Saiba mais sobre a nossa resposta ao Covid-19.

Leia mais
Buscas recentes
Limpar

Paris Atrações

Categoria

Eiffel Tower
star-4
3485
453 excursões e atividades

Uma visita à elegante cidade européia de Paris nunca está completa sem uma visita à famosa Torre Eiffel! Construída por Gustave Eiffel para a Feira Mundial de 1889, realizada em comemoração do centenário da Revolução, a Torre Eiffel era a estrutura mais alta do mundo com 1050 pés (320 metros), até a finalização do Edifício Chrysler em Manhattan.

Durante a sua visita, você aprende, por exemplo, que inicialmente com a oposição da elite artística e literária da cidade, a torre já esteve a ponto de ser demolida em 1909. A sua salvação ocorreu quando sua estrutura foi comprovada como uma plataforma ideal para antenas necessárias para a ciência de radiotelegrafia.

Os três níveis da torre estão abertos ao público e suas vistas panorâmicas são incomparáveis! Escolha entre uma das várias possibilidades de explorá-la e reserve antecipadamente para evitar as longas filas!

Leia mais
Louvre
star-4.5
1634
433 excursões e atividades

Um dos maiores museus do mundo, o Louvre abriga mais de 380 mil objetos e 35.000 peças de arte e abrange mais de 60 mil metros quadrados de espaço de exposição. Devido a grandiosidade do acervo, as obras estão separadas em oito departamentos: Antiguidades Egípcias, Arte Grega, Etrusca e Romana, Arte Islâmica, Antigüidades Orientais, Artes Decorativas, Pinturas, Esculturas, e Gravuras e Desenhos.

Dentre os trabalhos mais famosos, os principais destaques que você deve procurar lá dentro são a Mona Lisa de Da Vinci, a Liberdade Guiando o Povo de Delacroix e a Vênus de Milo.

O Museu do Louvre sempre foi popular, mas ultimamente tem atraído ainda mais visitantes, desde o enorme sucesso do livro "O Código Da Vinci" de Dan Brown. Reservando seus ingressos com antecedência, você pode furar filas e ver a famosa Mona Lisa sem confusões!

Leia mais
River Seine
star-4
180
162 excursões e atividades

Paris está a 277 milhas (445 km) da foz do Sena, que por sua lenta corrente, pode ser navegado por 348 milhas (560 km). Navegável do interior de Le Havre para além da capital francesa, o rio tornou-se uma rota lucrativa para o comércio e fez de Paris uma cidade próspera desde os tempos do Império Romano.

Em Paris, muitas pontes cruzam o Sena, sendo a mais antiga a Pont Neuf de 1607 e a mais recente a Pont Charles de Gaulle, concluída em 1996. As bifurcações do rio no centro de Paris criam duas ilhas: a Île de la Cité, que é um dos bairros mais caros para se viver, e a Île Saint-Louis. Muitos dos marcos de Paris estão ao lado do Sena: Notre Dame, o Louvre, a Torre Eiffel e o Musée d'Orsay.

Leia mais
Notre Dame Cathedral
star-4.5
89
251 excursões e atividades

Se Paris tivesse um coração, seria aqui. A catedral de Notre-Dame (Cathédrale de Notre Dame de Paris) não é apenas uma obra prima da arquitetura gótica francesa, mas também tem sido o centro cerimonial católico de Paris por sete séculos. O imenso interior da catedral, uma maravilha da engenharia medieval, possui capacidade para mais de 6.000 pessoas e tem rosáceas espetaculares.

Apesar de Notre-Dame ser considerada uma obra arquitetônica sublime, existem muitos tipos de anomalias, resultadas por séculos de intervenção estética. Estas incluem um trio de entradas principais, cada uma com um desenho diferente, acompanhadas por estátuas que no passado eram coloridas para reforçar a eficácia das lições bíblicas para as massas. O interior é dominado por um órgão de 7.800 tubos, que foi restaurado, mas que não funciona corretamente desde então.

Leia mais
Orsay Museum (Musée d'Orsay)
148 excursões e atividades

O museu exibe a coleção nacional francesa de pinturas, esculturas e objetos de arte produzidos entre 1848 e 1914, abrangendo os movimentos Impressionista, Pós-impressionista, e Art Nouveau na França.

O museu preenche a lacuna cronológica entre o Louvre e o Museu Nacional de Arte Moderna, no Centro Pompidou. Austeramente alojado ao longo do Sena, em uma antiga estação ferroviária construída em 1900, o museu foi reinaugurado em sua forma atual em 1986. No primeiro andar, se encontram o deslumbrante grande salão e um elegante restaurante com um salão de chá e uma bela vista sobre o rio.

