Saiba mais sobre a nossa resposta ao Covid-19.

Leia mais
Buscas recentes
Limpar

China Oriental Atrações

Categoria

Zhujiajiao
star-4.5
71
241 excursões e atividades
Para uma experiência genuína que não só mostra a história da China, mas também mostra a sua beleza, experimente uma visita à antiga grande cidade de águas da China conhecida como Zhujiajiao. Formada mais de 1.700 anos atrás, esta maravilhosa cidade ladeada por canais que já foi um centro comercial importante, viu os dias de ambas as dinastias Yuan, Ming e Qing, e tem se desenvolvido hoje como uma esperançosa cidade boêmia da Asia.

A fim de realmente ter uma compreensão deste belo lugar, deve-se visitar as muitas pontes da cidade e canais. A Ponte Fangsheng é a maior, maravilhosamente engravada, com oito dragões enrolados em torno de uma pérola. Uma vez que você tenha feito esse passeio, vá fazer um passeio de gôndola pelo canal, onde você vai experimentar uma vista maravilhosa sobre esta cidade histórica e bem preservada. Você também pode levar mais tempo em passeios de barco à beira do lago, vendo a cidade a partir de um ângulo e perspectiva diferentes.

Leia mais
The Bund (Waitan)
star-3.5
29
428 excursões e atividades
O Bund (ou Waitan) é o grande centro de arquitetura colonial em Xangai. A antiga Concessão Internacional corre ao longo da zona ribeirinha do rio Huangpu, em frente ao distrito de Pudong ('Bund' é uma palavra de origem indígena que significa "aterro"). Também conhecido como o "museu de arquitetura internacional", o Bund atrai visitantes interessados no lado artístico de Xangai.

Quando as potências estrangeiras entraram em Xangai após as Guerras do Ópio, no século 19, o Bund existia como um caminho ribeirinho. Ele não demorou a se tornar o centro de Xangai, na época em que os comerciantes ocidentais construíam bancos, casas comerciais e consulados ao longo do seu comprimento, e tem sido sinônimo do glamour 'leste encontra oeste' de Xangai desde então. Hoje, o Bund passa por uma nova onda de desenvolvimento comercial - as grandes torres de Jin Mao, do Centro Financeiro Mundial e do Oriental Pearl ficam no distrito financeiro de Pudong.

Leia mais
Shanghai French Concession
star-3.5
2
244 excursões e atividades
A Antiga Concessão Francesa de Xangai, uma área que já foi arrendada para os franceses nos distritos Luwan e Xuhui da cidade, remete a uma Xangai de outros tempos. A área é cheia de belas mansões coloniais e hotéis que datam das primeiras três décadas do século XX. Os franceses assumiram o controle da área em 1849, mas não foi até a década de 1920 que o bairro atingiu o seu auge de popularidade como um dos mais elitistas de Xangai.

Ao andar pelo coração da área, nas ruas arborizadas entre Julu Road e Huaihai Road, você encontrará uma coleção de agradáveis restaurantes e boutiques ocupando as estruturas históricas que permancem de pé enquanto os nativos de Xangai cuidam dos seus afazeres diários. A Concessão Francesa é um bom lugar para comer algo, há muitas opções por aqui: você vai encontrar desde comida indiana a francesa, espanhola e tailandesa.

Leia mais
Oriental Pearl Tower (Dongfang Mingzhu Ta)
star-4
3
96 excursões e atividades
A Oriental Pearl TV Tower, costumava ser o edifício mais alto de Xangai, e ele ainda está lá em cima. É certamente uma das características mais hiperbólicas e marcantes do horizonte. Muitas pessoas o odeiam; outros têm desenvolvido uma afeição estranha para sua forma de bulbo.

Deixando o design de lado (ele tem sido comparado ao som de pérolas, grandes e pequenas, caindo sobre uma placa de jade - um conceito emprestado de um poema), a torre tem algumas estatísticas bastante impressionantes. Tem 468 m (1.535 pés) de altura e é a terceira torre de TV mais alta do mundo - o maior na Ásia. Apenas Jin Mao Tower e o Centro de Finanças Mundial deixam-no menor no horizonte de Xangai.

