Saiba mais sobre a nossa resposta ao Covid-19.

Leia mais
Buscas recentes
Limpar

Israel Atrações

Categoria

Coral Beach Nature Reserve
4 excursões e atividades
A Reserva Natural de Coral Beach, em Eilat, é o lar de um recife de coral único, com mais de 100 tipos de corais e 650 espécies de peixes, tornando-se um local popular para os mergulhadores. É o único recife de coral em Israel, e um dos mais densamente povoados do mundo! Paralelo à praia, o recife tem mais de um quilômetro de comprimento e pode ser acessado à direita da praia através de um cais.

Debaixo d'água, as trilhas são marcadas por bóias, e espetaculares jardins subaquáticos criados pelo colorido coral são imediatamente revelados. Ao longo do caminho, os mergulhadores irão detectar uma variedade de peixes tropicais, incluindo o peixe papagaio, peixe borboleta, peixe noturno e muitos mais.

Leia mais
Church of the Annunciation (Basilica of the Annunciation)
53 excursões e atividades
Consagrada em 1969, a Igreja da Anunciação é a maior igreja do Oriente Médio e um dos mais importantes locais religiosos em Nazaré. A Basílica Católica Romana foi construída no local onde, segundo a crença cristã, o anjo Gabriel teria aparecido para Maria avisando-a que ela conceberia e teria um filho e o nomearia Jesus.

A estrutura modernista contrasta com outras igrejas em Israel. A basílica superior serve como igreja paroquial para a comunidade católica romana e apresenta pilares de concreto mostrando as Estações da Cruz, relevos de cerâmica italiana e uma série de painéis de parede doados por comunidades católicas de todo o mundo. Esta parte superior da igreja também oferece vistas interiores da cúpula da igreja. Abaixo encontra-se um recinto chamado de Gruta da Anunciação, onde os visitantes podem ver remanescentes de igrejas mais antigas das eras Bizantinas e Cruzadas, bem como o local da casa de Maria.

Leia mais
Ein Gedi Nature Reserve
star-4
15
23 excursões e atividades
Um passeio de um dia conveniente saindo de Jerusalém, a Reserva Natural de Ein Gedi está localizada no Deserto da Judeia, perto da costa do Mar Morto, e é uma das áreas de caminhadas mais populares de Israel. Ein Gedi é um parque natural para entusiastas ao ar livre, com várias trilhas bem marcadas atravessando seus barrancos, cachoeiras e oásis do deserto, e ligando pontos turísticos marcantes como a atmosférica Caverna do Dodim (Caverna dos Amantes) e a fotogênica Cachoeira de Davi.

Cobrindo 2530 hectares e alimentado por quatro fontes naturais - Davi, Arugot, Shulamit e Ein Gedi - o parque abriga uma riqueza de flora e fauna tropical nativa, com espécies endêmicas - incluindo a capra nubiana, a raposa afegã e a hiena listrada -, bem como uma grande população de aves migratórias e residentes. A reserva também é pontilhada por sítios arqueológicos, cujas principais atrações incluem o Templo Calcolítico de Ein Gedi e uma aldeia que remonta ao século 1 d.C.

Leia mais
Caesarea
star-4.5
6
52 excursões e atividades
Cerca de 2 mil anos atrás, o belo porto de pesca de Israel, Cesareia, era uma capital romana, dedicada a César Augusto. Hoje, é um dos locais turísticos mais populares do país, com ruínas arqueológicas, belas praias e um impressionante teatro romano.

Cesareia foi construída por Herodes, o Grande, durante 12 anos, de 25 a 13 a.C., e foi uma das cidades mais grandiosas da área, com um porto de mar profundo, aqueduto, hipódromo e um anfiteatro, que ainda é utilizado até hoje. O local apresenta shows e outros espetáculos, enquanto o hipódromo, embora ainda identificável, seja agora um bananal. É menor do que o Circus Maximus em Roma, mas ainda podia receber 20 mil espectadores para assistir as corridas. O porto de Cesareia é uma maravilha da engenharia, com tanto uma área interna quanto externa. Ele foi construído utilizando concreto hidráulico para criar quebra-mares. Já a praia de Cesareia, por sua vez, é considerada uma das melhores praias de Israel.

Leia mais
Western Wall (Wailing Wall)
star-4
6
155 excursões e atividades
Talvez o marco mais significativo do povo judeu e símbolo da Cidade Antiga de Jerusalém, o Muro das Lamentações é o último remanescente do Segundo Templo construído por Herodes, o Grande, em meados de 19 a.C.