Leia mais
Moulin Rouge
star-4
2246
112 excursões e atividades

Inaugurado em 1889 por Joseph Oller e Charles Zidler, o Moulin Rouge foi criado em uma época em que a criatividade estava florescendo, e as pessoas estavam mais entusiasmadas com as perspectivas da vida. Com uma enorme pista de dança, espelhos, showgirls bonitas e um ambiente de euforia total, o Cabaret foi um enorme sucesso desde o início.

Naquela época, Toulouse-Lautrec era um visitante frequente e muitas estrelas internacionais já atuavam em seus palcos, depois disso, incluindo Ella Fitzgerald, Liza Minnelli, Frank Sinatra e Elton John.

Atualmente são cerca de 100 artistas, incluindo as dançarinas vestidas em figurinos exóticos com penas, pedrarias e lantejoulas, entretendo o público em apresentações animadas e coloridas. Calcula-se que mais de 1000 pessoas visitam o cabaré a cada noite!
Leia mais
Place de la Concorde
star-4
18
180 excursões e atividades

A Place de la Concorde fica entre o Jardin des Tuileries e a Champs Elysées, no famoso eixo de Paris e foi estabelecida entre 1755 e 1775. O obelisco de 3300 anos em granito rosa com a parte superior dourada no centro da praça foi dado à França em 1831 por Muhammad Ali, vice-rei do Egito. Elevando-se a uma altura de 23 metros sobre os paralelepípedos, este ficava no Templo de Ramsés em Tebas (hoje Luxor).

As 8 estátuas femininas que decoram os quatro cantos da praça representam as maiores cidades da França. Em 1793, após a Revolução Francesa, a cabeça de Luís XVI foi decepada por uma guilhotina montada próxima à estátua que representa a cidade de Brest. Durante os próximos dois anos, outra guilhotina foi usada para decapitar mais 1343 pessoas, incluindo Marie-Antoinette e o líder revolucionário Danton. A praça recebeu o seu nome atual depois que o Reino do Terror terminou, na esperança de que ela seria um lugar de paz e harmonia.

Leia mais
Paris Catacombs (Catacombes de Paris)
star-4.5
749
24 excursões e atividades

Em 1785, Paris decidiu resolver o problema de seus cemitérios superlotados exumando os ossos dos sepultados e realocando os mesmos para os túneis de várias pedreiras abandonadas, levando à criação das Catacumbas (basicamente, corredores empilhados com ossos). Elas estão a 65 pés (20 m) de profundidade e contêm os restos mortais de seis milhões de parisienses. Durante a Segunda Guerra Mundial, os túneis eram usados ​​como quartel-general pela Resistência.

A rota através das Catacumbas começa em um edifício pequeno, de cor verde escura, do estilo Belle Époque, no centro de uma área gramada da Av. Coronel Henri Roi-Tanguy, que é o novo nome dado ao Denfert Rochereau. A saída fica ao sudoeste, após 83 degraus, na rua Remy Dumoncel, onde um guarda irá verificar sua bolsa à procura de possíveis ossos "emprestados".

Leia mais
Grand Palais
94 excursões e atividades

Você provavelmente vai notar o Grand Palais antes de ir até ele; seu espetacular telhado de vidro pode ser visto de vários pontos da cidade, e em certos momentos do dia, a luz do sol até faz parecer que uma nave espacial pousou perto do Sena. Mas se você não entrar nele, vai perder uma atração maravilhosa.

Bem como muitas estruturas da região, ele foi inaugurado em 1900 e, desde então, já recebeu uma grande variedade de eventos, exposições e coleções. De apresentações equestres a desfiles de moda Chanel, do hospital militar a um ponto de libertação da Segunda Guerra Mundial em Paris, os parisienses sabem que é sempre bom conferir o que está acontecendo no Grand Palais. Há também exposições permanentes, como o Museu da Ciência, a Sociedade Nacional de Belas Artes e as Galeries Nacionais do Grand Palais.

Leia mais
Pont Alexandre III
95 excursões e atividades

Provavelmente a mais bela ponte de Paris, a Pont Alexandre III foi inaugurada em 1900 e atravessa o Rio Sena da Le Grand Palais até o Invalides. Se ela lhe parecer familiar, é porque seu design elegante e elementos Art Nouveau foram imortalizados no filme "Meia-Noite em Paris", de Woody Allen; no vídeo icônico de Adele, em seu hit "Someone Like You", ou até mesmo no filme de James Bond, "007 Na Mira Dos Assassinos".