Você pode fazer um passeio de elevador até a sua plataforma de observação - escolha a partir de uma altura razoável, ou o nível de vertigem.

Leia mais
Lingyin Temple
star-4
3
101 excursões e atividades
Também conhecido como o "Templo de Retiro das Almas", o Lingyin é um dos mais famosos templos budistas em toda a China. O templo foi fundado em 328 pelo monge indiano Hui Li e dizem que ele procurou este local por causa do consolo que se encontra nesta área das Montanhas Wuling. Suas cinzas encontram-se enterradas em um pagode de pedra do templo e ele também batizou o pico de calcário ao lado com o nome de Feilai Feng, um termo que traduz para algo como "pico voado de longe". A montanha era tão parecida com as encontradas na sua terra natal, a Índia, que Hui Li teria concluído que a única explicação lógica era que ela tivesse sido transportada durante a noite da Índia para os arredores de Hangzhou.

Os visitantes do Templo Lingyin vão gostar de vagar entre as grutas pitorescas e conferir as centenas de detalhadas esculturas budistas.

Leia mais
Xin Tian Di
star-1
1
275 excursões e atividades
Xin Tian Di (xintiandi) é uma área maravilhosamente restaurada de Xangai, onde os mais bem sucedidos da cidade gostam de passear. É também uma área popular para turistas, que normalmente gostam de admirar a arquitetura do século 19.

O distrito é rico em Shikumen, casas de pedra que eram moradias populares no final do século 19 e início do século 20. Quando os distritos que continham essas casas estavam sendo arrasados, investidorees entraram em cena para salvar e restaurar esta área. Hoje em dia, os Shikumen abrigam galerias, livrarias, lojas de antiguidades, boutiques de luxo, bares e restaurantes. É particularmente irônico que esta área ocidentalizada fique lado a lado com o local da Primeira Conferência do Partido Comunista da China.

Leia mais
Jade Buddha Temple (Yufo Si)
star-3.5
28
300 excursões e atividades
Yufo Si é uma comunidade budista - uma das poucas na China - mas as atrações de maior destaque do Templo do Buda de Jade são duas figuras trazidas para Shanghai por um monge birmanês no século 19.

O mais impressionante é o Buda Sentado, um gigante de 1,90m incrustado com pedras semi-preciosas. Este Buda está sentado em uma pose que capta o momento da sua iluminação através da meditação. O outro Buda é menor e no estilo 'repouso feliz', enquanto segue pacificamente para a morte. Ambos os budas são esculpidos em jade branco. De frente para o Buda Reclinado fica uma grande réplica em pedra, trazida para o mosteiro de Cingapura. Estas são as principais atrações de uma visita ao templo, mas dê uma olhada nas salas enquanto você estiver por lá, especialmente no Grand Hall com o seu dourado 'Deuses dos Vinte Céus'. Há também um restaurante que serve os visitantes, mais simples no térreo e mais chique no andar de cima.

Leia mais
Grand Canal
star-5
12
51 excursões e atividades
De todas as maravilhas da China antiga acredita-se que apenas duas sejam visíveis do espaço: a Grande Muralha e o Grand Canal. Enquanto a Grande Muralha não fica nem perto de Hangzhou, a extremidade sul de outra maravilha da engenharia chinesa, o Grand Canal, ainda pode ser encontrada na cidade hoje em dia.

Encomendado durante a dinastia Sui como uma forma de ligar os rios Haihe, Amarelo, Huaihe, Yangtze e Qiantang, o Grand Canal já teve mais de 1770 quilômetros e ganhou o título de mais longo canal ou rio artificial do mundo. Em uma época, o canal se estendia de Hangzhou até Pequim, mas várias seções entraram em decadência e já não são mais navegáveis. No entanto, os visitantes do sul de Hangzhou ainda podem reservar um cruzeiro de barco na histórica rota comercial para ver os tradicionais vilarejos ribeirinhos e aprender sobre a história da maior fonte de abastecimento de toda a China antiga.