Peregrinos judeus de todo o mundo visitam o local e rezam para o espírito encarnado da santa presença em luto pela queda do templo, beijando a parede e colocando suas notas entre as pedras. A praça em frente ao muro é dividida em duas seções, uma para homens, outra para mulheres e também é o palco de vários rituais judaicos.

Esta seção especial da parede tem apenas 57 metros, mas o muro inteiro se estende por mais de 488 metros, grande parte inacessível e escondida dentro de uma área residencial de Jerusalém.

Leia mais
Rosh Hanikra
star-4.5
16
12 excursões e atividades
Os dramáticos penhascos brancos de Rosh Hanikra são uma das atrações naturais mais visitadas de Israel, erguendo-se 64 metros ao longo da costa do Mediterrâneo e perto da fronteira com o Líbano.

Preservado como parte da Reserva Natural Achziv, as rochas de Rosh Hanikra foram esculpidas ao longo de milênios pela ação das ondas, até formarem um labirinto de cavernas do mar e grutas de calcário prontas para serem exploradas.

Leia mais
Old City of Jerusalem
star-4
36
160 excursões e atividades
Cercada pelas antigas muralhas de pedra da cidade, é fácil se perder nas ruelas sinuosas da Antiga Jerusalém - perdida em outro tempo, outro lugar e em um outro mundo. Mas é isso que a torna tão especial: além de ser de extrema importância sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos, a Cidade Antiga mantém a sua atmosfera histórica e sua tangível espiritualidade. O Muro das Lamentações, o Monte do Templo, a Cúpula da Rocha e a Igreja do Santo Sepulcro estão todos localizados dentro de seus muros. A Via Dolorosa, o caminho feito por Jesus até a sua crucificação, ainda pode ser seguido aqui. A área tem aquela atmosfera um tanto caótica - com souks e ruas movimentadas - mas também oferece uma sensação de calma e paz.

Construída pelo rei David em 1004 a.C., a Cidade Antiga de Jerusalém tem uma das histórias mais fascinantes do mundo. Seus muros foram erguidos no século XVI pelos otomanos.

Leia mais
Dead Sea
star-4
78
104 excursões e atividades

O Mar Morto é famoso por ser o lugar mais baixo do mundo, ficando 383 metros abaixo do nível do mar. Também é uma das águas mais salgadas do mundo, e, por isso, faz com que os corpos flutuem naturalmente na sua superfície. Em função da hiper-salinização ser tão única no Mar Morto, os visitantes vêm do mundo inteiro para nadar aqui, bem como experimentar a lama rica em nutrientes das suas margens.

Existe um hotel spa de 4 estrelas, que utiliza a lama do banco da costa jordaniana. Há muitos hotéis perto do Mar Morto, bem como um parque para acampamentos na costa Ein Gedi, completo com chuveiros e banheiros. Há também várias lojas de souvenirs locais, em que você pode comprar os produtos minerais do Mar Morto.

Leia mais
Way of the Cross (Via Dolorosa)
star-2
2
105 excursões e atividades
A Via Dolorosa é o caminho dentro da Cidade Antiga de Jerusalém pelo qual Jesus teria carregando a cruz de sua crucificação. Conhecida no catolicismo como as Estações da Cruz, todo o caminho está sinalizado tanto nas ruas quanto nos principais marcos históricos pelo qual ela passa, permitindo que os peregrinos sigam a mesma rota.

Embora o caminho tenha sido alterado várias vezes ao longo da história, hoje a rota principal é formada por 14 estações, como foi feita pelos primeiros peregrinos bizantinos.

Leia mais
Ashdod (Jerusalem Cruise Port)
star-5
9
5 excursões e atividades
Quando você desembarca de um cruzeiro em Jerusalém, pode praticamente sentir a história e a espiritualidade que permeia uma das cidades mais históricas do mundo. Ashdod, a bíblica casa de gigantes, é hoje um gigante da indústria e a porta de entrada para Jerusalém, um local sagrado para três das maiores religiões do mundo.

Como chegar a Ashdod

Como Jerusalém fica no interior, os passageiros devem desembarcar em Ashdod e pegar um translado de pouco mais de uma hora para Jerusalém para ver as principais atrações. Até a própria Ashdod não é tão perto assim, então a menos que você já teha estado aqui antes, é recomendável fazer uma visita guiada pelos principais pontos turísticos.

Um dia em Ashdod

Ainda que Jerusalém fique um pouco distante, seu centro histórico atrai muitos visitantes, e você não pode deixar de visitar alguns desses locais durante a sua estadia. Dentro da cidade murada, você encontrará o Muro das Lamentações, o local judaico mais sagrado da cidade.

