Buscas recentes
Limpar

À medida que o mundo começa a reabrir, estamos empenhados em ajudá-lo a se sentir confiante em sair novamente. Descubra o que os nossos operadores estão fazendo para o manter protegido e procure atividades com fortes medidas de higiene e segurança. Mas antes de ir deve sempre verificar as regulamentações locais mais recentes sobre o seu destino.

Leia mais

Cidade de Quebec Atrações

Categoria

Montmorency Falls Park (Parc de la Chute-Montmorency)
star-4
29
22 excursões e atividades
Maiores do que as Cataratas do Niágara, as impressionantes Quedas de Montmorency têm 83 metros de altura. As quedas se formam na boca do Rio Montmorency, caindo em um penhasco no Rio São Lourenço. Nas noites de verão, a água fica iluminada, e durante Julho e Agosto, as quedas ficam mais concorridas devido a uma espectacular competição internacional de fogos de artifício. As Quedas de Montmorency são rodeadas pelo Parc de la Chute-Montmorency, onde os visitantes podem ver as quedas enquanto fazem um piquenique. Se você quer vê-las mais de perto, você pode recorrer a escadaria que leva você do topo até a base, ou fazer o caminho da ponte suspensa sobre a crista das quedas, o que lhe permite ver os dois lados do parque, bem como as turbulentas águas.
Leia mais
Quebec Royal Square (Place-Royale)
26 excursões e atividades
Os residentes consideram Place Royale o coração espiritual e histórico de Vieux Quebec, já que este ponto não apenas é o berço da civilização francesa na América do Norte, mas também um dos mais antigos assentamentos do continente. E essa história ecoa, já que o local tem o maior conjunto de estruturas remanescentes do século 17 e 18 na América do Norte.

Um dos destaques daqui é o Centre d'Interpretation de Place Royale, um centro interpretativo com exposições esclarecedoras sobre os habitantes, as moradias e os desafios da criação de uma cidade às margens do Rio São Lourenço. Passe pelo centro para ver um mural trompe-l'oeil dos residentes da cidade de antigamente. A igreja mais antiga de Quebec, Notre-Dame-des-Victoires, domina a praça. Vale a pena dar uma olhada no interior pelas pinturas, o altar e o grande barco suspenso no teto. Quando não estiver absorvendo a história, passeie pelas boutiques e restaurantes que estão espalhados por todo o Place Royale.

Leia mais
Old Quebec (Vieux-Québec)
star-5
19
29 excursões e atividades
Vieux Québec é a jóia da coroa do Canadá francês e se você está vindo pela primeira vez, observe - simplesmente não há outro lugar como esse na América do Norte. Ruas estreitas, com casas dos séculos 17 e 18 e quase todo passo o levará para outra placa histórica, um parque arborizado com uma bateria de canhões do século 18, uma grande praça do século 17, e outros locais históricos. Na verdade, vagar por Vieux Québec é como explorar uma antiga cidade europeia.

Vieux Quebec é compacta e fácil de percorrer. Em um passeio durante o dia, você pode procurar as lojas ao longo da Rue Ste-Jean, passear entre as colinas verdejantes, nas planícies de Abraham, subir até o topo da Cidadela, caminhar até as Fortificações, e então siga o calçadão do rio (Promenade des Gouverneurs) pela orla vitoriana. A partir daí você começa a ter uma visão clássica do edifício mais famoso da cidade de Quebec, o Chateau Frontenac.

Leia mais
Notre-Dame de Québec Basilica-Cathedral
star-5
1
19 excursões e atividades
A paróquia cristã mais antiga ao norte do México, a Basílica-Catedral de Notre Dame de Québec sofreu de tudo, de incêndios a danos de batalhas, a reconstrução e restauração. A catedral opulenta que você vê hoje é ricamente decorada com impressionantes obras de arte, incluindo vitrais.

A maior parte da fachada neo-clássica da Basílica-Catedral de Notre Dame de Québec é da reconstrução concluída em 1771, embora partes da basílica datam da construção original, incluindo a torre do sino e porções da parede.

O interior neo-barroco é apropriadamente grandioso, com estrutura neo-barroca, cheia de tesouros eclesiásticos, pinturas e uma lâmpada-mor (um presente de Louis XIV), iluminado pela luz bruxuleante de velas votivas. Abaixo está uma cripta, onde cerca de 900 pessoas estão enterrados incluindo governadores de New France, arcebispos e cardeais.