Leia mais
Pudong
154 excursões e atividades
Pudong, a área ao leste do rio Huangpu de Xangai, é o lar de muitos dos edifícios modernos mais famosos da cidade. Anteriormente uma área agrícola, Pudong hoje é o distrito financeiro e centro comercial de Xangai - em forte contraste com os prédios coloniais do Bund, do outro lado do rio.

O horizonte de Pudong inclui prédios notáveis como a torre de rádio e TV Oriental Pearl, o Jinmao Tower Observatory, o Shanghai Ocean Aquarium e o International Convention Center. Pudong New Area também é o lar do Century Park, o maior parque da cidade, bem como de algumas das melhores oportunidades de compras da cidade, como Nanjing Road. Antes de visitar Pudong, passeie ao longo do Bund para as melhores vistas do icônico horizonte de Xangai do outro lado do rio. Depois de atravessar, reserve algum tempo para conferir do topo do Oriental Pearl Tower, este diferente prédio de 468 metros de altura que se destaca entre os tantos arranha-céus de Xangai.

Leia mais
Fei Lai Feng (Flying Peak)
26 excursões e atividades
O Pico Feilai, ou Feilai Feng, é um pico de calcário único que alcança 200 metros de altura e fica ao lado do Templo Lingyin, em Hangzhou, na província de Zhejiang.

No local, antigas raízes das árvores se elevam do chão, com seus ramos torcidos abrançando o pico. Devido à erosão, há muitas cavernas no interior da montanha, e algumas delas apresentam estátuas de Buda esculpidas que foram criadas durante as dinastias Song e Yuan.

A maior estátua de Buda aqui é o Buda Maitreya, com a barriga a mostra e um sorriso radiante; esta é uma das estátuas mais bem preservadas desse tipo, apresentando a arte de esculpir da Dinastia Song. Na gruta Longhong há uma estátua sentada de Avalokitesvara, enquanto na Shexu, um raio de luz do sol invade através dos túneis de rocha acima - uma imagem famosa que ficou conhecida como 'o brilho do céu'.

Leia mais

China Oriental: outras atrações

Shanghai Old City (Nanshi)

Centro Histórico de Xangai (Nanshi)

star-2.5
2
136 excursões e atividades
À primeira vista, o centro histórico de Xangai pode parecer apenas mais uma armadilha para turistas, mas Nanshi, como costumava ser chamado (ou Southern Town, como a maioria dos nativos o chamam) tem uma história verdadeiramente fascinante.

Esta parte da cidade é anterior à presença colonial em Xangai. É limitada por Renmin Lu e Zhonghua Lu, estradas que seguem a linha das muralhas construídas no século 15 - e já demolidas - para manter os piratas japoneses distantes. Você vai ter uma ideia de como é um tipo de vida urbana chinesa que está rapidamente desaparecendo - e pode até encontrar algumas barganhas pelo caminho.

Saiba mais
People’s Square (Renmin Guangchang)

Praça do Povo (Renmin Guang Chang)

star-3
3
99 excursões e atividades
Localizada no coração de Xangai, a Praça do Povo (Renmin Guang Chang) é o lar para a sede do governo municipal e, mais importante ainda, serve como um importante marco e ponto de encontro em Xangai.

O que costumava ser um local de corridas de cavalos, antes do estabelecimento da República Popular da China, em 1949, hoje é um centro de atrações culturais. Dentro da Praça do Povo, você encontrará alguns dos melhores museus de Xangai, incluindo a excelente coleção de arte chinesa alojada no Museu de Xangai, e o impressionante Hall de Exibição do Planejamento Urbano de Xangai, onde os visitantes obtêm uma perspectiva sobre o passado, presente e futuro de Xangai. O Museu de Arte Contemporânea de Xangai, o Museu de Arte de Xangai e Teatro de Xangai, todo de vidro, também valem uma olhada. O parque dentro da Praça do Povo oferece mais experiências culturais, especialmente no início da manhã e no fim de semana, quando os nativos vêm para praticar tai chi, exercício ou jogar cartas.