Leia mais

Israel: outras atrações

Garden of Gethsemane

Jardim do Getsêmani

star-4
1
81 excursões e atividades
Nos dias em que Jesus viveu, o Jardim do Getsêmani, na base do Monte das Oliveiras, era um olival, e de acordo com alguns botânicos, algumas das antigas oliveiras que ainda crescem nos jardins provavelmente antecedem o próprio cristianismo. Embora a palavra "Getsêmani" signifique "prensa de óleo", o Jardim do Getsêmani é muito mais conhecido pelo seu destaque no Novo Testamento, como o local onde Jesus foi traído e preso depois da Última Ceia.

No centro do jardim fica a Igreja de Todas as Nações, uma igreja mosaico coberta, construída em 1924 pelo arquiteto Antonio Barluzzi. Dentro da igreja fica a Rocha da Agonia, considerada por alguns como o lugar onde Jesus teria chorado e orado pela cidade de Jerusalém.

Saiba mais
Church of the Holy Sepulchre

Igreja do Santo Sepulcro

star-4.5
514
45 excursões e atividades
Situada no bairro cristão da antiga cidade murada de Jerusalém - que é por si só o maior Patrimônio Mundial - esta igreja é considerada por muitos cristãos o local da crucificação, sepultamento e ressurreição de Jesus. Uma parada popular na trilha de peregrinação desde o século 4, a própria igreja é agora a sede da Igreja Ortodoxa Grega.

Encomendada entre 325-6 pelo Imperador Constantino I, e sua mãe, Santa Helena, a igreja foi construída no antigo local de um templo dedicado a Afrodite, a deusa grega do amor e da guerra. As primeiras escavações desta construção, segundo Helena, teriam revelado o Santo Sepulcro, ou o túmulo de Jesus. Durante uma insurreição muçulmana em 1009, a igreja foi arrasada, um ato que impulsionou a Europa a começar as Cruzadas. A igreja acabou sendo reconstruída através da colaboração entre os muçulmanos e bizantinos, e adições foram feitas mais tarde por cruzados, monges franciscanos, gregos ortodoxos e anciãos da Apostólica Armênia.

Saiba mais
Kidron Valley

Vale do Cédron

52 excursões e atividades
O Vale do Cédron é conhecido por suas vistas deslumbrantes, bem como pelo seu significado histórico e religioso. É um destino para os viajantes em busca de um marco bíblico, graças ao seu importante papel na história de Davi nos Livros de Samuel, Reis e Crônicas, nas tradições ortodoxas, judaicas, protestantes e católicas.

O vale também é o lar de centenas de túmulos antigos localizados perto do vilarejo de Silwan. Ele é muito reconhecido como o principal cemitério da cidade durante os tempos históricos. Os túmulos mais significativos do Vale do Cédron incluem o Pilar de Absalão, o Túmulo de Benei Hezir e o Túmulo de Zacarias. Os viajantes que exploram esses túmulos em uma visita ao vale vão obter uma compreensão mais aprofundada da cultura, da história e das tradições religiosas de Jerusalém, enquanto apreciam vistas realmente incríveis.

Saiba mais
Church of St. Joseph

Igreja de São José

26 excursões e atividades
Situada em um pátio da Basílica da Anunciação em Nazaré fica a pequena Igreja de São José. Construída em 1914, a igreja franciscana neo-românica foi erguida sobre as ruínas de uma igreja anterior e acima de uma série de câmaras de pedra que se acredita serem as oficinas de José, o Carpinteiro.

Toda a igreja e as cavernas abaixo são bastante simples, especialmente em comparação com a basílica ao lado, mas valem a pena o desvio.

Saiba mais
Jerusalem Jewish Quarter

Bairro Judeu

86 excursões e atividades
Este destino religioso e espiritual é um dos quatro bairros históricos que compõem a famosa cidade de Jerusalém. Viajantes em busca de vestígios do passado vão encontrar exatamente o que procuram em uma visita a esse lugar, que remonta ao Império Romano. As ruínas antigas descobertas por arqueólogos da Universidade Hebraica estão em uma série de museus e parques do Bairro Judeu, incluindo uma imagem de 2200 anos de idade de um menorah e partes da Torre do Templo Israelita. A magnífica piscina construída pelos romanos foi descoberta em 2010.