Leia mais
Citadel of Quebec (Citadelle de Quebec)
6 excursões e atividades
A Cidadela de Quebec, um enorme forte em forma de estrela, ergue-se acima do Rio St Lawrence em Cape Diamond (Cap Diamant), a encosta rochosa ao longo da água. Embora a Cidadela nunca tenha se envolvido em uma batalha, ela continua abrigando cerca de 200 membros da Royal 22e Régiment, o único batalhão fluente apenas em francês nas Forças Canadenses. Assim, a Cidadela é o maior grupo fortificado de prédios ainda ocupados por tropas da América do Norte.

Ao visitar a Cidadela de Quebec, você vai apreciar a sua arquitetura espetacular, bem como ver exposições sobre a vida militar desde os tempos coloniais até hoje em dia. A troca da guarda ocorre diariamente às 10h no verão. A batida de retiro, com soldados batendo em seus tambores no final do seu turno, acontece toda sexta-feira às 19h, de 6 de julho até o início de setembro.

Leia mais
Fortifications of Quebec National Historic Site
star-5
4
16 excursões e atividades
A Cidade de Quebec guarda muita história, e em nenhum lugar isso fica mais evidente do que nas bem preservadas Fortificações de Quebec. Estas muralhas restauradas do século 17, construídas no topo de um alto penhasco, ficam acima do Rio São Lourenço. Como a única cidade murada remanescente na América do Norte, a Cidade de Quebec hoje em dia é reconhecida como um Patrimônio Mundial da UNESCO, e um destino imperdível na cidade.

As Fortificações de Quebec cercam a Cidade Alta, desde a Cidadela de Quebec através do Parc L'Esplanade e do Artillery Park National Historic Site, e depois, desce em direção ao Porto Antigo (Vieux-Port). Você pode subir os 4,6 quiômetros delas, e lá de cima terá as vistas deslumbrantes da cidade e do Rio São Lourenço para admirar. O Centro Interpretativo das Fortificações tem uma pequena mas interessante exposição sobre a história das muralhas, bem como um antigo prédio de pólvora de 1815.

Leia mais
Quebec City Old Port (Vieux-Port)
3 excursões e atividades
Uma das áreas mais charmosas da Cidade de Quebec, o Antigo Porto (Vieux-Port) já foi um movimentado centro comercial para navios europeus trazendo suprimentos e colonizadores para a nova colônia. Hoje em dia, ainda é movimentado, mas agora é de visitantes que vagam pelo cais, desfrutando das vistas pitorescas da Cidade Velha, do Rio São Lourenço e das Montanhas Laurencianas.

O Antigo Porto da Cidade de Quebec também é onde você encontrará o impressionante Musee de la Civilization, amplo e rico em exposições multimídia sobre a cultura canadense. Também é aqui que fica o Marché du Vieux-Port (Mercado do Antigo Porto), onde os agricultores e produtores locais vêm para vender seus produtos frescos. Talvez a mais encantadora - e imperdível - de todas as muitas pequenas praças da cidade seja a Place Royale, que abriga a igreja Notre-Dame-des-Victoires, a mais antiga de Quebec, e o Centre d'Interpretation de Place- Real, que tem exposições detalhando os mais de 400 anos da história da cidade.

Leia mais
Petit Champlain District (Quartier Petit Champlain)
16 excursões e atividades
Na base da Cap Diamant, na histórica Cidade Baixa (Basse-Ville) da Cidade de Québec, o quartier Petit-Champlain é um dos pontos mais antigos da cidade e creditado como o local da mais antiga rua comercial na América do Norte; a Rue du Petit-Champlain.

No início da história do Quebec, Petit-Champlain era pouco mais do que uma vila do porto composta por apenas algumas casas e comércios de peles. Hoje em dia, depois de um grande projeto de restauração urbana, ele é repleto de cafés, galerias, restaurantes e boutiques escondidas pelas ruas estreitas de paralelepípedos. A área é também conhecida como um dos redutos artísticos, e cerca de cinquenta de suas lojas são administradas por uma cooperativa de artistas locais. No número 102 da Rue du Petit-Champlain, confira um grande trompe-l'oeil. Desenhado por Murale Création, o famoso mural mostra diferentes fases da história de Quebec, desde os bombardeios e deslizamentos de terra às pessoas que se estabeleceram aqui pelas margens do São Lourenço.

