Buscas recentes
Limpar

COVID-19: Verifique as restrições locais para turistas e saiba em que estamos a trabalhar para o ajudar a manter-se seguro e os seus planos flexíveis. Saiba mais.

Leia mais

Chiclayo Atrações

Categoria

Huaca Rajada (Sipán)
8 excursões e atividades
Todo arqueólogo sonha encontrar um lugar como Huaca Rajada. Esquecido no deserto por mais de 1700 anos, o Huaca Rajada era um local de enterro sagrado para a nobreza e realeza Moche. Quando, em 1987, saqueadores locais foram encontrados com artefatos de ouro, a polícia suspeitou de que uma grande fortuna poderia estar enterrada no deserto ali perto. O arqueólogo Walter Alva foi chamado ao local para examinar a possibilidade de que outros túmulos pudessem existir, e quando sua equipe descobriu o "Senhor de Sipán" e seu túmulo de joias e ouro, essa foi anunciada a maior descoberta arqueológica dos últimos 50 anos.

Hoje em dia, os viajantes podem visitar o sítio arqueológico onde escavações ainda estão em andamento. Embora muitos dos artefatos e telas maiores já tenham sido transferidos para os museus de Chiclayo (como o Museu Tumbas Reais de Sipán e o Museu Nacional de Arqueologia Brüning), ainda existe um pequeno museu no local que exibe alguns dos achados.

Leia mais
Paseo de las Musas
2 excursões e atividades
Alguns poderiam dizer que a cidade de Chiclayo não tem muitos pontos turísticos, enquanto outros afirmam que a cidade seja uma visão por si só. Somente andar pela cidade e vivenciar o seu cotidiano é uma das melhores formas de experimentar Chiclayo, e o melhor lugar para um passeio casual é o bem cuidado Paseo de las Musas.

Para entrar nesta via pedonal, caminhe sob um monumento de quatro colunas brancas que se erguem 6 metros acima do parque. Os arranjos florais bem paisagísticos fazem deste um refúgio romântico local, e as várias praças e calçadas largas criam uma atmosfera agradável para observar o movimento. O que torna a passarela tão única, no entanto, são as nove estátuas de musas antigas da mitologia grega. Em um dia ensolarado, pode-se desfrutar de um piquenique no gramado sombreado do passeio, toda a área recebe uma atmosfera de uma clássica plaza europeia, e o Paseo de las Musas se torna o lugar perfeito para matar o tempo em Chiclayo.

Leia mais
Parque Principal (Plaza de Armas)
Uma excursão ou atividade
Em meio ao agito de Chiclayo, uma das cidades mais animadas do Peru, apesar de ser apenas a quarta maior do país, fica o Parque Principal (Plaza de Armas). Do nascer do sol atê depois do anoitecer, este atraente espaço verde fica bem movimentado, e é impossível visitar a cidade sem passar algum tempo por aqui.

O relativamente pequeno parque, como muitas das Plazas de Armas do Peru, fica sob a sombra de uma catedral, esta uma estrutura neoclássica branca com duas cúpulas e uma história que remonta a 1869. Do outro lado, fica a prefeitura. Visite o Parque Principal nos finais de semana ou à noite, quando os moradores saem para se reunir em torno dos bancos do local e saborear comidas de rua, criando uma atmosfera festiva.

Leia mais
Chiclayo Cathedral (Iglesia Santa Maria)
Uma excursão ou atividade
Pelos padrões peruanos, a Catedral de Chiclayo na Plaza de Armas é bastante recente. Sendo construída apenas em 1869 (em contraste com as igrejas na cidade vizinha de Trujillo, dos séculos 16 e 17), a catedral e sua praça pública não foram inauguradas até 1916. Apesar da sua relativa juventude, no entanto, a catedral ainda exala uma sensação de grandiosidade e é um dos prédios mais marcantes em Chiclayo.

Erguendo-se no lado oriental da sempre movimentada Plaza de Armas, suas colunas brancas e fachada amarela pálida exalam um estilo neoclássico. Também conhecida como "Catedral de Santa Maria", as torres sineiras e as cúpulas brancas vigiam a cidade, e um requintado altar e esculturas religiosas enfeitam o seu interior. Dos degraus da catedral olhando em direção à praça, você vê os visitantes e moradores aproveitando a praça, e os arredores da Catedral de Chiclayo são uma das áreas mais populares da cidade.

Leia mais
Municipal Palace
Uma excursão ou atividade
Apesar de Chiclayo nunca ter sido uma fortaleza colonial durante os séculos 17 e 18, o esplendor real de muitos dos prédios poderia levá-lo a imaginar o contrário. Um exemplo é o Palácio Municipal, uma construção de estilo republicano que fica no centro da cidade. Este elegante prédio é tão maravilhosamente ornamentado, que estima-se que o projeto para a sua construção tenha custado mais de 13 mil quilos de ouro.

O prédio foi concluído em 1919, e manifestantes políticos causaram, em 2006, um grande incêndio que quase reduziu todo o edifício a cinzas. A estrutura já foi restaurada para replicar o seu estilo original, e caminhando pelo Palácio Municipal hoje em dia - com a sua torre do relógio de quatro andares e arcos paralelos erguendo-se muito acima das ruas da cidade - ele consegue remeter a uma atmosfera de conto de fadas no quarteirão inteiro.

Leia mais
Batán Grande (Sicán Archaeological Complex)
star-5
1
2 excursões e atividades
Situadas 32 km ao norte de Chiclayo, estas ruínas da civilização Sicán ficam em meio a um bosque que forma a maior floresta de terras secas na costa oeste da América do Sul. Emergindo do campo de verde, corroídas pirâmides marrons são tudo que restou dos túmulos de Sicán que, durante centenas de anos, estiveram lotados até a borda com ouro. Na verdade, os arqueólogos estimam que mais de 90 por cento do ouro do Peru foi originado neste vale do rio, e grande parte do ouro em coleções particulares é de saqueadores da floresta.

Os visitantes de Batán Grande hoje em dia encontram um centro interpretativo e um pequeno museu, ambos contando a história da floresta circundante, além de uma plataforma de observação para admirar os bosques de cima. As partes superiores dos huacas (pirâmides) parecem flutuar acima das copas das árvores como relíquias empoeiradas assombradas, e uma das árvores no meio da floresta já passou dos 1000 anos de idade.

Leia mais
Brüning National Archaeological Museum
2 excursões e atividades
Durante o final dos século 19 e início do século 20, o arqueólogo alemão Heinrich Brüning Hans Brookstedt dedicou sua vida ao norte do Peru. Durante décadas, Brüning trabalharia incansavelmente ao longo da costa desértica em busca de cerâmica e artefatos culturais dos Moche, Chimu e Inca. Hoje, o Museu Arqueológico Nacional Brüning é onde os visitantes podem ver as descobertas surpreendentes de seus anos escavando o local.

Além das salas cheias de tesouros culturais - incluindo uma sala repleta de ouro - a parte inferior apresenta a fotografia de anos de trabalho no campo de Brüning. Muitos creditam Brüning como um catalisador para o estudo arqueológico da área, e muitos dos sites que foram descobertos até hoje poderiam ser, em parte, fruto do seu trabalho. Ao contrário do vizinho Museu Tumbas Reais de Sipan, é permitido tirar fotos dentro do Museu Brüning, e os visitantes deviam tentar combinar ambos os locais durante um passeio pelos museus de Chiclayo.

Leia mais

icon_solid_phone
Reserve online ou por telefone
+55 (21) 3956-1660
+55 (21) 3956-1660