor)

star-1
2
12 excursões e atividades
Uma das várias igrejas dentro do Kremlin de Moscou, a Catedral da Assunção é, sem dúvida, a mais importante. Construída entre 1475 e 1479, a pedido do Grão-Duque Ivan III de Moscou, é considerada como a igreja-mãe da Rússia moscovita.

Ela foi por muito tempo o local da coroação para os czares Romanov, e foi o local de sepultamento de metropolitas e patriarcas da Igreja Ortodoxa de Moscou. Projetada por um arquiteto italiano, a catedral foi construída com cinco cúpulas e tornou-se um modelo para outras igrejas por toda a Rússia, com seus afrescos coloridos dominando o interior e sua iconóstase impressionante que remonta a 1547. Os czares muitas vezes adicionavam ícones ao iconóstase das cidades que conquistavam, e o mais antigo deles, do século XII, foi levado para Moscou a partir de Veliky Novgorod depois que foi capturado em 1561. Perto da entrada sul da catedral você pode ver o trono do czar Ivan IV.

Saiba mais
Gulag History Museum

Museu de História do Gulag

6 excursões e atividades
Inaugurado em 2004, o Museu de História do Gulag é o único museu na Rússia dedicado ao legado de terror de Joseph Stalin no início e meados do século XX. Fundado por um antigo prisioneiro do campo de trabalho forçado, ele conta as histórias da criação dos primeiros campos de trabalho em 1918, a formação do sistema Gulag na década de 1930, a expulsão dos alemães da região do Volga e as deportações em massa na década de 1940. Para oferecer aos visitantes uma pequena noção de como os campos eram, o museu apresenta uma reconstrução de alguns aspectos dos mesmos, incluindo um quartel, uma cela de punição, o escritório de um investigador e a torre de vigia.

Os visitantes também vão aprender sobre as histórias pessoais de vítimas do Gulag, com exposições exibindo documentos, cartas e memórias daqueles que foram enviados para os campos de Stalin, bem como uma coleção de arte feita pelos antigos prisioneiros do Gulag. Alguns artistas contemporâneos também contribuíram com peças de arte e a sua interpretação dos campos de trabalho.

Saiba mais
Diamond Fund (Almazny Fond)

Diamond Fund (Almazny Fond)

star-4
1
7 excursões e atividades
Um dos destaques de uma visita ao Kremlin, o Diamond Fund exibe as mais ostensivas das joias imperiais russas. Originalmente alojada em uma pequena sala do Palácio de Inverno em São Petersburgo, a coleção de joias iniciada por Pedro, o Grande cresceu rapidamente, especialmente depois de uma grande contribuição pela neta dele, a imperatriz Elizabeth I. A coleção se mudou para Moscou em 1914 para protegê-la dos alemães, e foi mantida em um cofre embaixo do Kremlin.

Quando foi reaberta em 1926, dois terços da coleção foram leiloados (contrariamente às instruções de Pedro) para apoiar o governo. O que restou foi colocado em exposição para os altos funcionários e dignitários em 1967 e só foi aberto ao público após a queda da União Soviética.

A impressionante coleção apresenta a coroa da coroação de Catarina, a Grande, de 1762, a maior safira do mundo, o famoso diamante Orlov de 190 quilates e uma das maiores pepitas de ouro do mundo pesando 3,6 kg.

Saiba mais
A.S. Pushkin Memorial Apartment (Memorial'naya Kvartira A.S. Pushkina)

Casa-Museu Pushkin

Uma excursão ou atividade
A Casa-Museu Pushkin em Moscou já foi a casa do poeta Alexander Pushkin e de sua esposa Natalya Goncharova. Pushkin foi um dos maiores poetas russos de 1800 e é considerado o fundador da literatura russa moderna. Sua peça mais famosa, Boris Godunov, foi escrita em uma época que ele não poderia publicá-la, devido à polícia política do czar. O casal foi uma grande fonte de romantismo russo, e o museu fornece perspectivas sobre as suas vidas em Moscou. Eles passaram os primeiros três meses do seu casamento feliz em 1831 nesta bela casa azul.

Os visitantes da casa podem ver pinturas a óleo e aquarela e desenhos, retratos do poeta, gravuras e litografias raras, móveis de madeira vermelha e bétula Karelia, bronze banhado a ouro, livros encadernados em couro, manuscritos, revistas e jornais antigos e outras antiguidades que dão vida à casa do casal. Muitas das peças originais de mobiliário ainda podem ser vistas na Casa-Museu Pushkin.

Saiba mais
Central Air Force Museum (Muzey Voyenno-ozdushnykh Sil)

Museu da Força Aérea Central de Monino

star-2
1
5 excursões e atividades
Localizado a 38 quilômetros de Moscou ao longo da estrada Gorky em uma área arborizada, o Museu da Força Aérea Central de Monino é o principal museu da aviação na Rússia e um dos maiores do mundo. Um pouco além das rotas mais turísticas, ele ainda vale muito a pena a visita para qualquer um que seja interessado na aviação ou na história militar russa.

Uma base da força aérea operacional entre 1932 e 1956, o museu foi fundado em 1958 e inaugurado em 1960. Ele era inacessível para os civis durante a era soviética e até 2006 uma autorização prévia era necessária para estrangeiros o visitarem. Utilizando estruturas originais da base, o museu possui mais de 170 aeronaves e mais de 120 motores de aeronaves, incluindo aviões de combate, aviões de passageiros e helicópteros. O mais impressionante de tudo é, sem dúvida, o Ilya Muromets, o maior avião do século XX. Também em exposição estão uma variedade de armas, instrumentos de espionagem e uniformes da era da Guerra Fria.

Saiba mais
Kubinka Tank Museum

Museu dos Tanques de Kubinka

3 excursões e atividades
O Museu dos Tanques de Kubinka é o maior do mundo especializado em veículos blindados. Localizado nos arredores de Moscou, ele abriga mais de 300 tanques e veículos de todo o século XX. Um dos veículos mais originais em exposição é o protótipo do tanque alemão conhecido como Panzer VIII Maus - um de apenas dois feitos e o único que ainda existe.

Outras exibições incluem o tanque Troyanov e uma artilharia autopropulsada Karl-Gerát, bem como protótipos de edição única e limitada da Alemanha nazista e os tanques da era da União Soviética e da Guerra Fria, que foram troféus de guerra do Oriente Médio, África, Vietnã e América Latina. Os veículos são exibidos em sete hangares, incluindo quatro somente da armadura soviética e russa, divididos em hangares de veículos pesados, médios, leves e de rodas. Em 2000, todos os veículos antigos foram repintados em suas cores originais por especialistas em história russa.

Saiba mais

icon_solid_phone
Reserve online ou por telefone
+55 (21) 3956-1660
+55 (21) 3956-1660