Leia mais
Plains of Abraham (Plaines d'Abraham)
15 excursões e atividades
Quando os residentes que Quebec querem aproveitar o sol ou desfrutar de um piquenique em família, eles vão para as Planícies de Abraão, no Battlefields Park. Dentro do parque, que se estende por 108 hectares, estão colinas relvadas, fontes, monumentos, árvores e exuberantes jardins para residentes e visitantes aproveitarem.

Como outros sites em Vieux Quebec, a Planície de Abraão reflete a história da cidade. Apesar de ter sido o local de muitos conflitos pela supremacia entre os impérios franceses e britânicos, o parque que se vê hoje em dia seria para Quebec como o Central Park de Nova York ou o Hyde Park de Londres. Passe uma tarde vagando pelas suas trilhas, conferindo os seus monumentos históricos e se maravilhando com o seu paisagismo. Ao longo do ano, a Planície de Abraão é o local de muitos shows e eventos ao ar livre.

Leia mais
Quebec Lower Town (Basse-Ville)
star-4.5
13
9 excursões e atividades
Encravada entre o Rio São Lourenço e Cap Diamant, a Cidade Baixa (Basse-Ville) da Cidade de Quebec é parte de Quebec Vieux, patrimônio mundial da UNESCO. Lar dos prédios mais antigos da cidade, há muito para se ver em Basse-Ville, incluindo a mais antiga rua comercial da América do Norte (Rue du Petit Champlain) e uma das ruas mais estreitas do Canadá (Sous-Les-Cap).

Um local popular para um passeio, e a mais antiga área residencial da Cidade de Quebec, as moradias centenárias da Cidade Baixa abrigam boutiques e bistrôs, lojas de antiguidades e galerias. No verão, artistas de rua entretêm o público nas calçadas dos movimentados cafés, enquanto que no inverno as ruas cobertas de neve são enfeitadas com luzes e estátuas de gelo. Place Royale é um destino popular enquanto se passeia por aqui. Esta praça é o lugar onde o Pai da Nova França, Samuel de Champlain, construiu a primeira colônia francesa nas margens do Rio São Lourenço.

Leia mais

Cidade de Quebec: outras atrações

Saint-Roch

Saint-Roch

5 excursões e atividades
Uma área operária e local de construção naval desde o início dos anos 1800 até uma década atrás, o distrito de Saint-Roch da Cidade de Québec era um deserto industrial. Hoje em dia, é o bairro mais badalado da cidade, cheio de fábricas do século 19 transformadas em estabelecimentos noturnos, lojas alternativas, startups de tecnologia e bistrôs. Até mesmo a igreja Notre-Dame-de-Jacques-Cartier, de 150 anos de idade, ganhou uma nova vida como Espace Hyperion, um centro de performances criativas.

A maioria da ação de Saint-Roch gira em torno da principal rua comercial, rue Saint-Joseph, onde centenas de milhões de dólares foram investidos em remodelações ao longo dos últimos 10 anos. Abrangendo 15 blocos, até o nome do novo bairro condiz com a sua atmosfera: o "Nouvo" em Nouvo Saint-Roch fala por si só. E nas ruas ao leste de Saint-Roch, sobre os pilares por baixo da via expressa Dufferin-Montmorency, observe os gigantes murais coloridos que apresentam tudo, desde portas de igreja em grandes dimensões a tabuleiros de xadrez.

Saiba mais
Notre-Dame-des-Victoires Church (Église Notre-Dame-des-Victoires)

Igreja Notre-Dame-des-Victoires

4 excursões e atividades
Construída em 1687, na histórica Cidade Baixa da Cidade de Québec, a Notre-Dame-des-Victoires é uma das mais antigas igrejas da América do Norte. Situada sobre as ruínas do primeiro posto avançado da cidade, que foi construído pelo Pai da Nova França, Samuel de Champlain, em 1608, a Notre-Dame-des-Victoires domina a praça Place Royale.