Saiba mais
Shanghai Museum (Shanghai Bowuguan)

Museu de Xangai (Shanghai Bowuguan)

star-4
14
232 excursões e atividades
A primeira coisa a observar sobre o Museu de Xangai (Shanghai Bowuguan) é o seu design diferenciado. O prédio, construído na década de 1990, foi projetado para remeter a um tipo antigo de pote para cozinhar bronze chamado de 'ding'. É uma referência aos objetos em exposição no museu de cinco andares de salas.

A estrutura do museu - um edifício redondo sobre uma base quadrada - também reflete um pouco da história da China. Prédios antigos da China foram construídos como este por causa da crença de que o céu era redondo e a Terra, quadrada. A coleção, embora bem ordenada, é tão extensa que chega a ser estonteante. Escolha o que deseja ver, ou você talvez fique perdido vagando sem rumo. A seção de cerâmica vale muito a pena, e nela você pode traçar a história da China desde o período Neolítico. Há também móveis, caligrafia, esculturas religiosas e jade para admirar.

Saiba mais
Huangpu River

Rio Huangpu

star-5
5
165 excursões e atividades

O Rio Huangpu, que se estende por 113 km, flui através de Xangai, dividindo a cidade em duas partes - Pudong ao leste e Puxi ao oeste. O porto onde o rio deságua no Mar da China Oriental passou a ser o maior porto da China e em 2012 tornou-se o porto de carga mais movimentado do mundo.

Caminhar ao longo do Rio Huangpu contrapõe os edifícios coloniais da Cidade Antiga de Xangai com os altos arranha-céus ultramodernos que agora dominam o horizonte. Embora seja possível vivenciar o Rio Huangpu das margens com uma caminhada ao longo de Bund, a melhor maneira de ver os dois lados é fazer um cruzeiro.

A maioria dos cruzeiros partem de Bund e sobem o rio antes de virar para o sul em direcção a Ponte Yangpu. Os barcos partem ao longo do dia, mas depois que o sol se põe e os edifícios de ambos os lados ficam iluminados, o horizonte de Xangai fica ainda mais impressionante do que o habitual.

Saiba mais
Nanjing Road (Nanjing Lu)

Nanjing Lu (Nanjing Road)

star-4
7
238 excursões e atividades
Nanjing Lu (Nanjing Road) é uma rua comercial com uma história própria. Quando os britânicos começaram a trabahar em Xangai, após as Guerras do Ópio do século 19, este era um dos seus centros comerciais. Naquela época, era chamada Nanking Road, o 'k' sendo uma forma mais popular de anglicização.

Hoje não é somente o frenético centro de compras e turismo de Shangai, mas o maior centro comercial do mundo (com 6 quilômentros de ação). Já nos seus primeiros dias de vida, quando servia a Resolução Internacional, logo foi dominada por grandes lojas de departamento. As maiores redes realmente se mudaram para cá, mas é pela experiência que você deve vir. A rua é dividida em dois comprimentos, leste e oeste. A seção oriental é pedonal. Evite gastar tempo com itens ocidentais e concentre-se nas verdadeiras especialidades de Xangai - seda, jade, relógios.

Saiba mais
Leifeng Pagoda

Pagode de Leifeng

20 excursões e atividades
O Pagode de Leifeng é uma torre de cinco andares situada em Sunset Hill, em Hangzhou, oferecendo vistas panorâmicas sobre o Lago do Oeste. O pagode original foi construído em 975 d.C, durante o Período das Cinco Dinastias e Dez Estados sob as ordens do rei Qian Chu para celebrar o nascimento do seu filho. Mas depois de uma tumultuada história, a estrutura desmoronou em 1924 e o pagode foi finalmente reconstruído e reaberto ao público em 2002.

O Pagode de Leifeng original também era uma estrutura octogonal de cinco andares, mas ao contrário da versão moderna atual, foi construído quase inteiramente em tijolo e madeira. Já o novo pagode foi feito com 1400 toneladas de aço e 200 toneladas de peças de cobre. Na entrada há duas escadas rolantes para transportar os visitantes até a base do pagode, e você vai encontrar uma série de plataformas de observação para subir e contemplar as vistas.

Saiba mais
Zhouzhuang Water Town

Suzhou e Zhouzhuang

star-3.5
77
10 excursões e atividades
Se a linha do horizonte ultramoderna de Xangai tem feito você ansiar pela China de filmes antigos de kung fu, uma viagem de um dia ou fim de semana em Suzhou ou Zhouzhuang pode estar em ordem.