O tema das coberturas dos braços da ponte celebra a aliança entre a França e a Rússia, com as ninfas do Rio Sena e Neva Rivers. As quatro estátuas douradas simbolizam Ciência, Arte, França Contemporânea e a "France de Carlos Magno".

Leia mais

Paris: outras atrações

Pont Neuf

Pont-Neuf

star-3.5
215
59 excursões e atividades

Os vãos de pedra branca da ponte mais antiga de Paris, ironicamente chamada de "Ponte Nova", têm ligado a Île de la Cité com ambas as margens do Sena desde 1607, quando Henri IV a inaugurou montado em um cavalo branco.

A Pont Neuf e o Dauphine, nas proximidades, foram utilizados para exposições públicas no século 18. No século passado, a própria ponte tornou-se um objeto de arte em pelo menos três ocasiões: em 1963, quando o artista Nonda, da Escola de Paris construiu, exibiu e viveu em um enorme cavalo de Troia - feito em aço e madeira - na ponte; em 1984, quando o estilista japonês Kenzo a cobriu com flores; e em 1985, quando o "escultor ambiental" Christo, nascido na Bulgária, a envolveu em um tecido bege.

Saiba mais
Montmartre

Montmartre

star-4.5
516
173 excursões e atividades

Montmartre corresponde à parte montanhosa de Paris. Com escadarias em abundância, a sua atração mais preciosa é a famosa Catedral de Sacre Coeur (Sagrado Coração), repousada no topo da montanha, pairando sobre Paris. O local também conta com a igreja de St. Perre de Montmartre, mais antiga, e que foi o local de origem dos jesuítas.

A área também é famosa por sua vida noturna e seus artistas. Contando com o Moulin Rouge e Pigalle, a região é também conhecida por suas prostitutas e pelas casas de show de rock. Artistas como Picasso, Van Gogh, Monet, Modigliani, Renoir e Dali viveram e trabalharam na área. O museu Espace Dali também merece uma visita.

Saiba mais
Arc de Triomphe

Arco do Triunfo

star-2.5
5
196 excursões e atividades

O Arco do Triunfo, imponentemente erguido no centro da circular Place Charles-de-Gaulle, no final da Champs Elysées, em pleno cruzamento das avenidas axiais magníficas que definem Paris, é um verdadeiro símbolo da nação francesa. O monumento homenageia a todos que lutaram pela França, particularmente durante as Guerras Napoleônicas, contendo o registro de todas as guerras travadas pela França, bem como o nome de todos os generais franceses envolvidos, escritos em suas paredes . Ele é também o local do Túmulo do Soldado Desconhecido, em homenagem aos soldados mortos na Primeira Guerra Mundial.

Com 50 m de altura, 45 m de largura e 22 m de profundidade, o monumento é tão grande que, após o término da Segunda Guerra Mundial, um piloto passou com um biplano por baixo do seu arco.

Saiba mais
Palace of Versailles

Palácio de Versalhes

star-4.5
155
169 excursões e atividades

O Chateau de Versalhes foi uma criação de Louis XIV. Ele tomou o alojamento de caça de seu pai e transformou-o no castelo, e em seguida mudou toda a Corte e o Governo da França de Paris para Versalhes em 1682. Os dois reis franceses que o seguiram acrescentaram seus próprios requintes especiais, mas eventualmente toda aquela sofisticação se tornou um pouco exagerada para o povo da França, que naquela época passava fome e acabou se revoltando em 1789.

Depois da Revolução Francesa, Versalhes deixou de abrigar a sede de poder e após o ano de 1830, tornou-se o Museu da História da França.

Entre os maiores destaques que nenhum visitante deveria perder em uma visita a Versalhes, não podem faltar o Salão dos Espelhos, as Grandes Câmaras do Rei, o Trianon, os extensos jardins e a famosa propriedade de Marie-Antoinette.

Saiba mais
Avenue des Champs-Élysées

Avenida Champs-Elysées

star-2.5
2
164 excursões e atividades

A Avenue des Champs-Elysées liga Place de la Concorde com o Arco do Triunfo. A avenida tem simbolizado o estilo de vida de Paris desde meados do século XIX e continua a ser um destino turístico popular.

Basicamente uma área de compras, a Champs-Elysées é a Rue du Faubourg St-Honoré, a extensão ocidental da rue St-Honoré. Abriga casas de renome de alta costura, joalherias, lojas de antiguidades e o Palais de l'Elysée do século XVIII (na esquina da Rue du Faubourg St-Honoré com a Av de Marigny), que é a residência oficial do presidente francês.