Ao longo dos séculos, esta igreja Católica Romana testemunhou uma série de batalhas entre os franceses e os britânicos. E após a Batalha de Quebec em 1690, a igreja recebeu o seu apelido de Notre Dame, em reconhecimento à proteção da Virgem Maria à cidade. No entanto, a Igreja Notre-Dame-des-Victoires foi quase completamente destruída por um posterior bombardeio britânico durante a Batalha das Planícies de Abraão em 1759.

Restaurada em 1816, a igreja foi nomeada um local histórico nacional do Canadá em 1988, por causa da sua beleza e história. Uma igreja em funcionamento com serviços regulares aos domingo, um momento particularmente especial para visitar seria no dia 3 de janeiro.

Saiba mais
Quebec National Museum of Fine Arts (Musée National des Beaux-Arts)

Musée National des Beaux-Arts

star-5
1
Uma excursão ou atividade
Frequentemente considerado a principal referência em arte do Quebec, o Museu Nacional de Belas Artes acumula mais de 38 mil obras. Ele atua como uma prova histórica da arte na província, abrangendo todos os principais movimentos do século XVII até hoje, incluindo de tudo, desde o modernismo ao surrealismo.

O museu é constituído por quatro pavilhões: O pavilhão Charles Baillairgé, centrado na arte moderna; o pavilhão Gérard Morisset, onde as obras históricas estão alojadas; o pavilhão central, que abriga a Galeria da Família, e, por último, mas não menos importante, o novo pavilhão Pierre Lassonde, que é inteiramente dedicado à arte contemporânea. Este último acaba de ser renovado e é uma verdadeira maravilha da arquitetura moderna.

Saiba mais
Quebec Museum of Civilization (Musée de la Civilisation)

Musée de la Civilisation

Uma excursão ou atividade
Erguendo-se como um farol de modernidade na histórica Old Quebec, o Musée de la Civilisation estuda a humanidade do mundo inteiro, bem como a história do Quebec, através de uma ótica complexa. Cercado por painéis de vidro e vegetação, o museu é impressionante já do lado de fora. Edifícios que já existiam aqui anteriormente foram incorporados ao projeto, cuja construção terminou em 1998. No interior, tanto as suas exposições permanentes quanto as rotativas são bem interativas e educativas, e abrangem desde as raízes indígenas do Quebec à cultura contemporânea.

O museu tornou-se conhecido por seus designs e perspectivas originais, e funciona como o principal centro cultural do Quebec. Tem centenas de arte e artefatos históricos únicos e originais, que juntos contam a história do Quebec. Frequentemente há oficinas para famílias, bem como visitas guiadas (em inglês e francês) disponíveis para aqueles que quiserem se aprofundar mais neste museu.

Saiba mais
Port of Quebec (Port de Québec)

Porto de Cruzeiros de Quebec

3 excursões e atividades
Localizado na esquina da St. Charles e St. Lawrence Rivers, Quebec recebe mais de 4 milhões de visitantes por ano. Estrategicamente importante no início como uma porta de entrada para os Grandes Lagos, continua a ser a única cidade murada da América do Norte. E também uma das cidades mais antigas. Mas com a forte influência francesa significa que você pode se sentir como sendo transportado para Europa assim que chegar. Os navios de cruzeiro chegam em qualquer um dos portos, Le Vieux Port (Porto Velho) ou Le Basse Ville (Cidade Velha), os quais proporcionam fácil acesso a pé para muitas das principais atrações da cidade de Quebec. Se você chegar ao Porto Velho, táxis também estão disponíveis para levá-lo a Cidade Velha. A Cidade Velha de Quebec é dividida em Cidade Baixa e Cidade Alta e um funicular conecta as duas. Comece sua visita na Cidade Baixa passeando pelo Quartier Petit Champlain, um calçadão para pedestres delicioso, alinhado com cafés e boutiques. Então vá ao Place Royale.
Saiba mais
Shrine of Saint-Anne-de-Beaupré (Sanctuaire de Sainte-Anne-de-Beaupré)

Basílica Sainte-Anne-de-Beaupré

10 excursões e atividades
A apenas 30 quilômetros da Cidade de Quebec fica um dos mais importantes locais de peregrinação do Canadá e da palavra Católica: a Basílica Sainte-Anne-de-Beaupré. Este santuário católico recebe mais de meio milhão de visitantes por ano, uma quantidade enorme de pessoas para esta pequena aldeia.