Os viajantes vão encontrar esse reduto histórico repleto de telhas de barro, pisos de mosaico e degraus régios. Além das ruínas arqueológicas, os visitantes podem visitar vários outros locais históricos e religiosos espalhados por todo o Bairro Judeu. O famoso Muro das Lamentações, várias sinagogas, alguns Yeshivas e uma mesquita abandonada oferecem uma perspectiva sobre a cultura e as tradições desta cidade.

Saiba mais
Masada

Massada

star-4.5
453
82 excursões e atividades

A incrível fortaleza de Massada, localizada no surpreendente Deserto da Judeia, perto do Mar Morto, tem sido importante para o povo de Israel desde a época romana, simbolizando a bravura e abnegação diante de adversidades. O planalto é cercado por falésias por todos os lados, e é um Patrimônio Mundial da UNESCO desde 2001.

Ao chegar, você pode caminhar até a entrada ou pegar um teleférico. Enquanto o teleférico é o jeito mais rápido para chegar ao local, você pode seguir os dois belos caminhos a pé, "Caminho da Cobra" e a rampa romana.

Quando você tiver alcançado o topo, explore o complexo do palácio de Herodes, com suas antigas casas de banhos e mosaicos incríveis. Há também vestígios de assentamentos romanos, sinagogas e casas. Combinado com as vistas deslumbrantes do Deserto da Judeia e ao Mar Morto, Massada é uma experiência imperdível.

Saiba mais
Christian Quarter

Bairro Cristão

star-3.5
7
70 excursões e atividades
A Cidade Velha murada de Jerusalém é dividida em quatro bairros principais: o Bairro Judeu, o Bairro Muçulmano, o Bairro Armênio e o Bairro Cristão. O Bairro Cristão abriga cerca de 40 locais religiosos sagrados para o cristianismo, incluindo a Igreja do Santo Sepulcro bem no meio. A igreja é venerada como o local onde Jesus foi crucificado, sepultado e de onde ressuscitou, e continua sendo um lugar de peregrinação para cristãos do mundo inteiro. Para muitos, é considerado o local mais sagrado da religião.

Os peregrinos normalmente seguem a Via Dolorosa, o caminho que Jesus fez até a sua crucificação, parando em santuários e outros locais ao longo do percurso. Muitas igrejas, mosteiros, escolas e museus estão espalhados por lá. Você também vai encontrar residências, lojas de lembrancinhas, cafés e outros estabelecimentos pertencentes àqueles que atualmente residem na área. Há também um icônico e colorido mercado encontrado entre as paredes de pedra e ruelas estreitas.

Saiba mais
Church of the Nativity (Basilica of the Nativity)

Igreja da Natividade

star-4
336
99 excursões e atividades
A mais antiga igreja continuamente em operação no mundo, a Igreja da Natividade foi encomendada no ano 327 pelo imperador Constantino I e sua mãe, Santa Helena, e construída sobre o local considerado onde Jesus teria nascido pela maioria dos cristãos. Destruída pelo fogo e reconstruída no século 6, a igreja foi usada até 1131 como o local de coroação dos reis europeus da época das Cruzadas, e desde então tem sido amplamente expandida.

O complexo de 1200 metros agora inclui a basílica principal, administrada pela Igreja Ortodoxa Grega; a Igreja Católica Romana, a Igreja de Santa Catarina, no estilo gótico Revival; Gruta, um santuário subterrâneo para o nascimento de Jesus; e uma escultura em baixo-relevo da Árvore de Jessé, um símbolo da genealogia de Jesus, legado à igreja pelo Papa Bento XVI em 2009. Listado como Patrimônio em 2012, este é o primeiro local da UNESCO na Palestina; e o processo de nomeação provocou forte oposição de ambos os Estados Unidos e Israel.

Saiba mais
Church of All Nations (Basilica of the Agony)

Igreja de Todas as Nações

star-2.5
4
58 excursões e atividades
A Igreja de Todas as Nações é uma proeminente igreja católica romana repousada no Monte das Oliveiras, em Jerusalém. É também conhecida como a Basílica da Agonia, com suas paredes de mosaicos dourados que descrevem o sofrimento do mundo, como pressuposto por Jesus. A tradição conta que Jesus se ajoelhou sobre uma rocha aqui no jardim em Gethsemane antes da sua prisão pelos romanos. A laje de pedra encontra-se atualmente guardada por um círculo de espinhos de ferro.

Historicamente o local de uma igreja bizantina, ele foi convertido em uma basílica no século IV pelos cruzados. A estrutura de pedra de hoje em dia tem cúpulas, paredes e pilares em estilo bizantino, embora construída de 1919 a 1924. Sua construção foi possibilitada por doações de comunidades católicas de todo o mundo. Símbolos de cada nação que doou foram feitos no vidro do teto da igreja.