Ambos descritos individualmente como "a Veneza da China," canais alinhados com lanternas, duas cidades e arquitetura tradicional tornam-as bastante fotogênicas e valem a pena a visita.

Zhouzhuang, a mais antiga das aldeias de água da China, está a uma viagem de ônibus de 90 minutos a partir de Xangai a meio caminho entre Xangai e Suzhou. A vila é cercada por lagos nos quatro lados, com canais que fluem sob pontes de pedra e entre as casas de Ming e Qing que revestem ambos os lados. Passe a noite em uma das pensões privadas ao longo do rio e você terá as ruas e canais para si mesmo quando você acordar antes da excursão.

Muito maior, Suzhou, a Cidade dos Jardins, está a 81 km a noroeste de Xangai. Aqui os canais e arquitetura tradicional são tão pitorescos quanto em Zhouzhuang.
Saiba mais
Jin Mao Tower

Torre de Jin Mao

30 excursões e atividades
Há poucos símbolos mais icônicos da tendência de Xangai ao estratosférico do que a Torre de Jin Mao. Na verdade, só tem um. Jin Mao é o segundo maior arranha-céu da cidade (o mais alto é o Shanghai World Finance Center ali perto), e fica bem classificado na lista dos prédios mais altos do mundo, alcançando 421 metros.

A arquitetura da 'Golden Prosperity Building' remete tanto a um arranha-céu ocidental quanto a um pagode chinês. Ela fica em torno do número 8 - de grande simbolismo na cultura asiática - e tem 88 andares e formas octogonais. A maioria dos andares são ocupados por escritórios, mas os do topo são dedicados ao Grand Hyatt Shanghai. Uma plataforma de observação oferece a oportunidade de pegar os elevadores de alta velocidade e conferir a paisagem da cidade lá de cima.

Saiba mais
Meijiawu Tea Village

Plantação de Chá de Meijiawu

star-4
123
19 excursões e atividades
Localizada 30 minutos além dos limites de Hangzhou, no sopé rural do distrito do Lago do Oeste, a Meijiawu Tea Village é um município inteiro dedicado à cultura e ao património do chá Xihu Longjing. Também conhecida como "Dragon Well Tea", tudo o que tem a ver com este reverenciado tipo de chá verde - das técnicas para servir ao tempo de colheita - é considerado uma forma de arte.

Considerada uma das melhores variedades de chá em todo o mundo, dizem que as folhas do chá chinês Longjing são melhores por serem cultivadas na região em torno de Meijiawu. Os visitantes do local vão aprender o processo de cultivo do chá Longjing, desde o tempo gasto no plantio até a hora de servir. Assista enquanto um agricultor cozinha levemente as folhas de chá em uma wok aberta apenas com as suas próprias mãos e admire um experiente servidor de chá derramar rapidamente um bule inteiro sem desperdiçar uma única gota.

Saiba mais
Bund Sightseeing Tunnel

Túnel Psicodélico - The Bund Sightseeing Tunnel

star-4.5
11
2 excursões e atividades
Desde a sua abertura em 2000, o The Bund se tornou uma das atrações mais populares de Xangai entre os turistas chineses. Mas ao contrário do que o seu nome indica, você não vai ver nenhum ponto turístico no Bund quando você pegar os carrinhos automatizados sob o rio Huangpu para Pudong, do outro lado.

Este viagem divertida leva menos de cinco minutos, e ao longo do caminho, você vai experimentar um bizarro show de luzes LED com efeitos sonoros e bonecas infláveis para completar a experiência. Se você precisar atravessar o rio, pegar um táxi pode até ser a opção mais barata, mas o Bund é certamente o jeito mais divertido.

Saiba mais
Shanghai Urban Planning Exhibition Hall (Shanghai Chengshi Guihua Zhanshi Guan)

Salão de Exibição de Planejamento Urbano de Xangai

78 excursões e atividades
Situado na Praça do Povo, o Salão de Exibição de Planejamento Urbano de Xangai pode não parecer algo que um turista se interessaria, mas, na verdade, é um dos melhores museus da cidade. Inaugurado em 2000, o espaço de exposições dentro do moderno prédio de cinco andares mostra o desenvolvimento de Xangai desde os tempos antigos até o futuro.