A razão pela qual esta basílica é tão famosa, ainda mais do que a sua homóloga de Montreal - é que ela é creditada por muitos milagres, especialmente quando se trata de curar doentes e deficientes. Inicialmente construída como um santuário para Sainte-Anne, a basílica, cuja história começou em 1658, conquistou a sua reputação de cura quando Louis Guimont, um carpinteiro local que sofria de reumatismo, veio para ajudar com a construção da primeira capela e foi milagrosamente curado após a sua conclusão. Mesmo hoje em dia, os pilares em frente a entrada da basílica são cobertos por muletas de pessoas que teriam sido, segundo os paroquianos, milagrosamente curados por Sainte-Anne.

Saiba mais
Albert Gilles Copper Art Museum and Boutique

Museu de Artes em Cobre Albert Gilles

3 excursões e atividades
Administrado pela esposa e família do falecido grande latoeiro Albert Gilles, o Museu de Artes em Cobre Albert Gilles mostra trabalhos artísticos tanto de Gilles quanto da sua família. Parte da rede economusee do Canadá, este pequeno museu permite que o visitante faça o seu próprio souvenir de cobre, e os grupos que fazem reservas podem ver demonstrações ao vivo do cobre sendo trabalhado. Na loja do museu, você também vai encontrar obras de arte e joias à venda.

Albert Gilles nasceu em Paris, em 1895, onde uma tia lhe ensinou o ofício de relevo em cobre. Atravessando o Atlântico em 1930 para começar uma vida nova no Quebec, Gilles rapidamente estabeleceu o seu nome como um mestre latoeiro e desenvolveu trabalhos para muitos, de Walt Disney ao Papa XII. Seu trabalho mais famoso talvez sejam as portas de cobre criadas para a basílica Ste-Anne-de-Beaupré, a 35 quilômetros da Cidade de Quebec.

Saiba mais
Orleans Island (Ile d'Orléans)

Ilha de Orleans (Ile d'Orleans)

2 excursões e atividades
A poucos quilômetros da Cidade de Quebec, o Rio São Lourenço se divide e a área que fica no meio é a Ilha de Orleans, ou Ile d'Orleans. Com apenas 35 quilômetros de comprimento e 9 de largura, a ilha ainda evoca o espírito pioneiro em seu povo e sua cultura, já que foi colonizada no século 17.

A Ilha de Orleans tem seis pequenas e encantadoras aldeias. Ste-Petronille é famosa pelo sua pousada vitoriana, La Goeliche, e tem uma deslumbrante floresta de carvalhos vermelhos. O São Lourenço já foi o centro de construção naval na ilha, cujo patrimônio fica no Maritime Park. St-Jean é repleta de casas de fachadas de "tijolo escocês" amarelo claro, proveniente das embarcações. La Sucrerie Blouin, onde você pode ver o xarope de bordo sendo feito, também fica aqui. Logo além de St-Francois você pode contemplar as vistas deslumbrantes sobre o Rio São Lourenço e as Montanhas Laurencianas.

Saiba mais
Charlevoix Region

Região de Charlevoix

Uma excursão ou atividade
Na costa norte do Rio São Lourenço, a região de Charlevoix de Quebec é conhecida pela sua beleza, e é repleta de fiordes, baías e montanhas. Uma das primeiras Reservas da Biosfera da UNESCO povoadas do mundo, a região é nomeada segundo o famoso explorador francês, François-Xavier de Charlevoix, que veio pela primeira vez para cá no século 18. Desde então, Charlevoix tem sido uma visita popular entre a burguesia americana, e a luxuosa área e reduto de artistas chamada de Baie-Saint-Paul é uma base popular, a 96 quilômetros da Cidade de Quebec.

Popular durante o ano todo, no verão Charlevoix é conhecida pelas oportunidades de caminhada, ciclismo e caiaque nos dois parques nacionais da região - Les Grands-Jardins e Hautes-Gorges-de-la-Rivière-Malbaie. No inverno, o esqui, trenó e snowboard reinam absolutos nos muitos resorts da região.

Saiba mais

icon_solid_phone
Reserve online ou por telefone
+55 (21) 3956-1660
+55 (21) 3956-1660