Buscas recentes
Limpar
Palácio do Catete (Palácio do Catete)
Palácio do Catete (Palácio do Catete)

Palácio do Catete (Palácio do Catete)

Free admission
Rua do Catete 153, Rio de Janeiro

O básico

O Palácio do Catete recebe exposições itinerantes sobre o patrimônio cultural brasileiro. O palácio foi cuidadosamente restaurado para formar o Museu da República (Museu da República). A arquitetura dos prédios construídos entre 1858 e 1866, com luxuosos mármores brancos e intrincados vitrais que revestem os corredores, dão uma janela de como a elite brasileira vivia naquela época. De particular interesse terrível é o quarto em que o presidente Getúlio Vargas cometeu suicídio em 1954; seu pijama manchado de sangue está em exibição. Um teatro mostra filmes de arte sobre o museu, e os jardins ao redor do palácio agora são um parque, que os moradores locais aproveitam para descansar da agitada vida da cidade. O restaurante no local é um dos locais preferidos para o almoço, e a livraria tem volumes dedicados à história do Brasil.

Show all

Coisas para saber antes de ir

  • O Palácio do Catete é imperdível para os amantes de arquitetura e história política.

  • As famílias adoram os jardins do palácio, que abrigam um dos melhores playgrounds da cidade.

  • Professores, idosos maiores de 60 anos e crianças menores de 10 anos entram gratuitamente. Estudantes e crianças de 10 a 21 anos pagam metade do preço para entrar no palácio.

  • O acesso aos jardins é gratuito ao público.

Show all

Como chegar lá

A maneira mais fácil de chegar ao Palácio do Catete, localizado no bairro do Flamengo, é pegar o metrô até a estação do Catete, localizada em frente ao palácio.

Show all


Quando chegar lá

O palácio está aberto de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h. A entrada é gratuita às quartas-feiras e domingos.

Show all

Getúlio Vargas

Em 24 de agosto de 1954, o Presidente Getúlio Vargas suicidou-se na Sala da Presidência do Palácio do Catete. Considerado o político brasileiro mais influente do século 20, o presidente enfrentou uma pressão crescente sobre seus métodos de governo e ficou deprimido. Diante da realidade de que seus dias estavam contados, ele suicidou-se em um quarto que está imaculadamente preservado para que os visitantes possam ver hoje.

Show all