O grande destaque do museu é um enorme modelo de como a cidade pode vir a se parecer em 2020 (com a inclusão de edifícios iluminados em verde que ainda serão construídos) e um envolvente teatro 3D que oferece um vislumbre do futuro de Xangai aos visitantes. O espaço também apresenta exposições de arte e design de artistas chineses e internacionais. Para aproveitar ao máximo o seu tempo em Xangai, passe uma manhã ou tarde no museu. Não deixe de pegar um guia de áudio - por um valor adicional que vale a pena - para ajudá-lo a entender cada uma das exposições.

Saiba mais
Shanghai Jewish Refugees Museum (Shanghai Youtai Nanmin Jinianguan)

Museu dos Refugiados Judeus de Xangai (Sinagoga Ohel Moshe)

star-5
43
54 excursões e atividades
O Museu dos Refugiados Judeus de Xangai abriga a história de cerca de 30 mil judeus que fugiram do Holocausto na Europa para se estabelecer no distrito Tilanqiao de Xangai durante a Segunda Guerra Mundial.

O museu é composto de 3 partes: a Sinagoga Ohel Moshe (Ohel Moishe), uma sala de exposição permanente e uma sala de exposições rotativas. A Sinagoga Ohel Moshe desempenhou um papel central na vida dos refugiados judeus em Xangai durante a Segunda Guerra Mundial. Construída em 1927, foi o centro da comunidade judaica e uma das duas únicas sinagogas construídas em Xangai na época. Na década de 1930, Xangai era uma das únicas cidades do mundo oferecendo abrigo aos judeus que fugiam da perseguição nazista na Europa. Embora a sinagoga não esteja mais em uso, os visitantes do museu podem conferir seu prédio totalmente restaurado e aprender sobre seu passado turbulento.

Saiba mais
China Art Palace

Museu de Arte da China

21 excursões e atividades
Localizado em Pudong, Xangai, o Museu de Arte da China apresenta uma grande e variada coleção de arte moderna chinesa. Na verdade, é o maior museu de arte em toda a Ásia e fica dentro do que já foi o China Pavillion, um prédio fascinante, tanto por dentro como por fora.

O museu está distribuído por cinco enormes andares, todos nomeados de acordo com suas diferentes altitudes. Cada andar explora a ascensão da arte moderna em Xangai desde o final do século 19, e apresenta uma variedade de exposições temporárias e permanentes, nacionais e internacionais. A exposição permanente “Along the River During the Qing Ming Festival”, no quarto andar, merece destaque especial: é uma instalação detalhada e animado, com um rio virtual correndo ao longo da sua base.

Saiba mais
Shanghai City God Temple (Chenghuang Miao)

Templo do Deus da Cidade (Chenghuang Miao)

39 excursões e atividades
O Templo do Deus da Cidade (Chenghuang Miao ou Chenghuangmiao), localizado na parte murada antiga de Xangai, junto ao Jardim Yuyuan, é um templo taoísta ortodoxo dedicado a três divindades locais, ou "deuses da cidade": o General Huo Guang, o estudioso Qin Yubo e o General Chen Huacheng.

Quase todas as cidades na China tem um Templo do Deus da Cidade, e o de Xangai data de 1403. Ele foi convertido em um Templo do Deus da Cidade durante a Dinastia Ming. À medida que a popularidade do templo cresceu, durante a Dinastia Qing, negócios começaram a aparecer em torno dele até que toda a área se transformasse em um movimentado mercado, quase até a destruição durante a Revolução Cultural. Enquanto o templo foi restaurado na década de 1990 e em 2005, suas renovações o tem mantido fiel à estrutura original do século XV. Você ainda pode ver os nativos queimando seus incensos para estátuas de Huo Guang e Qin Yubo.

Saiba mais

icon_solid_phone
Reserve online ou por telefone
+55 (21) 3956-1660
+55 (21) 3956-1660