Na parte inferior da Avenue des Champs-Elysées fica uma estátua de bronze de 3,6 metros de altura que ilustra o general Charles de Gaulle na engrenagem militar pronto para marchar pela larga avenida até o Arco do Triunfo em Paris, quando foi libertada em 26 de agosto de 1944.

Saiba mais
Latin Quarter (Quartier Latin)

Quartier Latin

star-4.5
413
95 excursões e atividades

O Quartier Latin de Paris é comumente considerado o quinto arrondissement, mas na verdade ele se estende até a sexto. É também conhecido como o núcleo da vida acadêmica em Paris, já que é o lar de nada menos que seis universidades e escolas técnicas. Na verdade, foi como o Quartier Latin obteve o seu nome: na Idade Média, os alunos da área geralmente falavam latim!

As ruínas romanas conferem a aparência ao Quartier Latin, uma das zonas mais antigas de Paris, enquanto a Universidade Sorbonne lhe oferece um ar intelectual e existencial.

O distrito é perfeito para caminhadas com seus lendários cafés, históricos clubes de jazz, avenidas e ruas estreitas que captam a essência de Paris. Hoje, o Quartier Latin recebe estudantes de todo o mundo, e as lojas, restaurantes e bares refletem essa atmosfera internacional.

Na margem esquerda do Rio Sena, o Quartier Latin é repleto de história e monumentos.

Saiba mais
Basilique du Sacré-Coeur

Basílica Sacré-Coeur

star-4.5
75
146 excursões e atividades

A Basílica do Sagrado Coração, ou Basilique du Sacré-Coeur, situada no topo de Butte de Montmartre (Morro Montmartre), foi construída a partir de contribuições prometidas pelos católicos parisienses como um ato de contrição após a guerra franco-prussiana de 1870 -71. Sua construção foi iniciada em 1873, mas a basílica não foi consagrada até 1919. As cúpulas da basílica são uma parte da cidade venerada por todos no horizonte parisiense.

A subida de 234 degraus de suas escadas estreitas em espiral leva até a cúpula, que oferece uma das vistas panorâmicass mais espetaculares da Cidade Luz. É, no entanto, do lado de fora da Basílica, onde a festa acontece - casais apaixonados, artistas de rua, moradores locais e estrangeiros, todos vem para cá para apreciar as vistas e o movimento local.

Saiba mais
Palais Garnier

Ópera Garnier

star-4.5
467
106 excursões e atividades

Pode até não ser a primeira estrutura icônica que vem à mente quando você pensa em Paris, mas para os parisienses o Palais Garnier - Opera National - é um símbolo amado pela importância dada à cena artística da Cidade Luz. Concluído em 1875 segundo o projeto do arquiteto Charles Garnier, o local tem sido o lar da Ópera de Paris e de apresentações de balé desde então - assim como o cenário para a novela, filme e musical, O Fantasma da Ópera.

Atualmente, os visitantes sobem o Grand Staircase, se deslumbram com o famoso candelabro do Fantasma pendurado no teto pintado em Chagall e aprendem sobre a interessante história de um dos principais pontos turísticos de Paris.

O magnífico cenário é de uma arquitetura opulenta e decoração abundante, incluindo as típicas varandas douradas e um mar de poltronas de veludo vermelho de pelúcia que circundam o famoso palco.

Saiba mais
Giverny

Giverny

star-4
169
73 excursões e atividades

Giverny é uma pequena aldeia ao oeste de Paris, que ficou famosa pelo pintor Claude Monet que a chamava de lar.

Em 1883, Monet se apaixonou pelo lugar vendo-o pela janela do trem. Ele encontrou uma casa lá, mudou-se com uma amiga e seus dois filhos, e com seis filhos dela, permanecendo no local até sua morte em 1926.

O Monet pintava inicialmente no campo, mas depois de 1890, quando ele comprou a casa onde morava e começou a transformar os jardins, ele iniciou suas famosas pinturas waterlily. Ele tinha um jardim de água construído, até mesmo desviando o rio local para atingir seu objetivo.

Não muito longe da antiga residência de Monet fica o Museu do Impressionismo (Musee des Impessionismes) dedicados às diferentes formas de pintura impressionista. Parte integrante da paisagem, o museu reproduz a beleza natural da área que o abriga.