Saiba mais
Bethlehem

Belém

star-4
116
51 excursões e atividades

Belém (בית לחם) é uma pequena cidade na Cisjordânia, e atrai milhões de visitantes a cada ano por sua importância histórica e religiosa. Conhecida no cristianismo como o local de nascimento de Jesus, suas atrações são principalmente religiosas, mas intrigantes mesmo para os ateus.

O destino mais popular em Belém é, sem dúvida, a Igreja da Natividade (كنيسة المهد) na Praça da Manjedoura. Sendo o exato local do nascimento de Jesus, a igreja remonta ao imperador romano Constantino, em 330 dC. Enquanto a estrutura real é um pouco escura na aparência, a adjacente Igreja Franciscana de Santa Catarina está em bela forma, e definitivamente vale a visita.

A segunda atração mais visitada em Belém é o túmulo de Rachel (קבר רחל), onde a esposa de Jacob teria supostamente sido enterrada. Observe que o acesso ao túmulo é limitado por razões de segurança, mas ele é visível a partir da fortaleza.

Saiba mais
Acre (Akko)

Acre

star-4.5
281
14 excursões e atividades
Frequentemente chamada de 'Akko', Acre está situada na região ocidental da Galileia, no norte de Israel. Lar de belos prédios antigos, Old Akko, uma espécie de bairro de Acre, foi listada como Patrimônio Mundial da UNESCO, e sua vitalidade cultural a torna um lugar privilegiado para os visitantes. Abrigando festivais e mercados durante todo o ano, o porto de Acre é belo e animado. Repleta de história, você pode visitar as antigas muralhas e fortalezas da cidade, que revelam a complicada história da área.

Um pouco além ficam os Jardins Baha'i, que foram meticulosamente projetados e permanecem maravilhosamente preservados. Eles rodeiam a mansão Bahji no nordeste de Acre, onde o Bahaullah está enterrado (não confunda com os jardins de Bahai, na encosta do Monte Carmelo, em Haifa).

Não deixe de visitar os surpreendentes Salões dos Cavaleiros, seis salas diferentes unidas que foram recentemente escavadas, remanescentes do tempo dos Cavaleiros Hospitalários.

Saiba mais
Dome of the Rock

Cúpula da Rocha

star-4
2
19 excursões e atividades
Tanto o santuário islâmico mais antigo quanto o mais famoso do mundo, a Cúpula da Rocha é um dos destinos de peregrinação mais procurados no mundo. Construído no topo do local do Segundo Templo judaico em torno de 690 d.C., o seu valor histórico e religioso não tem precedentes.

O detalhe exterior da cúpula é a sua forma de um martirium bizantino, construído com o objetivo de abrigar relíquias sagradas. Ele também é revestido com o ouro derretido de mais de 100 mil moedas Dinar, cobrindo toda a cúpula e tornando-se uma joia de arte bizantina. A famosa cúpula de madeira da Cúpula da Rocha tem um diâmetro de cerca 20 metros e fica em um cilindro composto por 16 pilares e colunas sustentando-a circularmente. O santuário inteiro tem 20,20 metros de diâmetro e 20,48 metros de largura.

Saiba mais
Mount of Olives

Monte das Oliveiras

star-4
1
31 excursões e atividades
Ao leste da Cidade Antiga, separando Jerusalém do Deserto da Judeia, fica o Monte das Oliveiras, um dos mais famosos locais bíblicos da cidade. A famosa montanha é referenciada tanto no Antigo como no Novo Testamento, em primeiro lugar como a rota de fuga usada por David durante a rebelião de seu filho, e depois pelos profetas. Já o Novo Testamento relata Jesus dirigindo-se aos seus discípulos no Monte das Oliveiras.

Além de sua importância religiosa, o Monte das Oliveiras também é historicamente significativo. Nas encostas mais baixas da montanha, você encontrará o cemitério judaico, que acredita-se ser o cemitério mais antigo do mundo ainda em uso, e lugar onde muitas figuras proeminentes judias estão enterradas, incluindo Zacarias e o filósofo Nahmanides. A base da montanha também abriga os Jardins de Getsêmani, a Igreja de Todas as Nações e a Igreja Ortodoxa Russa de Maria Madalena.

Saiba mais

icon_solid_phone
Reserve online ou por telefone
+55 (21) 3956-1660
+55 (21) 3956-1660