Saiba mais
Tuileries Garden (Jardin des Tuileries)

Jardin des Tuileries

star-5
51
99 excursões e atividades

Dividido pela Axe Historique, os 28 hectares dos formais Jardin des Tuileries são onde os parisienses uma vez desfilaram sua elegância. Os jardins foram dispostos em meados do século 17 por André Le Nôtre, que também está por trás do Palácio de Versalhes. As árvores são mantidas a uma altura de 2.2m e rigorosamente aparadas para os jardins manterem a sua formalidade. As flores também são planejadas para atingir alturas e cores específicas, com até 70 mil mudas plantadas por ano.

Atualmente um Patrimônio Mundial da UNESCO, os caminhos, lagoas e antigos carrosséis oferecem o cenário encantador para um passeio. Na saída do Louvre, vinte esculturas de Maillol se escondem entre as cercas de teixo.

Saiba mais
Pont des Arts

Pont des Arts

star-5
392
59 excursões e atividades

A Ponte das Artes de Paris, ou Pont des Arts (também conhecida como Passerelle des Arts), atravessa o Rio Sena, ligando a Cour Carrée (praça central) do Palais du Louvre, na margem norte, ao marco Institut de France, no Banco do Sul. A famosa ponte pedonal foi erguida pela primeira vez em 1802 sob o governo de Napoleão I, mas o design de hoje remonta a 1984, quando foi reconstruída após uma série de colisões de barco e desmoronamentos.

Desenhada por Louis Arretche, a ponte metálica arqueada não só se tornou um marco importante da Paris antiga, mas um ponto de vista popular, com panoramas espetaculares ao longo do Sena. Com o seu caminho largo e bancos de piquenique, a ponte tem sido muito utilizada como mais do que apenas um ponto de passagem - artistas, fotógrafos e pintores vêm para a área, e a ponte é regularmente utilizada para pequenas exposições de arte ao ar livre.

Saiba mais
French National Library (Bibliotheque Nationale de France)

Biblioteca Nacional da França

5 excursões e atividades
A Biblioteca Nacional da França (Bibliotheque Nationale de France) é uma grande biblioteca de pesquisa e conservação que remonta à Idade Média. As coleções da biblioteca contêm 14 milhões de livros e documentos impressos, e cerca de 150 mil documentos são adicionados às coleções a cada ano.

A biblioteca é dividida em quatro prédios principais: Site François-Mitterrand, o centro de projetos e coleções digitais; Site de Richelieu-Louvois, que abriga os departamentos de manuscritos, gravuras, cartografia, música, teatro, moedas e medalhas; Site de L'Arsenal, que contém a biblioteca do arsenal Francês (mais de um milhão de livros estão somente neste prédio); e a Bibliothèque - Musée de l'Opéra, com coleções relacionadas à Ópera Nacional de Paris e ao Teatro de Ópera Cômica.

Saiba mais
Conciergerie

Conciergerie

star-5
1
70 excursões e atividades
Com suas torres de castelo e dramática localização ribeirinha, La Conciergerie é uma vista imponente, que se estende do lado oeste da Île de la Cité. O local já foi parte do Palais de la Cité, juntamente com o vizinho Palais de Justice e a Sainte Chapelle, o antigo palácio medieval sendo mais conhecido pelo seu papel na Revolução Francesa e pelo Reino do Terror, quando serviu como uma prisão.

Estima-se que 3 mil prisioneiros ficaram na Conciergerie, antes de serem levados para a guilhotina durante o Reino do Terror - entre eles Charlotte Corday, Madame Élisabeth, o poeta André Chénier e Marie Antoinette -, e ele continuou servindo como uma prisão até ser destruído em 1914. Hoje em dia, La Conciergerie é preservado como um monumento nacional e os visitantes podem descobrir seu legado histórico em um passeio pelo local.

Saiba mais
Île de la Cité

Ile de la Cité

star-4.5
855
67 excursões e atividades

A Ile de la Cité divide o Rio Sena com a Ile Saint-Louis, bem no centro da cidade de Paris. O extremo oeste da ilha é predominantemente residencial, com um pequeno parque na ponta, enquanto o extremo leste oferece aos visitantes a melhor vista dos pilares da Catedral de Notre-Dame. O Palais de Justice também fica na ilha, com a Sainte-Chapelle dentro, uma pequena caixa de joias de cores quase caleidoscópicas, graças aos seus maravilhosos vitrais.

Arqueólogos encontraram evidências de habitação na ilha pelos romanos já no século I aC. Mas foi no início do século 17 que a ilha realmente despontou, após a construção da Pont Neuf, que atravessa o rio cruzando a extremidade ocidental.

Saiba mais

icon_solid_phone
Reserve online ou por telefone
+55 (21) 3956-1660
+55 (21) 3956-1660